Publicidade
Publicidade
O plano da gambiarra
PublishNews, Paulo Tedesco, 26/04/2023
Ser editor é desconhecer o amanhã, e ainda assim despertar com novas ideias e novos caminhos

Ao ler a coluna aqui no Publishnews de Leonardo Garzaro, Disciplina e Método, do início de abril, sobre a importância do improviso, na qual ele corajosamente provocou o grande Amyr Klink no planejamento na escala das importâncias, despertou-me algo ainda não tratado por aqui.

Ora, na maioria das vezes, o dono ou dona de uma empresa é o seu expoente maior, e também o seu idealizador número um. Portanto, o dono pode também ser visto como na imagem do velho timoneiro sentado à proa – para ficarmos no imaginário náutico do Amyr.

Adiante, no rio, mar ou lagoa, os ventos que se alternam em direção e força, e as águas se inquietam ou ao contrário, quedam-se quietas por demais. O timoneiro é o único a enxergar ao longe, enquanto aos demais restam as direções gritadas da proa.

Mas o timoneiro é velho, ou velha, porque não há como não envelhecer diante das responsabilidades nos rumos de uma empresa. E, se for editora de livros, que busca novos títulos e novas ideias, bom, aí envelhecer não é opção...

Quem diz o melhor caminho a ser seguido? Quem avisa das mudanças de humor do mercado e do leitor? Quem sabe se o sucesso, cantado a quatro ventos do alto do mastro midiático, será de fato um sucesso? Quem saiu de uma feira empolgado e dias depois percebeu a perda de tempo? Ou quem ignorou um título e autor e pouco depois este aparece na lista dos mais vendidos? Quem assinou contrato de direitos e no primeiro café notou o equívoco?

Claro que o planejamento é essencial. Ele nos ajuda a dormir e no que deve ser dito em palestras. Mas é a ação de se saber arriscar sem informação alguma consolidada o que pesa. Logo, devemos saber improvisar com o pouco disponível. É o que se traduz por economia: habilidade de se estudar, e praticar, diante da escassez.

Nas margens, temos em uma cautela e em outra exagero, numa inanição e noutra desespero. E com a corrente, no centro, surgem as adversidades, o impensado. No Brasil é assim, sempre foi, não à toa deixaram a inflação voltar, como se ninguém fosse o culpado. Aliás, é razoável um juro feito esse do Banco Central?

Há vários “memes” na internet brincando que o brasileiro, por sua capacidade de improvisação, mereceria estudos dos melhores institutos de pesquisa do mundo. E estão corretos. Sobreviver no mercado da cultura e no mundo do livro tem quase status de arte.

Ser editor é desconhecer o amanhã, e ainda assim despertar com novas ideias e novos caminhos. Um editor vive nova eleição a cada semana, ou dia! A cada novo livro, é uma nova votação do leitor e do mercado.

O Amyr lutou pelo máximo com o mínimo de ferramentas que coubessem no seu I.A.T. a remos, e o Leonardo sabia das próprias ferramentas para seus indispensáveis improvisos nos eventos. Não há incongruência entre o planejamento e o improviso, o que há é o indispensável conhecimento e a mais absoluta vontade de se cruzar esse atlântico chamado mundo do livro e da leitura num país empobrecido.

Paulo Tedesco é escritor, editor e consultor em projetos editoriais. Desenvolveu o primeiro curso em EAD de Processos Editorais na PUCRS. Coordena o www.editoraconsultoreditorial.com (livraria, editora e cursos). É autor, entre outros, do Livros Um Guia para Autores pelo Consultor Editorial, prêmio AGES2015, categoria especial. Pode ser acompanhado pelo Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn.

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do PublishNews.

Publicidade

A Alta Novel é um selo novo que transita entre vários segmentos e busca unir diferentes gêneros com publicações que inspirem leitores de diferentes idades, mostrando um compromisso com qualidade e diversidade. Conheça nossos livros clicando aqui!

Leia também
Tivemos o prazer de ler um livro carnavalizado e carnavalizando! E há quem diga que a literatura nacional naufragou...
Paulo Tedesco escreve sobre a valorização do trabalho manual versus o trabalho intelectual e criativo
Em novo artigo, Paulo Tedesco lembra que 'nunca é tarde para reagir' e que ainda há muito a ser feito em 2024
As distantes galáxias separadas da Terra pelo vácuo parecem muito com as críticas, por exemplo, sobre o preço do livro
Em novo artigo, Paulo Tedesco faz um paralelo entre homens e livros e a sociedade como uma grande biblioteca e sobre como ela merece ser lida com maior profundidade e nas entrelinhas
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
As ruas foram tomadas por um público leitor majoritariamente jovem que me deu esperança de um futuro urgente
Publicado pela Giostri, 'Brancos não sabem pedalar', de Vanderson Castilho Munhoz, se passa em 2035, em um Brasil governador por um ditador que apoia o domínio no futebol brasileiro do Clube de Regatas Flamengo
Obra escrita por Paula Carminatti faz parte da duologia 'Ária de Yu'
Escrita por Juily Manghirmalani, 'Vivências asiático-brasileiras: raça, identidade e gênero' aborda questões como identidade cultural, autorreconhecimento, conflitos geracionais e construção de mitos sobre os povos asiáticos
A poesia existe nos fatos.
Oswald de Andrade
Escritor brasileiro
(1890 – 1954)
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar