‘A epifania’ de Samuel Seibel
PublishNews, Redação, 12/06/2019
Livreiro é o entrevistado do episódio da PublishNewsTV dessa semana

Samuel Seibel é o entrevistado do 14º episódio da PublishNews TV
Samuel Seibel é o entrevistado do 14º episódio da PublishNews TV
Quando Samuel Seibel decidiu que ia ser livreiro, ouviu de Affonso Romano de Sant´Anna que ele estava tendo uma epifania. O proprietário da Livraria da Vila está nas lentes da PublishNewsTV para contar um pouco da sua trajetória de vida - filho de imigrantes europeus que foi jornalista por cerca de uma década, trocou redações de grandes jornais pelo comércio e, quando tomou a decisão de vender livros, mergulhou a ponto de se tornar uma das mais importantes referências do mercado editorial brasileiro.

Na conversa, ele revela que Capitães da areia, de Jorge Amado, que leu pela primeira vez aos 13 anos, foi o livro que o fez leitor. “Muitas vezes me perguntam qual o meu livro de cabeceira. Acabo citando este pela marca que fez em mim”, disse a André Argolo.

Seibel conta ainda da militância do pai, que era comunista, e do período da ditadura. “Eu tive sorte de não ser pego”, contou. “Às vezes você tinha que retirar alguns livros que tinha em casa e deixar na casa de um amigo. Ou, ao contrário, de um amigo que tinha que deixar seus livros na nossa casa. Tinha um medo muito grande. Era uma paranoia, que não era uma paranoia irreal”, lembrou.

“Hoje, você se posicionar não é mais você [simplesmente] se posicionar, dar a opinião e ter a liberdade de dizer o que você pensa. Você vai estar indo contra um determinado grupo inevitavelmente”, disse. Apesar disso, ele diz que se posiciona, politicamente inclusive, nos editoriais que assina na Revista da Vila, que há 14 anos circula nos estabelecimentos dirigidos por Seibel. “Perder a amizade ou perder cliente, eu não sei se isso já chegou a acontecer”, arrematou.

Um dos momentos mais emocionantes da entrevista é quando Samuel fala sobre uma viagem que fez há dois anos, quando a sua mãe completou 100 anos. Ele e os irmãos levaram a mãe à Bessarábia, região da hoje Moldávia onde ela nasceu. “Foi emocionante”, disse. Poucos meses depois do retorno, ela morreu.

Na conversa, o livreiro falou ainda sobre o seu lado esportista (ele é triatleta, corredor de montanhas e iogue) e de viagens. O esporte e as viagens são, ao lado da família e dos livros, os quatro pilares de sua vida pessoal, afinal.

Lembrando que a conversa com Samuel rendeu um extra para a PublishNewsTV que é uma análise que o livreiro faz sobre a atual situação do mercado, sobre a crise dos dois principais varejistas de livros e de como isso afetou o seu negócio. O extra pode ser acessado clicando aqui.

Na versão mais curta do programa, Talita Facchini continua com a arqueologia do PN e Luciana Melo visitou a Loja Monstra, livraria especializada na venda de HQs de São Paulo.

Todos os nossos programas estão disponíveis no nosso canal no YouTube.


[12/06/2019 11:00:00]