O ‘otimismo realista’ de Samuel Seibel
PublishNews, Redação, 10/06/2019
Livreiro é o entrevistado do próximo episódio da PublishNewsTV, mas decidimos adiantar trecho da entrevista em que o livreiro comenta os números da Pesquisa Fipe

Vai ao ar nesta quarta-feira (12) um novo episódio da PublishNewsTV que, nessa semana, recebe Samuel Seibel, diretor da Livraria da Vila. Na entrevista que ele concedeu a André Argolo, Samuel falou especificamente sobre os resultados da série histórica da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro encomendado à Fipe pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Decidimos desmembrar esse trecho da entrevista e oferecer aos nossos anunciantes em um capítulo a parte. O livreiro relativiza a “catástrofe” representada pelos números da pesquisa. “Eu não sei se é um lado otimista meu, que talvez divirja do sentimento do mercado. Eu vou negar que houve uma crise em duas redes de fundamental importância pro mercado? Óbvio que não. Elas representam um percentual que reflete nos resultados das editoras (...). Eu entendo que há um buraco nos caixas das editoras. Nem vou entrar nessa questão”, disse às lentes da PNTV.

No entanto, Seibel aponta que há um lado pouco explorado nessa questão. “Os 4% de [crescimento no] número de exemplares vendidos é muito importante. Agora, quando o preço cai 30% de um período para cá ou até mais dependendo do segmento, poxa, é claro que é preocupante, mas acho que seria trágico – e aí estaríamos falando de catástrofe – é se o número de exemplares tivesse caído. Quando se tomou a decisão de segurar o preço do livro e eventualmente até de baixar o preço do livro – e na minha opinião [essa decisão] foi correta –, se esperava uma proporção talvez um pouco maior do aumento da venda de exemplares”, disse.


[10/06/2019 06:00:00]