Publicidade
Publicidade
A pandemia não foi bolinho nem gripezinha
PublishNews, Paulo Tedesco, 17/12/2021
Em sua coluna, Paulo Tedesco fala sobre o ano que passou, as lições aprendidas e os desafios enfrentados

Aliviada a pandemia, embora ainda não terminada, aos poucos foi ficando claro o grande volume de gente querendo publicar e fazer ler suas histórias e pensamentos sob o formato de livro. Lançamentos pipocaram por livrarias e os anúncios e avisos nas redes sociais com maior intensidade nos últimos meses desse 2021, nos fizeram ver que a vida intelectual parecia rebrotar no Brasil.

Não fosse o negacionismo criminoso do governo central brasileiro, possivelmente teríamos um 2021 próximo da normalidade, o que, ainda que pese a variante Ômicrom da gripe – que foi longe de ser uma “gripezinha” –, poderíamos termos visto lançamentos e as estimadas feiras de livros desde os primeiros meses do ano. Uma lástima, sem dúvida, pois obrigados somos a celebrar simplesmente por estarmos vivos, enquanto mais de 600 mil brasileiros pereceram. O que pareceria um exagero, é mais do que a realidade, nua e absolutamente crua.

Se após os lançamentos e as feiras vem a ressaca de fim de ano, podemos contar também com o próximo passo, afinal escritor vive de escrever, pago ou não por isso, e editora vive de fazer e vender livro, e nem sempre ganhando com isso. Então, 2022 está aí, e é hora do autor e do editor seguirem adiante, celebrarem a vida e retomarem os projetos.

E nada melhor do que buscar nas pesquisas e rascunhos onde mais se sente à vontade para retomar a escrita, e talvez um pouco mais do que isso, onde mais se sente desafiado a escrever e produzir, ou melhor, o assunto que mais lhe desafia, afinal não é a facilidade que produz obras-primas e sim as verdadeiras dificuldades.

O verão de 2021/2022 é a hora das férias escolares e dos intervalos das atribulações cotidianas, quando tudo fica mais lento, e no caso aqui do sul, quando até o trânsito fica mais leve nos dias úteis, muito mais leve. Portanto, é hora de plantio, de revolver a terra para a semeadura de novas construções literárias e editoriais.

Não temos, como escritores e editores, quase mais nenhum apoio de leis de incentivo, que, ao que parece, ficaram somente para os grandes projetos, e não àqueles pequenos e tão saudáveis à bibliodiversidade. Mas prossigamos, não pensemos na viabilização de nossos projetos olhando para os problemas, enfrentemos por etapas, estudemos, pois, pesquisemos, e escrevamos e arquitetemos, porque a arte sim tem métodos, e o maior deles é o respeito à lógica da ciência e da boa comunicação: estudos, pesquisas, rascunhos e mais rascunhos, idealização do conjunto e produção.

E encerro este ano particularmente agradecendo a todos e todas pelo inestimável apoio recebido. Voltei animado ao PublishNews, que me recebeu de braços abertos, e voltei, vivo, sobretudo, ao mundo editorial, de onde andei afastado por quase um par de anos. E, claro, aos leitores amigos, porque a experiência de escrever neste espaço é cada vez mais fantástica e impressionante a cada comentário que recebo. Um feliz 2022 a todos os leitores e parceiros da jornada editorial e autoral.

Paulo Tedesco é escritor, editor e consultor em projetos editoriais. Desenvolveu o primeiro curso em EAD de Processos Editorais na PUCRS. Coordena o www.editoraconsultoreditorial.com (livraria, editora e cursos). É autor, entre outros, do Livros Um Guia para Autores pelo Consultor Editorial, prêmio AGES2015, categoria especial. Pode ser acompanhado pelo Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn.

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do PublishNews.

Publicidade

A Alta Novel é um selo novo que transita entre vários segmentos e busca unir diferentes gêneros com publicações que inspirem leitores de diferentes idades, mostrando um compromisso com qualidade e diversidade. Conheça nossos livros clicando aqui!

Leia também
Tivemos o prazer de ler um livro carnavalizado e carnavalizando! E há quem diga que a literatura nacional naufragou...
Paulo Tedesco escreve sobre a valorização do trabalho manual versus o trabalho intelectual e criativo
Em novo artigo, Paulo Tedesco lembra que 'nunca é tarde para reagir' e que ainda há muito a ser feito em 2024
As distantes galáxias separadas da Terra pelo vácuo parecem muito com as críticas, por exemplo, sobre o preço do livro
Em novo artigo, Paulo Tedesco faz um paralelo entre homens e livros e a sociedade como uma grande biblioteca e sobre como ela merece ser lida com maior profundidade e nas entrelinhas
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
As ruas foram tomadas por um público leitor majoritariamente jovem que me deu esperança de um futuro urgente
Publicado pela Giostri, 'Brancos não sabem pedalar', de Vanderson Castilho Munhoz, se passa em 2035, em um Brasil governador por um ditador que apoia o domínio no futebol brasileiro do Clube de Regatas Flamengo
Obra escrita por Paula Carminatti faz parte da duologia 'Ária de Yu'
Escrita por Juily Manghirmalani, 'Vivências asiático-brasileiras: raça, identidade e gênero' aborda questões como identidade cultural, autorreconhecimento, conflitos geracionais e construção de mitos sobre os povos asiáticos
Todos os grandes poetas se tornam naturalmente, fatalmente, críticos.
Charles Baudelaire
Poeta francês
(1821-1867)
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar