Vera Esaú nas lentes da PNTV
PublishNews, Redação, 17/04/2019
A dama das comunicações do setor editorial conta deliciosas histórias da sua vida que vai desde o encontro com Florestan Fernandes até as reuniões com a CIA para tratar de um evento com Bill Clinton

Filha de um alemão e de uma romena que vieram para o Brasil fugindo da perseguição aos judeus entre as décadas de 1930 e 1940, Vera Esaú fez a sua vida no livro. Hoje ocupando o cargo de gerente de Relações Institucionais da Câmara Brasileira do Livro (CBL), ela começou a sua carreira, logo depois de se formar em Relações-Públicas, na Editora Ática, onde ficou por 18 anos. De lá nunca mais saiu do mercado editorial. Ela está nas lentes da PublishNewsTV dessa semana.

Na conversa que teve com André Argolo, Vera lembrou de uma emocionante história que viveu na sua segunda ida à Feira do Livro de Frankfurt, quando teve a chance de conhecer Astrid, professora do Goethe Gymnasium, escola onde seu pai estudou antes de vir para o Brasil em 1933. As duas mantém uma amizade que dura até hoje, apesar da distância.

Ela falou ainda da sua missão na CBL. “Como eu tenho experiência na indústria e de 15 anos no varejo [na Saraiva especificamente], eu tenho a visão dessas áreas. E tenho feito um trabalho bacana de estar mais próximo do associado, de entender as necessidades, de ver de que maneira a CBL deve representar melhor seus associados", resumiu.

Vera entrou na Saraiva em 1996, meses antes da inauguração da primeira megastore, no Shopping Eldorado, em São Paulo. “Já naquela época, eu já dizia: as livrarias pequenas, especializadas, nunca vão deixar de existir. São negócios completamente diferentes. É no que eu continuo acreditando. O mundo mudou. É como os grandes supermercados. Hoje você tem os supermercados de bairro. E a grande tendência é que as livrarias de bairro voltem. Não tem Amazon que ganhe de um atendimento caloroso, de quem entende, em uma livraria bacana”, refletiu.

Na conversa, ela contou casos divertidos como da vez que teve que resolver problemas de celebridades que participaram de lançamentos nas lojas da Saraiva e de como teve que se virar para preparar o lançamento de um livro de Bill Clinton em apenas três dias.

No programa, Maju Alves, responsável pelos nossos projetos especiais, revelou a primeira atração confirmada na cerimônia de entrega do Prêmio PublishNews; Talita Facchini, nossa repórter, resgatou algumas matérias dos arquivos do PublishNews e Luciana Melo visitou a Livraria Sol, na Liberdade fundada em 1949 e lá aprendeu a fazer um origami.

O programa está disponível em dois formatos, um mais curto para quem tem menos tempo e outro com a íntegra da entrevista.

[17/04/2019 10:36:00]