Publicidade
Publicidade
A noite das livrarias de Buenos Aires
PublishNews, Bernardo Gurbanov, 14/03/2018
Bernardo Gurbanov foi para a Avenida Corrientes acompanhar a 11ª edição da Noite das Livrarias e conta o que viu

A rua que nunca dorme, a emblemática e portenhíssima Avenida Corrientes resolveu fazer uma pausa.

Pausa no trânsito de veículos para assim dar espaço a pedestres ávidos por livros, leitura, música, teatro, cinema e gastronomia.

Uma multidão estimada em 80 mil pessoas respondeu à convocação, já incorporada ao calendário cultural da cidade, para a celebração da 11ª Noite das Livrarias.

Um acontecimento de características singulares, convocado pelo governo da cidade, aliado à Fundación El-Libro (organizadora da Feira do Livro de Buenos Aires), à Cámara Argentina de Papeleros, Libreros y Afines (Capla), à Federación de Comércio e Industria de Buenos Aires (Fecoba) e à Asociación de amigos de la Avenida Corrientes.

Livrarias lotadas de curiosos compradores em clima de feira do livro vivem um momento especial. Durante seis horas, das 18h às 24h, as lojas recebem um público surpreendentemente relaxado, muito mais atento às capas e conteúdos do que a excepcionalmente improváveis intromissões de amigos do alheio.

O asfalto está literal e literariamente tomado por uma maré humana formada predominantemente jovens, casais com filhos, casais sem filhos, homens e mulheres solitários ou não, todos eles sob o denominador comum do encontro com livros e autores.

Além de contar com infinitas promoções do tipo “só hoje”, a jornada está apimentada por atividades programadas em palcos chamados de Livings situados no meio da avenida, onde o visitante pode assistir a saborosos bate-papos com autores consagrados defronte para espectadores civilizadamente sentados em cadeiras providenciadas pelos organizadores.

Oficinas de micro-histórias, leitura de poesia em bares, uma “jam session” de escrita com improvisação ao vivo, mesas para jogar Go e Xadrez são apenas algumas das concorridas e motivadoras atrações.

Não bastasse a originalidade das propostas, tem até camelôs no pavimento vendendo livros de produção independente numa espécie de lado B desta noitada.

Buenos Aires obteve em 2014 o título de cidade com mais livrarias por metro quadrado outorgado pelo World Cities Culture Forum.

Enquanto a Unesco recomenda uma livraria para cada 10 mil habitantes, a city portenha apresenta algo em torno de uma livraria a cada quatro mil habitantes

Mas, nem tudo é o que parece. À boca pequena, os livreiros lamentam a queda 30 a 40% nas vendas anuais se comparadas com anos anteriores.

De qualquer forma, uma lufada de ar e dinheiro fresco fez vendedores sorrirem e se reencontrarem com quem dá sentido ao seu trabalho: o leitor consumidor.

Quem é do ramo e nos leu até aqui, claro que está pensando em como promover um evento de estrutura similar no Brasil.

Diferente das feiras e festivais literários, um evento que possibilite o protagonismo do varejo do livro, estimule a leitura e beneficie o consumidor.

Então Poder Público e iniciativa privada. Vamos conversar?

Bernardo Gurbanov é presidente da Associação Nacional de Livrarias (ANL) e proprietário da Editora Letraviva. Para conhecer mais sobre sua história livreira e de vida, leia aqui mesmo no PublishNews matéria A saga dos livreiros Gurbanov na Argentina e descubra porque ele é nosso argentino brasileiro predileto.

Tags: Buenos Aires
Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Em seu artigo, Gurbanov fala sobre a obra escolhida pelo Prêmio Jabuti como Livro do Ano e que o mercado do livro precisa urgente aprimorar sua gestão 'para sair desse estado de inércia'
Bernardo Gurbanov foi para a Feira do Livro de Buenos Aires e fala de se promover a leitura de forma criativa
Em sua coluna Bernardo Gurbanov faz um panorama da relação entre Brasil e Espanha, trazendo inclusive números e dados importantes dentro desse cenário
Nosso colunista Bernardo Gurbanov foi para Bienal do Ceará e conta tudo o que viu por lá
Em seu artigo, Bernardo Gurbanov faz uma análise sobre as boas e más notícias sobre o mercado editorial brasileiro
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Toda semana você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Em nova crônica, Luciana Pinsky conta a história de uma mulher que vivia atrasada até que esbarrou num ciclista em pleno trânsito de SP
Toda semana você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
A partir de Monteiro Lobato que, além de escritor, era um empreendedor do livro, Marcio Coelho faz, em sua coluna, uma reflexão sobre a gestão dos pontos de vendas de livros no país
Toda semana você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
A literatura nos ordena os pensamentos, nos fornece chaves imaginárias. Ela nos mostra outros mundos, abre janelas em nossa vida, nos mostra outras pessoas vivendo outras situações, outras histórias, outros enredos.
Livia Garcia-Roza
Escritora brasileira
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar