Publicidade
Publicidade
E-book é colírio
PublishNews, Redação, 29/11/2021
Em sua coluna, Paulo Tedesco fala sobre a importância que o livro digital ganhou nos últimos anos e como se adaptar às mudanças do mercado

Não é difícil imaginar o destino do livro de folhas derivadas da celulose, dado o crescimento do e-book e das possibilidades que surgem das leituras no ambiente digital, e que proporcionam, desde uma proveitosa audição do livro, até a leitura fracionada e amplamente acessível.

No entanto, para mim, não seria tão óbvio, afinal, em outro tempo, criticava a pressa em torno dos milagres cantados para o formato e-book, e que, ao contrário do que se dizia, seu sucesso não fora meteórico e destruidor das folhas, a exemplo do ocorrido na música digital, diante do CD e vinil. Portanto, o e-book, a meu ver, na época, tinha muita bajulação em torno da indústria e não do livro em si.

Como o leitor e leitora já perceberam, tinha, e tenho explicações a dar, afinal o formato e-book não só está vivo, como foi o grande destaque, junto do modelo streaming (Netflix e outros) para audiovisual, nesse período de pandemia. E tal foi, que, aliviada a pressão social e humanitária da pandemia, os e-books e outros modelos virtuais de acesso ao conteúdo, chegaram a impressionantes patamares, tão altos que dali não recuarão tão fácil.

Para os autopublicadores e pequenos editores, que é o público a que gosto de me dirigir, a importância do e-book em ePub, layout fixo, MOBI e alguns no PDF, não é mais somente das facilidades do sistema que a Amazon propõe, e que era, de certa forma, umas das coisas que me incomodava, afinal a Amazon bancava o buraco negro do universo da autopublicação virtual com seu KDP. O e-book, porém, longe das amarras da Amazon, mostrou-se com o passar dos anos numa incrível ferramenta multiplicadora do livro, do acesso ao livro e do livro em papel, nos diferentes formatos impressos possíveis.

Na conta do Google Books, assim como de todas as livrarias internacionais e sem fronteiras, das empresas que levaram os livros virtuais para dentro de escolas (em formas fracionadas de leitura), e, entre outras conquistas, também graças à impressão sob demanda (POD), que tem no e-book um divulgador e vendedor de livros, o e-book é, inevitavelmente, agora, um gigante integrado ao livro e ao que vier como livro.

Não há mais como se pensar em livro sem pensar na sua versão digital. Não dá para pensar num livro, na sua capa, sem o formato digital da primeira capa, essa é que ficará mais visível na memória do internauta. Não dá mais para pensar num livro sem pensar num título forte e na criação dos seus metadados. Não dá para pensar em livro sem também elaborar uma excelente sinopse e numa, ainda melhor, apresentação e resenha. Até podemos desprezar suas orelhas, coisas do tempo exclusivo do papel, ou do texto de lombada (o que seria um horror), mas muita coisa foi e está sendo mudada, e a principal é que o livro digital está aí, veio para dominar e mudar o mundo.

Paulo Tedesco é escritor, editor e consultor em projetos editoriais. Desenvolveu o primeiro curso em EAD de Processos Editorais na PUCRS. Coordena o www.editoraconsultoreditorial.com (livraria, editora e cursos). É autor, entre outros, do Livros Um Guia para Autores pelo Consultor Editorial, prêmio AGES2015, categoria especial. Pode ser acompanhado pelo Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn.

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do PublishNews.

Tags: e-books
Publicidade

A Alta Novel é um selo novo que transita entre vários segmentos e busca unir diferentes gêneros com publicações que inspirem leitores de diferentes idades, mostrando um compromisso com qualidade e diversidade. Conheça nossos livros clicando aqui!

Leia também
Tivemos o prazer de ler um livro carnavalizado e carnavalizando! E há quem diga que a literatura nacional naufragou...
Paulo Tedesco escreve sobre a valorização do trabalho manual versus o trabalho intelectual e criativo
Em novo artigo, Paulo Tedesco lembra que 'nunca é tarde para reagir' e que ainda há muito a ser feito em 2024
As distantes galáxias separadas da Terra pelo vácuo parecem muito com as críticas, por exemplo, sobre o preço do livro
Em novo artigo, Paulo Tedesco faz um paralelo entre homens e livros e a sociedade como uma grande biblioteca e sobre como ela merece ser lida com maior profundidade e nas entrelinhas
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
As ruas foram tomadas por um público leitor majoritariamente jovem que me deu esperança de um futuro urgente
Publicado pela Giostri, 'Brancos não sabem pedalar', de Vanderson Castilho Munhoz, se passa em 2035, em um Brasil governador por um ditador que apoia o domínio no futebol brasileiro do Clube de Regatas Flamengo
Obra escrita por Paula Carminatti faz parte da duologia 'Ária de Yu'
Escrita por Juily Manghirmalani, 'Vivências asiático-brasileiras: raça, identidade e gênero' aborda questões como identidade cultural, autorreconhecimento, conflitos geracionais e construção de mitos sobre os povos asiáticos
Um grande poema é aquele que ressoa em nós, que nos desafia e que nos ensina algo sobre nós e sobre o mundo em que vivemos.
Barack Obama
Presidente dos Estados Unidos
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar