Publicidade
Publicidade
E-book é colírio
PublishNews, Redação, 29/11/2021
Em sua coluna, Paulo Tedesco fala sobre a importância que o livro digital ganhou nos últimos anos e como se adaptar às mudanças do mercado

Não é difícil imaginar o destino do livro de folhas derivadas da celulose, dado o crescimento do e-book e das possibilidades que surgem das leituras no ambiente digital, e que proporcionam, desde uma proveitosa audição do livro, até a leitura fracionada e amplamente acessível.

No entanto, para mim, não seria tão óbvio, afinal, em outro tempo, criticava a pressa em torno dos milagres cantados para o formato e-book, e que, ao contrário do que se dizia, seu sucesso não fora meteórico e destruidor das folhas, a exemplo do ocorrido na música digital, diante do CD e vinil. Portanto, o e-book, a meu ver, na época, tinha muita bajulação em torno da indústria e não do livro em si.

Como o leitor e leitora já perceberam, tinha, e tenho explicações a dar, afinal o formato e-book não só está vivo, como foi o grande destaque, junto do modelo streaming (Netflix e outros) para audiovisual, nesse período de pandemia. E tal foi, que, aliviada a pressão social e humanitária da pandemia, os e-books e outros modelos virtuais de acesso ao conteúdo, chegaram a impressionantes patamares, tão altos que dali não recuarão tão fácil.

Para os autopublicadores e pequenos editores, que é o público a que gosto de me dirigir, a importância do e-book em ePub, layout fixo, MOBI e alguns no PDF, não é mais somente das facilidades do sistema que a Amazon propõe, e que era, de certa forma, umas das coisas que me incomodava, afinal a Amazon bancava o buraco negro do universo da autopublicação virtual com seu KDP. O e-book, porém, longe das amarras da Amazon, mostrou-se com o passar dos anos numa incrível ferramenta multiplicadora do livro, do acesso ao livro e do livro em papel, nos diferentes formatos impressos possíveis.

Na conta do Google Books, assim como de todas as livrarias internacionais e sem fronteiras, das empresas que levaram os livros virtuais para dentro de escolas (em formas fracionadas de leitura), e, entre outras conquistas, também graças à impressão sob demanda (POD), que tem no e-book um divulgador e vendedor de livros, o e-book é, inevitavelmente, agora, um gigante integrado ao livro e ao que vier como livro.

Não há mais como se pensar em livro sem pensar na sua versão digital. Não dá para pensar num livro, na sua capa, sem o formato digital da primeira capa, essa é que ficará mais visível na memória do internauta. Não dá mais para pensar num livro sem pensar num título forte e na criação dos seus metadados. Não dá para pensar em livro sem também elaborar uma excelente sinopse e numa, ainda melhor, apresentação e resenha. Até podemos desprezar suas orelhas, coisas do tempo exclusivo do papel, ou do texto de lombada (o que seria um horror), mas muita coisa foi e está sendo mudada, e a principal é que o livro digital está aí, veio para dominar e mudar o mundo.

Paulo Tedesco é escritor, editor e consultor em projetos editoriais. Desenvolveu o primeiro curso em EAD de Processos Editorais na PUCRS. Coordena o www.consultoreditorial.com.br (livraria, editora e cursos). É autor, entre outros, do Livros Um Guia para Autores pelo Consultor Editorial, prêmio AGES2015, categoria especial. Pode ser acompanhado pelo Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn.

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do PublishNews.

Tags: e-books
Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Em sua coluna, Paulo Tedesco fala sobre o ano que passou, as lições aprendidas e os desafios enfrentados
Em novo artigo para a sua coluna, Paulo Tedesco defende a autopublicação como forma de o autor ter autonomia
Em seu artigo, Paulo Tedesco discorre sobre a importância de bons profissionais do livro para obras autopublicadas
Em sua coluna, Paulo Tedesco discorre sobre a privatização dos Correios e questiona: 'Será que, uma vez privatizado os Correios, haverá alguma verdadeira política de incentivo ao livro?'
Em nova coluna, Paulo Tedesco celebra a pós-modernidade, simbolizada, na sua opinião, pela impressão por demanda
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Todas as sextas-feiras você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Influenciadora ganhadora do Prêmio IPL – Retratos da Leitura fala sobre o seu clube de leitura de clássicos da literatura brasileira
Todas as sextas-feiras você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Episódio desta semana recebe Nana Vaz de Castro, diretora de aquisições da Sextante, para falar sobre o gigante mercado de livros de autoajuda no Brasil
Todas as sextas-feiras você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Fiz da minha vida e da minha obra uma coisa única.
Jorge Amado
Escritor brasileiro

(1912 - 2001)
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar