Publicidade
Publicidade
Palestra em Frankfurt explica o 7 x 1
PublishNews, Carlo Carrenho, 19/10/2016
Carlo Carrenho relata como Ronald Schild, CEO alemão da MVB, mostrou em evento da EDItEUR que o Brasil pode melhorar muito sua logística de metadados

Ronald Schild, CEO da MVB, em sua apresentação sobre metadados no Brasil | © Lima Andruška
Ronald Schild, CEO da MVB, em sua apresentação sobre metadados no Brasil | © Lima Andruška

É inegável que o alemão Ronald Schild, CEO da MVB GmbH, é um homem de coragem. No 38th International Supply Chain Seminar,, organizado pela EDItEUR na última terça-feira (18), durante os eventos pré-Feira de Frankfurt, Ronald decidiu fazer uma apresentação sobre o mercado brasileiro.

É possível que, quando percebeu que havia sete brasileiros inscritos entre os cerca de 70 participantes, algum pensamento de arrependimento tenha cruzado sua mente, mas o fato é que Ronald seguiu com sua missão de falar sobre metadados no Brasil.

”Na verdade, eu não vim falar sobre o Brasil, mas tentar aumentar a autoestima de quem trabalha com metadados. Todo mundo diz que metadados são chatos etc., mas para entender sua importância, a melhor coisa é olhar para um mercado que ainda não tenha esta infraestrutura”, explicou o executivo.

”Por favor, não me entendam mal. Eu tenho um grande respeito pelo mercado editorial brasileiro; há pessoas excelentes lá e editores, distribuidores e livreiros fantásticos. Mas, existe no Brasil uma carência da infraestrutura que já temos em outros mercados”, afirmou o alemão.

E realmente o objetivo de Ronald não era criticar o Brasil, mas, muito mais, mostrar como é possível melhorar nossos metadados, valorizando assim as organizações e profissionais da área. E não tinha como fazer isso sem mostrar a realidade brasileira.

O que se seguiu então foi uma série de slides que mostravam as dores de nosso mercado, como o uso de planilhas de Excel para envio e recebimento de dados, falta de padronização de metadados e mesmo dessas planilhas, ausência de um sistema de classificação de livros na livraria etc. Ronald ainda lembrou que no Brasil há livros com dois ISBNs, mas preferiu não citar casos de dois livros com o mesmo ISBN…

Slide nº 11 que mostra com organização germânica a falta de infraestrutura de metadados no Brasil
Slide nº 11 que mostra com organização germânica a falta de infraestrutura de metadados no Brasil

Na verdade, Ronald pegou leve, e teve um tom bastante paternal, de querer mostrar saídas e melhorar a infraestrutura de informação do mercado brasileiro. E isto, claro, tem um contexto. Afinal a MVB está lançando a ferramenta Books In Print no Brasil.

O puxão de orelha, no entanto, foi merecido. E embora tenha sido quase engraçado ver a bagunça brasileira paradoxalmente tão esmiuçada e organizada no power point germânico, a verdade é que já passou da hora de criarmos vergonha e melhorarmos os metadados no Brasil. E qualquer iniciativa neste sentido, como a própria Books In Print ou a MercadoEditorial.org, merece aplausos.

Ao final da palestra, um dos brasileiros presentes pediu a palavra e cravou: ”Esta foi a melhor explicação de por que o Brasil perdeu de 7 x 1 da Alemanha na Copa do Mundo. E todos riram.

Mas a lição de casa não tem nada de engraçada. É hora de arregaçarmos as mangas e resolvermos de vez o problema de metadados no Brasil.

Carlo Carrenho é o fundador do PublishNews. Formado em Economia pela FEA-USP, especializou-se em Edição de Livros e Revistas no Radcliffe Publishing Course, em Cambridge (EUA). Atualmente é advisor da Ubook, Meta Brasil e da BR75. Como especialista no mercado de livros, já foi convidado para dar palestras e participar de mesas em países como EUA, Alemanha, China, África do Sul, Inglaterra e Emirados Árabes, entre outros.

É co-coordenador do curso MBA Book Publishing, da Casa Educação em São Paulo, depois de coordenar por diversos anos o curso de pós-graduação da FGV-RJ sobre o negócio do livro. Sempre atento aos novos modelos de negócio e às mudanças tecnológicas, Carlo possui um de seus focos na questão dos livros digitais e segue com afinco o que acontece no setor digital no Brasil, tanto que é autor do capítulo brasileiro do livro Global eBook: a report on market trends and developments.

Carlo é paulista, morou no Rio, e atualmente vive em Estocolmo. É cristão, mas estudou em escola judaica. É brasileiro, mas ama a Suécia. Enfim, sua vida tende à contradição. Talvez por isso ele torça para o Flamengo e adore o seriado Blue Bloods.

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Carlo Carrenho traz números e tendências do audiolivro no Reino Unido e na França
Carlo Carrenho descobriu como editores brasileiros podem disponibilizar seus livros em Portugal
Carlo Carrenho analisa os números do mercado sueco e o crescimento das plataformas de assinatura no país nórdico
Carlo Carrenho compara a crise do mercado com o dia mais curto do ano na Suécia
Carlo Carrenho estreia no maior evento do livro da Escandinávia e relata o que sentiu
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Carlo Carrenho traz números e tendências do audiolivro no Reino Unido e na França
Toda semana você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Volnei Canônica conta que foi convidado, ao lado de nomes como André Neves, Roger Mello e Marina Colasanti para participar do Salão do Livro Infantil e Juvenil da cidade espanhola de Pontevedra
Na crônica deste mês, Luciana Pinsky brinca com encontro e desencontros
Não se pode escrever sem viver e ler com intensidade.
Milton Hatoum
Escritor brasileiro
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar