Publicidade
Publicidade
O ‘pai da consignação’
PublishNews, Redação, 06/08/2020
Ivo Camargo é a personalidade da semana no PublishNews Entrevista, programa que quer compor a memória editorial brasileira

Ivo Camargo | © André Argolo
Ivo Camargo | © André Argolo
A Rua Barão de Itapetininga, no centro histórico de São Paulo é, ainda hoje, um local para onde muita gente que está em busca de empregos vai. E foi lá que começou a história de um dos grandes nomes do comércio de livros no Brasil: Ivo Camargo, o convidado desta semana do PublishNews Entrevista, programa que quer compor um arquivo da memória editorial brasileira.

Ele trabalhava em um supermercado e o salário modesto – ele queria ter o seu primeiro carro! – o levou até a Barão de Itapetininga. Um anúncio publicado no Estadão dizia que uma editora procurava vendedor. A fila era enorme, mas logo foi alertado por um dos candidatos que já tinha passado pela entrevista que aquilo era uma furada e que o bom mesmo era ser divulgador em editoras de livros didáticos.

Nesse mesmo dia, ele embarca num ônibus rumo à Vila Mariana, onde ficava a recém-lançada Atual Editora, que estava contratando divulgadores. “O salário era três vezes o do supermercado”, conta. O jovem paulistano da Mooca assina com a nova editora e ali fica por oito anos, até que é chamado por José Henrique Grossi para fazer parte do time da BestSeller, na época ligada à Nova Cultural. O livro, objeto que tinha lugar garantido na sua casa desde a infância, passa a ser o seu ganha pão. E foi ali o começo de uma grande história. “Eu acho que fui picado por esse bichinho do livro”, disse na entrevista à André Argolo.

Depois da BestSeller, Ivo ajudou a transformar o mercado editorial. Esteve já nos primeiros tempos da Companhia das Letras, fundada por Luiz Schwarcz, um revolucionário na opinião de Ivo. Para ele, o livro se modificou com o editor. “A Companhia mexeu demais com o mercado”, disse.

Uma dessas mexidas foi com a implantação de sistemas de consignação, hoje reinante na relação entre editoras e livrarias. Ivo conta os bastidores da criação deste modelo. O Brasil enfrentava inflações galopantes o que desvalorizava muito rapidamente o preço dos produtos. “O livro não dava dinheiro. Era um ralo!”, contou.

Foi aí que a equipe da Companhia teve a ideia: consignar os livros. Primeiramente a um grupo pequeno de cinco livrarias. “Em pouco tempo, isso se espalhou para todo o país”, contou na entrevista. “De repente, não teve outra saída e todo mundo entrou [no modelo]”, disse o “pai da consignação”. “A consignação, para mim, é clara: se você me ajudar e eu te ajudo. Então, faça o acerto que está tudo bem”, completou.

O PublishNews Entrevista é um oferecimento do #coisadelivreiro, consultoria em marketing e inteligência de negócios para o mercado editorial. Além de estar disponível no canal do PublishNews no YouTube, este episódio está disponível em áudio também pelas plataformas digitais: Spotify, iTunes, Google Podcasts e Overcast.

A PublishNewsTV reúne entrevistas e reportagens especiais do PublishNews

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Marcus Teles foi sabatinado por Luciana Borges, Gerson Ramos, Walter Porto e Waldiney Azevedo e falou de planos, livros e comércio digitais e da importância das livrarias independentes
Em estreia de novo programa do PublishNews, Luiza Helena Trajano fala da sua relação com a leitura, analisa a proposta de incidência da CBS sobre o livro e fala da relação ideal entre varejistas e fornecedores
Zoara Failla, gerente de projetos do Instituto Pró-Livro, encerra a temporada do PublishNews Entrevista, contando as mil aventuras que viveu, não só no livro, mas em Guiné-Bissau e como vice-presidente da Febem, numa época explosiva.
Idealizadora do Festival Literário de Poços de Caldas é a convidada dessa semana do PublishNews Entrevista
Livreiro participa do PublishNews Entrevista, programa que quer formar um arquivo da memória editorial brasileira
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Marisa Moura dá continuidade à saga da funcionária misteriosa que dessa vez parece preocupada com as mudanças no mercado do agenciamento literário
Episódio de número 175 recebe Elisa Von Randow, do estúdio Alles Blau, e Alceu Nunes, diretor de arte da Companhia das Letras
Em nova coluna, Paulo Tedesco celebra a pós-modernidade, simbolizada, na sua opinião, pela impressão por demanda
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Ricardo Costa e Cassia Carrenho, ex-colaboradores do PN, e Luciana Sousa, a funcionária mais antiga, são recebidos para relembrar histórias dos 20 anos do PublishNews
Gostaria de morrer numa livraria.
Leitor na Travessa do Shopping Leblon
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar