Nos EUA, vendas de livros impressos crescem em 2018
PublishNews, Redação, 11/01/2019
O segmento vem tendo crescimentos – mesmo que modestos – desde 2013. Os dados são da Nielsen.

Vendas de livros impressos crescem nos EUA. Foto da Strand Books em Nova York | © Gustavo Guertler
Vendas de livros impressos crescem nos EUA. Foto da Strand Books em Nova York | © Gustavo Guertler
Nos EUA, as vendas unitárias de livros impressos cresceram 1,3% em 2018 na comparação com 2017. Os dados são da Nielsen. De acordo com o instituto de pesquisa, foram 695 milhões de exemplares vendidos entre janeiro e dezembro de 2018, contra 686,9 milhões vendidos no ano anterior. Desde 2013, as vendas de livros impressos têm crescido no país. O ganho foi maior na categoria Não Ficção. O crescimento foi de 8,5%. Os livros que puxaram para cima esse número foram os de conteúdo político e, em especial, o best-seller do ano, Becoming (que no Brasil ganhou o título Minha história e saiu pela Objetiva), o livro de Michelle Obama, lançado em novembro, mas que vendeu sozinho 3,4 milhões de cópias. Só cinco livros atingiram a marca de mais de um milhão de livros vendidos, segundo os dados do Bookscan, a ferramenta da Nielsen que monitora varejistas de livros. Outra categoria que teve crescimento positivo foi a de Não Ficção Juvenil, com 3%. As categorias Ficção Adulta (-4,6%), Ficção Juvenil (-0,9%) e Ficção para Jovens Adultos (-0,1%) apresentaram números negativos.  

Tags: EUA, Nielsen
[11/01/2019 07:30:00]