Diários de Frankfurt: Talita, além de repórter, é também marinheira de primeira viagem
PublishNews, Talita Facchini, 09/10/2018
Estreando em Frankfurt, Talita Facchini conta as suas primeiras impressões de Frankfurt

Este ano, mesmo com uma agenda pronta e cheia de mesas para acompanhar durante todos os dias da Feira de Frankfurt, me voluntariei para escrever o diário de primeira viagem. Diria que a chance de chegar inteira e sem olheiras até o final da semana são mínimas, mas pretendo aproveitar tudo ao máximo.

Depois de quase 15 horas de viagem (fizemos uma paradinha em Paris), eu e Leonardo [Neto, editor do PublishNews] chegamos na tarde de ontem em Frankfurt, almoçamos e deixamos o cansaço de lado para fazermos um pequeno tour pelo centro da cidade. O bom de ter um “marinheiro de muitas viagens” como acompanhante é que fiz um tour guiado e já aprendi algumas coisas interessantes, como por exemplo, a história por trás das Pedras do Tropeço, espalhadas por alguns lugares no chão da cidade e que são memoriais às vítimas dos nazistas. As placas contam qual o destino dessas vítimas e se encontram na frente das casas onde essas pessoas moravam.

Andamos também pela praça Römer, um dos marcos da cidade e fomos até o Rio Main para olhar a paisagem. Na volta, entramos na Catedral de Frankfurt, que pode ser vista de longe e é linda de viver. O mais interessante é ler a história da igreja e olhar as imagens de como ela e a cidade foram praticamente destruídas na Segunda Guerra Mundial. Tudo isso me faz imaginar como foi viver numa época como aquela e dar mais importância ainda ao esforço feito pra reconstruir todo o lugar.

No dia seguinte começaram os compromissos da feira e acho que tirei a sorte grande por ter sido escalada para cobrir a conferência de imprensa que teve a participação da Chimamanda. Com um discurso maravilhoso ela falou sobre a importância de se olhar para os outros e principalmente de se respeitar as mulheres. Falou sobre a falta de empatia que move o mundo atualmente e contou um pouco sobre sua história e de como se tornou um ícone feminista. Saí de lá pensando em como queria que milhões de brasileiros tivessem ouvido tudo o que ela disse, mas para quem quer um resumo da conferência, vale clicar aqui.

Agora, enquanto escrevo o primeiro capítulo desse diário, eu e Léo estamos na correria para fechar o PublishNews a tempo e já estamos de olho nos próximos compromissos do dia. Ainda está só começando mas espero conseguir mostrar tudo o que eu ver por aqui nos próximos dias, conciliando os dois lados: o de jornalista e turista.

Pedras do tropeço
Pedras do tropeço

Old St Nicholas Church
Old St Nicholas Church

Praça Römer
Praça Römer

Rio Main
Rio Main

Catedral de Frankfurt
Catedral de Frankfurt

Press Conference, na nova área da feira, o Frankfurt Pavilion
Press Conference, na nova área da feira, o Frankfurt Pavilion

Chimamanda Ngozi Adichie
Chimamanda Ngozi Adichie


* Talita Facchini é jornalista e atua como repórter do PublishNews. Essa é a sua segunda feira internacional. Esteve em 2017 na cobertura da Feira Internacional de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos. Por conta disso, é conhecida dentro do PublishNews como a princesa das Arábias. Na volta de Frankfurt, teremos que achar uma nova alcunha... 

[09/10/2018 09:50:00]