Publicidade
Publicidade
O cordel invisível
PublishNews, Bernardo Gurbanov, 03/05/2017
Nosso colunista Bernardo Gurbanov foi para Bienal do Ceará e conta tudo o que viu por lá

Expositores da Bienal do Livro do Ceará foram, na sua maioria, empresas locais | © Bernardo Gurbanov
Expositores da Bienal do Livro do Ceará foram, na sua maioria, empresas locais | © Bernardo Gurbanov

Visível para o povo, invisível para as estatísticas, o Cordel foi o grande destaque de XII Bienal internacional do Livro do Ceará realizada em Fortaleza de 14 a 23 de abril de 2017 no Centro de Eventos do Ceará.

Sob o lema “Cada pessoa, um livro; o mundo, a biblioteca” a Secretaria de Cultura estadual acertou na programação, criando a Praça do Cordel que incluindo um palco para apresentações musicais e declamações e ainda um espaço para exposição e venda de folhetos e livros de Cordel.

Gênero literário de raiz, descreve com rimas simples as mais variadas situações do cotidiano, episódios históricos e até situações da política atual, ilustrados por gravuras e desenhos simples, porém inconfundíveis.

Pensado como produto cultural transmissor de informações, percebemos que o folheto de literatura de cordel exatamente por ser folheto não está incluído nas pesquisas relativas ao mundo editorial e nos índices nacionais de leitura.

Não sendo livro, não tem ISBN e, portanto, fica excluído de qualquer contagem. No entanto, talvez o mercado pudesse começar a pensar sobre as contribuições deste gênero, tanto como produto como pela sua função no estímulo da leitura.

Praça do Cordel, dentro da programação da Bienal, reuniu apaixonados pela literatura de cordel | © Bernardo Gurbanov
Praça do Cordel, dentro da programação da Bienal, reuniu apaixonados pela literatura de cordel | © Bernardo Gurbanov
O folheto de Cordel como recurso econômico

Qual é o alcance da economia do Cordel? Quantas famílias são sustentadas a partir da produção e comercialização do Cordel? Será que esta publicação sui generis não merece mais atenção?

Tudo indica que, salvo quando é compilado em livros, continuará invisível para a indústria editorial.

O público

A intensa frequência do público comprador aos feriados e finais de semana contrasta com a visita escolar promovida durante os dias úteis com vendas estacionadas em patamares insuficientes.

As crianças, sempre acompanhados pelos seus professores se depararam com todo tipo de livros, contações de histórias, exposições sobre ciência e até circo.

O público adulto, bem qualificado e familiarizado com o manuseio do livro, pôde usufruir de uma programação cultural abundante e de qualidade, com presença de autores nacionais e internacionais que nada deve a outras Bienais promovidas no Brasil.

Os expositores

A diferença das Bienais de São Paulo e Rio de Janeiro, a maioria dos expositores são empresas locais, distribuidoras, livrarias e editoras de pequeno porte.

Estandes sem ostentações arquitetônicas, nivelam a exposição em patamares aceitáveis conformando um evento que valoriza a literatura local e os seus atores, sem deixar de focar em autores de âmbito nacional e internacional.

Bernardo Gurbanov é presidente da Associação Nacional de Livrarias (ANL) e proprietário da Editora Letraviva. Para conhecer mais sobre sua história livreira e de vida, leia aqui mesmo no PublishNews matéria A saga dos livreiros Gurbanov na Argentina e descubra porque ele é nosso argentino brasileiro predileto.

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Em sua coluna, Gurbanov fala sobre a sua participação no Fórum sobre Políticas Públicas e a Rede de Livros no México e como o Brasil se comporta nesse quesito
Em seu artigo, Gurbanov fala sobre a obra escolhida pelo Prêmio Jabuti como Livro do Ano e que o mercado do livro precisa urgente aprimorar sua gestão 'para sair desse estado de inércia'
Bernardo Gurbanov foi para a Feira do Livro de Buenos Aires e fala de se promover a leitura de forma criativa
Bernardo Gurbanov foi para a Avenida Corrientes acompanhar a 11ª edição da Noite das Livrarias e conta o que viu
Em sua coluna Bernardo Gurbanov faz um panorama da relação entre Brasil e Espanha, trazendo inclusive números e dados importantes dentro desse cenário
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Carlo Carrenho traz números e tendências do audiolivro no Reino Unido e na França
Toda semana você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Volnei Canônica conta que foi convidado, ao lado de nomes como André Neves, Roger Mello e Marina Colasanti para participar do Salão do Livro Infantil e Juvenil da cidade espanhola de Pontevedra
Na crônica deste mês, Luciana Pinsky brinca com encontro e desencontros
Design não é padaria.
Luiza Aché
Designer gráfico brasileira
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar