Publicidade
Publicidade
Chorar ou vender lenço?
PublishNews, André Palme*, 26/08/2015
O Brasil é o país dos tablets e dos smartphones, mas o que estamos fazendo para que os brasileiros troquem a leitura de algo na internet por um livro? André Palme (foto) tenta responder.

Em um ano como este, em que o mercado e o país estão em crise, não nos resta outra opção que não seja inovar, com mais velocidade. Na maneira de pensar, de produzir, de gerar novas oportunidades e manter nossos negócios sustentáveis e saudáveis.

Estamos sentindo na pele a inflação e a desaceleração de muitas áreas da economia, mas alguns números continuam animadores. Segundo estudo publicado pela FGV em abril de 2015, o acesso à tecnologia no Brasil vem crescendo e o número de smartphones já bate a casa dos 154 milhões; tablets são 24 milhões e se totalizarmos os dispositivos conectados à internet, são 306 milhões.

Claro, ainda existem muitas questões a resolvermos, como o acesso à internet por um preço mais justo e devices mais baratos; lembro que no ano passado, na Itália, comprei um chip pré-pago por 20 euros mensais que permitiam 3 mil minutos para ligações, internet e SMS ilimitados. Muito diferente do que temos atualmente por aqui.

Isso pode parecer um problema, já que é isso, em essência, o que o mundo digital deve fazer: distribuir ainda mais conhecimento para um número maior de pessoas. Mas vamos falar dos fatos positivos. Hoje, temos, sim, um país onde uma parcela significativa da população utiliza celulares, tablets e computadores conectados à internet muitas horas por dia. Quando falamos especificamente do celular, esse número de horas aumenta exponencialmente. Sou um dos usuários que entra facilmente nessa estatística!

E aí surge uma questão, levantada pela amiga e companheira de aventuras digitais, Susanna Florissi: dizer hoje que o brasileiro não lê, não é uma verdade tão absoluta. O brasileiro lê, sim, e muito. Basta observarmos os celulares. O consumo de informação é imenso. Agora, se o que é consumido hoje tem qualidade, é uma outra história.

A questão é: temos um consumidor que já está com a tela na frente dele durante muitas horas do dia; ele já está conectado à internet e já lê de alguma maneira. O quanto estamos aproveitando este leitor para fazer com que ele troque a leitura de algo da internet por um livro, um conto digital que ele pode ler enquanto vai ao trabalho, ou, ainda, um livro que ele pode ouvir enquanto espera em uma fila qualquer?

Em um país continental como o Brasil, o digital pode representar uma maneira rápida, eficiente e barata de distribuir conteúdo de qualidade para um número cada vez maior de pessoas, através da internet, para que leiam em um aparelho com o qual já estão familiarizados e usam cada vez mais, para um número maior de atividades.

Na minha visão, chegar ao leitor final é o maior desafio e pode ser a maior recompensa, seja para conquistar um novo público, seja para capilarizar as vendas e não ter a maior parte do faturamento concentrado em um único grande cliente.

O leitor tem cada vez mais o poder de escolha na compra. Agora, não são só as editoras que escolhem o que colocar no mercado; os leitores ditam as regras. Então, parece fazer muito sentido aproveitar este consumidor digital para construir clientes e leitores fiéis.

Afinal, “enquanto uns choram, outros vendem lenço”.


* André Palme é apaixonado pela leitura digital e pelas possibilidades deste universo. Iniciou seu contato profissional com e-books em 2013. Foi o responsável pela entrada no mercado digital da Editora DSOP. Foi palestrante na Feira de Frankfurt 2014, além da participação em feiras nacionais e internacionais. Hoje está à frente d’O Fiel Carteiro, uma editora 100% digital que possui mais de 150 e-books e audiolivros publicados e está presente em modelos inovadores de leitura. Foi o responsável pelo projeto que publicou o primeiro e-book de um reality show brasileiro, em parceria com o SBT. Integra a Comissão do Livro Digital da Câmara Brasileira do Livro e torce para a bateria do celular não acabar durante o dia.

André Palme é country manager da Storytel e apaixonado por conteúdo e livros, tendo seu foco de atuação em desenvolvimento e gestão de negócios, universo digital e inovação. Foi o primeiro embaixador do Business Club da Feira do Livro de Frankfurt no Brasil, além de palestrar em feiras nacionais e internacionais. Também é sócio de uma pousada na beira da praia em Florianópolis. Além disso torce para a bateria do celular não acabar nunca

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do PublishNews

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Em novo artigo, André Palme comenta a nova funcionalidade do Instagram e diz que lições a plataforma pode dar ao mercado do livro
Em seu último artigo da série, Palme fala sobre como mensurar os resultados de uma campanha de marketing
Em seu sétimo artigo, Palme fala sobre a importância dos chatbots e como eles podem ser um aliado poderoso nas vendas e ações de marketing
Em seu sexto artigo, André Palme fala sobre um modelo de vendas que cresce sem parar: as vendas digitais.
Em seu quinto artigo da série 'Marketing Digital e Outras Coisitas Mais', André Palme fala sobre a importância dos influenciadores e como nem sempre o volume de seguidores é o que mais importa
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
O porta-a-porta é o terceiro canal de vendas de livros no Brasil. Edição especial do Podcast do PublishNews fala um pouco sobre esse setor.
Toda semana você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Daniela Kfuri, diretora de marketing e vendas da HarperCollins Brasil e eleita Profissional do Ano de Marketing e Vendas do último Prêmio PublishNews, é a entrevistada dessa semana do PublishNews Entrevista
Carlo Carrenho entrevista três respeitados profissionais de marketing e vendas do mercado de livros no Brasil: Daniela Kfuri, Bruno Zolotar e Gerson Ramos
O Podcast do PublishNews recebeu Pedro Miliet, consultor em tecnologia digital em acessibilidade, para falar sobre o mercado de livros acessíveis
Acho que todos nós que trabalhamos com o livro somos missionários. O livro educa, transforma e nos faz refletir.
Vera Esaú
Gerente de Relações Institucionais da CBL
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar