Publicidade
Publicidade
Amazon agora é de papel
Publishnews, Carlo Carrenho, 21/08/2014
Em sua coluna, Carlo Carrenho fala sobre a entrada da Amazon na venda de livros físicos e seus destaques no e-commerce.

Alex Szapiro, diretor-geral da Amazon no Brasil, agora é todo papel (Divulgação | Amazon)
Alex Szapiro, diretor-geral da Amazon no Brasil, agora é todo papel (Divulgação | Amazon)

Dois tipos de comentários eram frequentes no mercado editorial brasileiro nos últimos meses. O primeiro que a Amazon iniciaria sua operação de livros físicos no Brasil nos próximos dias. O segundo que a Amazon estava devagar demais tanto nas vendas de livros digitais quanto no lançamento do e-commerce de livros de papel, e que não estava fazendo jus às expectativas. Houve até quem dissesse que a Amazon sairia do Brasil. Mas a partir de hoje, 21/8, os comentaristas profissionais do mercado editorial terão que procurar outros assuntos. Afinal, a loja da Amazon de livros físicos está finalmente entrado no ar em www.amazon.com.br/livros.

E se a gigante de Seattle parecia devagar para montar sua operação física no Brasil, o catálogo de 150 mil livros em português que ela está oferecendo no Brasil explica a razão desta demora. Afinal, este número é praticamente o total de livros físicos brasileiros em catálogo - e montar um catálogo exige tempo. Considerando-se a baixa qualidade dos metadados brasileiros e a rede de distribuição de livros ainda limitada no Brasil, pode-se dizer que a Amazon andou bem rápido. E que seus funcionários podem ser qualquer coisa, menos lentos.

Para abastecer seu estoque, a Amazon negociou com distribuidores, mas também direto com várias editoras. Os seis distribuidores que abastecerão a filial brasileira de Jeff Bezos são Bookpartners, Disal, Acaiaca, Superpedido, Catavento e i-Supply. A empresa não foi agressiva em sua negociação de descontos com as editoras, o que pode ser um sinal de que não enfocará tanto nos descontos para conquistar clientes. Em muitas editoras os descontos negociados para a aquisição de livros pela Amazon foram menores daqueles praticados com outros grandes varejistas.

A logística, segundo matéria do Valor Econômico, está a cargo da Luft, que antes atendia a extinta operação de comércio eletrônico do Carrefour. A seguir os principais destaques do mais novo e-commerce de livros no Brasil:

  • Catálogo de 150 mil livros em português
  • Frete gratuito para compras acima de R$69,00
  • Devolução em até 30 dias da data de compra por qualquer motivo (a lei brasileira exige 7 dias)
  • Leia Enquanto Enviamos:  funcionalidade disponível para 13 mil livros que permite que o leitor receba trechos iniciais do livro em formato digital para ler enquanto não recebe o livro físico.
  • Entrega em 1 dia útil para CEPs selecionados da Grande São Paulopara pedidos feitos até as 11h
  • Comparação de preços entre o formato digital e físico

Agora é esperar para ver qual será a performance da Amazon no Brasil. Mas a verdade é que as dificuldades logísticas nacionais não impediram a empresa norte-americana de se lançar no Brasil com um catálogo de gente grande. Resta saber se os consumidores brasileiros serão seduzidos pelo canto das sereias amazônicas.

Carlo Carrenho é o fundador do PublishNews. Formado em Economia pela FEA-USP, especializou-se em Edição de Livros e Revistas no Radcliffe Publishing Course, em Cambridge (EUA). Atualmente é advisor da Ubook, Meta Brasil e da BR75. Como especialista no mercado de livros, já foi convidado para dar palestras e participar de mesas em países como EUA, Alemanha, China, África do Sul, Inglaterra e Emirados Árabes, entre outros.

É co-coordenador do curso MBA Book Publishing, da Casa Educação em São Paulo, depois de coordenar por diversos anos o curso de pós-graduação da FGV-RJ sobre o negócio do livro. Sempre atento aos novos modelos de negócio e às mudanças tecnológicas, Carlo possui um de seus focos na questão dos livros digitais e segue com afinco o que acontece no setor digital no Brasil, tanto que é autor do capítulo brasileiro do livro Global eBook: a report on market trends and developments.

Carlo é paulista, morou no Rio, e atualmente vive em Estocolmo. É cristão, mas estudou em escola judaica. É brasileiro, mas ama a Suécia. Enfim, sua vida tende à contradição. Talvez por isso ele torça para o Flamengo e adore o seriado Blue Bloods.

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Carlo Carrenho compara a crise do mercado com o dia mais curto do ano na Suécia
Carlo Carrenho estreia no maior evento do livro da Escandinávia e relata o que sentiu
Carlo Carrenho faz três microanálises sobre a mais recente aquisição da rede de livrarias paulista
Carlo Carrenho defende que a liberdade de se publicar tranquilamente livros contra a legalização do aborto ou de Marx para crianças continue existindo no Brasil
Carlo Carrenho analisa os dois maiores mercados editoriais da América do Sul
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Toda semana você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Em nova crônica, Luciana Pinsky conta a história de uma mulher que vivia atrasada até que esbarrou num ciclista em pleno trânsito de SP
Toda semana você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
A partir de Monteiro Lobato que, além de escritor, era um empreendedor do livro, Marcio Coelho faz, em sua coluna, uma reflexão sobre a gestão dos pontos de vendas de livros no país
Toda semana você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Os livros são mais antigos do que os direitos autorais. Os livros são mais antigos do que o trabalho editorial. Os livros são mais antigos do que a impressão!
C. Doctorow
Escritor norte-americano
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar