Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 15/10/2018
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Redação, 15/10/2018

Wilson Troque, que estava no cargo de coordenador-geral dos Programas do Livro do FNDE desde o início de 2017, deixa o comando da pasta responsável pelas compras de livros para estudantes das escolas públicas de todo o Brasil. Em conversa que teve com o PublishNews, Troque informou que deixa o cargo por motivos familiares, mas fica como consultor, com uma “rotina mais amena” e com o objetivo de terminar projetos em andamento, como o PNLD Literário, PNLD Didático, a compra de livros em braile e o Grupo de Trabalho de Bibliotecas Escolares. “Meu sentimento hoje é de gratidão por ter tido a oportunidade de  contribuir um pouco para a educação de nosso país e por ter ajudado a fomentar o mercado editorial, no qual trabalhei muitos anos de minha vida”, disse ele. Wilson confirma ainda que quem assume o posto é Lauri Cericato, que reúne mais de 20 anos de experiência no mercado de didáticos e teve passagens por Saraiva e FTD, Santillana e Moderna. 

PublishNews, Talita Facchini, 15/10/2018

A Editora Gente é a terceira no Ranking Geral Anual de 2018. Isso por si só já seria motivo para comemorações. Mas, Roberto Shinyashiki, seu fundador, deve estar ainda mais feliz essa semana. É que o livro O mentor (Gente), no qual o jornalista Edvaldo Pereira Lima conta a sua trajetória, estreou na lista dos mais vendidos, ocupando a posição de número 8 da Lista de Negócios. Foram 1.520 exemplares vendidos. A obra conta a história de superação de Roberto, e conta como suas atitudes o levaram a sair da periferia de Santos para se tornar um palestrante internacional e mentor de artistas e empresários. Outra estreia que merece destaque é a da editora 100% Cristão que apareceu pela primeira vez na lista Infantojuvenil com o livro Devocional Turma da Mônica. A obra, que vendeu 611 exemplares e garantiu o 16º lugar da lista é uma parceria inédita entre a Editora 100% Cristão e a Mauricio de Sousa Produções.

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Foto enviada por fontes do PublishNews do exato momento do fechamento da loja do Cine Vitória no Rio de JaneiroNa última quinta-feira (11), véspera de feriado, a Livraria Cultura fechou as portas da sua unidade do Cine Vitória, localizada no centro do Rio de Janeiro. Em comunicado, a rede comandada pela família Herz afirma que “com este movimento, a empresa segue rigorosamente o plano estratégico traçado para os próximos anos: manter unidades com alta performance, enriquecer cada vez mais a experiência do cliente em loja e crescer significativamente no e-commerce”. Até 2020, o plano da empresa é que 80% do seu faturamento venha por meio de canais digitais. Bom lembrar que no início desse ano, a Cultura assumiu as 12 lojas da FNAC no Brasil. Hoje resta apenas uma, a de Goiânia. “Diante do cenário de incertezas no país, não podemos ser irresponsáveis a ponto de manter lojas deficitárias”, continua o documento enviado à imprensa. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Há três semanas da Feira Internacional do Livro de Sharjah, a Sharjah Book Autority (SBA) aproveitou a Feira de Frankfurt para promover o seu evento. “Nossa participação em Frankfurt menos de um mês antes de lançarmos a 37ª edição da nossa Feira tem sido um passo oportuno na promoção das pessoas e na conscientização sobre o principal evento literário anual da região árabe. Este ano, a  SIBF já conta com 77 países em todo o mundo”, contou Al Ameri, que preside a Sharjah Book Authority. ** A 70ª edição da Feira do Livro de Frankfurt terminou com um aumento de 0,8% no número de visitantes no fim de semana e uma ligeira queda de 1,8% durante os dias comerciais. No geral, a participação internacional aumentou na feira este ano, tanto em expositores quanto em visitantes profissionais (foram 7.503 expositores de 109 países). ** O presidente da feira, Juergen Boos, disse que o evento é o lugar ideal para discutir tópicos que afetam a comunidade global. "Uma série de tópicos predominou durante as atividades deste ano, incluindo a importância dos direitos humanos, juntamente com o deslocamento e a migração, o populismo e o engajamento cívico". ** Em Frankfurt, a Estação Liberdade bateu o martelo e comprou o livro La scopa di don Abbondio, de Luciano Canfora. O ensaio do historiador italiano trata dos movimentos violentos da história. A editora de Angel Bojadsen ficou também com o romance Os carregadores de água, do afegão Atiq Rahimini. O livro sai na França em janeiro depois que o cineasta e escritor voltar de Ruanda, onde está rodando um filme baseado na obra de Scholastique Mukasonga. 

PublishNews, Talita Facchini, 15/10/2018

O último capítulo desse diário começa de novo de onde o outro terminou: na quinta-feira, logo depois de termos fechado o PublishNews na correria. Este ano, eu e Leo dividimos os compromissos para podermos cobrir todas as mesas que achávamos interessante, mas mesmo assim, foi muito corrido. Fechamos a edição do PN às 15:20 e fomos direto almoçar já que nós dois tínhamos mesas para acompanhar às 16h. Mas, depois disso, começaram novamente os happy hours nos estandes e passamos pelo do Brasil, para conferir a já tradicional Caipirinha Hour que lotou o lugar de brasileiros e estrangeiros prontos para conversar um pouco e tomar um chopp ou uma caipirinha. Assim como todos os anos, quinta também é dia da Digital Night, festona encabeçada pela Bookwire e Kobo, e foi para lá que fomos depois e terminamos a noite. Na sexta, só acompanhei uma mesa sobre o trabalho da imprensa feminista para reverter o preconceito de gênero, que é um assunto que me interessa e ouvi que trabalhar e divulgar o feminismo é uma ação necessária. Clique no Leia Mais e saiba como foram os últimos dias de Talita em Frankfurt.

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Na última semana, a redação do PublishNews se mudou para a Alemanha para a cobertura da Feira do Livro de Frankfurt. Como não podia deixar de ser, de lá, nossos repórteres mandaram entrevistas também para o Podcast. Passaram pelos nossos microfones os escritores brasileiros J.P. Cuenca e Geovani Martins, que participaram da programação oficial da Feira; a agente literária Nicole Witt; a livreira alemã Petra Noack e Eduardo Albano, do Ubook, que comentou o que viu na Audiobook Conference, uma das novidades dessa edição da feira. Além disso, nossa equipe que ficou no Brasil comentou o que foi destaque no nosso noticiário na semana passada. Clique no Leia Mais para ouvir o programa. 

PublishNews, Redação, 11/10/2018

No dia 26 de outubro será lançado o primeiro livro do Selo Emília: Um mundo aberto: cultura e primeira infância, da pesquisadora argentina María Emília López. A obra traz reflexões sobre leitura, mediação, práticas lúdicas e emocionais na vida contemporânea e a possibilidade de construção de novos dispositivos culturais e de novas políticas públicas para as crianças e suas famílias. O Selo Emília nasce como um projeto independente e de construção coletiva. “Desejamos traçar um caminho diferente no mercado editorial, de forma a possibilitar novas reflexões para os desafios da contemporaneidade e dar voz a diferentes interlocutores”, explica Dolores Prades, editora e colunista do PublishNews. Durante o evento de lançamento também acontecerá a mesa-redonda Múltiplas infâncias: o direito à existência do diverso, com a participação de María Emilia López e de Gusti Rosemffet, premiado ilustrador argentino radicado na Espanha, conhecido por seu trabalho em torno da inclusão. Gusti também lança o livro Não somos anjinhos (Solisluna). O lançamento acontecerá na Livraria NoveSete, em São Paulo, a partir das 19h. 

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Nas notícias do final de semana, o jornal O Dia publicou uma coluna escrita por Raquel Menezes. No texto, a presidente da Libre fala sobre a importância da leitura e da criação de mais políticas públicas para a formação de leitores, citando o GT da Crise, que se reuniu no último mês para discutir o assunto. Na coluna da Babel, destaque para o Fórum das Letras, que com o tema Emergências: Literaturas e Outras Narrativas, se uniu ao Sesc para realizar mais uma edição, abandonando a ideia de se tornar bienal. Idealizado por Guiomar de Grammont, o evento que acontece de 1º a 4 de novembro homenageará os poetas Paulo Leminski (1944–1989) e Guilherme Mansur e terá a participação de Conceição Evaristo, Milton Hatoum. N’O Globo, o coleguinha Ancelmo Gois contou que o primeiro livro de contos de Moacyr ScliarO carnaval dos animais, ganhará edição especial da L&PM. Já o Painel das Letras falou sobre os dois livros mais disputados na Feira de Frankfurt esse ano e que trazem temas sobre ditaduras e o autoritarismo. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra dessa nota.

“Acho que cada escritor estabelece uma relação com a realidade segundo a sua personalidade”
Nélida Piñon
Escritor brasileiro - 'Um escritor na biblioteca'
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
3.
O milagre da manhã
4.
Seja foda!
5.
O poder da autorresponsabilidade
6.
Me poupe!
7.
Poesia que transforma
8.
Crença Inabalável
9.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
10.
O poder da ação
 
PublishNews, Redação, 15/10/2018

Uma das mais respeitadas terapeutas de casais do mundo, Esther Perel apresenta uma visão corajosa e provocativa sobre intimidade e sexo. Podemos desejar o que já temos? Por que a chegada dos filhos tantas vezes significa o desastre erótico? A boa intimidade sempre leva ao bom sexo? Sexo no cativeiro (Objetiva, 240 pp, R$ 54,90 - Trad.: Adalgisa Campos da Silva), nessa edição revisada e atualizada, explora a paradoxal união entre a rotina do casamento e desejo sexual e explica o que é necessário para trazer a sensualidade de volta ao lar. Com base em mais de vinte anos de experiência como terapeuta de casal, Perel examina as ansiedades e os obstáculos que surgem quando a busca pelo amor seguro entra em conflito com a necessidade da paixão. Através de estudos de caso e discussões vigorosas, a autora demonstra como é possível manter o sexo excitante e divertido nos relacionamentos duradouros. Um livro que rompe os estereótipos sobre desejo. 

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Celebrada como uma nova e original voz do budismo, a monja francesa Kankyo Tannier parte de sua experiência pessoal para mostrar ao leitor o poder transformador da prática do silêncio. Não apenas o silêncio das palavras, mas também dos pensamentos (reduzindo julgamentos e críticas internas), dos olhos (evitando o excesso de informações) e do corpo (reencontrando o prazer de estar presente a cada momento). Escrito com sensibilidade e a dose certa de humor, A magia do silêncio (Sextante, 160 pp, R$ 29,90 – Trad.: André Telles) traz dicas, meditações e exercícios práticos para incluir pequenos intervalos de paz na agitação do dia a dia. Ao fazer essas pausas, os sentidos despertam e voltam a se abrir para as maravilhas escondidas na vida cotidiana.

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Pronunciado pela primeira vez há mais de dois mil anos pelo poeta Horácio, Carpe diem – “aproveite o dia” – ressoa até hoje em nossa cultura. Músicas, filmes, livros inspiraram-se nesse antigo lema, disseminando seu potencial transformador. Mas o verdadeiro espírito do carpe diem foi sequestrado e corre o risco de desaparecer. Reduziram-no ao prazer instantâneo de uma compra em apenas um clique ou à ideia de viver o aqui e agora. Carpe diem: resgatando a arte de aproveitar a vida (Zahar, 280 pp, R$ 59,90 – Trad.: Maria Luiza X de A. Borges) é uma abrangente biografia cultural e filosófica do carpe diem, um chamado a recapturá-lo. O destacado filósofo popular Roman Krznaric revela cinco diferentes maneiras de aproveitar o dia que a humanidade descobriu ao longo dos anos – oportunidade, hedonismo, presença, espontaneidade e política –, com um capítulo dedicado a cada uma. O autor explora não apenas as contribuições de grandes pensadores, mas também insights e lições das vidas de praticantes pioneiros do lema.

PublishNews, Redação, 15/10/2018

Mais de duas décadas após o seu lançamento, o clássico de Olavo de Carvalho O imbecil coletivo (Record, 448 pp, R$ 69,90), chega às livrarias em volume único. No livro, o autor faz uma reflexão sobre aquilo que acredita ser o fenômeno da decadência intelectual do Brasil, apresentando exemplos e as implicações do que seria esse mal. Mais de vinte anos depois, nada no livro pode ser compreendido como datado, no sentido de ultrapassado, ou inconsistente com o pensamento do filósofo. O espírito do tempo, captado por Olavo, é o mesmo, senão agravado. A reedição, deste que é considerado um dos livros mais populares e de maior repercussão do autor, chegou ao primeiro lugar na pré-venda da Amazon na categoria ‘Comentários Políticos e Opinião’. O autor já é um best-seller pela editora: O mínimo que você precisa para não ser um idiota, também lançado pela Record, já vendeu mais de 200 mil exemplares.

PublishNews, Redação, 15/10/2018

No chão da escola (Passarinho, 120 pp, R$ 32,90), o autor Marcelo Cunha Bueno reflete sobre educação sócio-construtivista, o processo contínuo de aprendizado da criança e a sua ligação com os professores e o afeto existente nessa conexão; além de mostrar o contato das crianças entre si e delas com a natureza. Apresenta também a alegria de aprender, de pensar, de descobrir o mundo. Em 19 capítulos, Marcelo fala sobre o porquê é bom entrar para a escola; fases do desenvolvimento; a sala de aula como cenário de ideias; sobre rotina, adaptação, afeto e confiança; a hora de perguntar; refletir e festejar datas comemorativas. O autor busca mostrar que a infância não é apenas aquele momento de belas lembranças, onde tudo é bonito e gostoso. Este é um momento de incertezas unidas a descobertas, apresentando possibilidades de transformações durante experiências da brincadeira ao aprendizado.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.