Audible capitula e não legendará audiolivros (por enquanto, pelo menos)
PublishNews, Redação, 03/09/2019
Após uma medida provisória apresentada no final de agosto, a empresa de audiolivros da Amazon aceitou excluir obras de um grupo de editoras do seu novo programa até que a questão dos direitos autorais seja resolvida

Depois de ser processada por editoras americanas por conta do seu novo programa, o Audible Captions, que colocará legenda nos seus audiolivros, a Audible, plataforma de audiolivros da Amazon, vai excluir, por enquanto, o recurso de obras dessas editoras que foram autoras do processo. Para a Association of American Publishers (AAP) a Audible quer "forçar intencionalmente um produto não autorizado, a interferir e competir com os mercados já consolidados" infringindo assim, a lei dos direitos autorais. Por conta de uma medida apresentada no tribunal federal no dia 28 de agosto, a empresa aceitou excluir obras de um grande grupo de editoras do seu novo programa até que a questão dos direitos autorais seja resolvida. Além disso, a Audible apresentará sua resposta ao processo das editoras até 13 de setembro. O Audible Captions foi programado para começar a funcionar em 10 de setembro e ainda pode ser iniciado para trabalhos para os quais não há problemas de permissão (incluindo, por exemplo, títulos publicados pela Audible, da Amazon e trabalhos de domínio público). Títulos de editores que não fizeram parte da ação também podem ser usados no programa, embora seja possível que, se um editor contatar a Audible, eles possam excluir seus títulos do programa até que a questão legal seja resolvida.

Tags: Amazon, Audible
[03/09/2019 06:00:00]