Londres divulga seus finalistas: tem três brasileiros na lista
PublishNews, Talita Facchini, 14/02/2019
Biblioteca Villa-Lobos concorre como melhor biblioteca, Leonardo Neto, editor do PN, como melhor jornalista na cobertura do setor, e Editorial 5, como consórcio internacional de livros acessíveis

Biblioteca Villa-Lobos concorre a mais um prêmio internacional | © Divulgação
Biblioteca Villa-Lobos concorre a mais um prêmio internacional | © Divulgação
Nos últimos anos, o Brasil se consolidou como um grande freguês do International Excellence Awards, prêmio concedido pela Feira do Livro de Londres e pela Associação de Editores do Reino Unido com o objetivo de dar reconhecimento a iniciativas e práticas da indústria global do livro. Em 2017, o editor Luiz Schwarcz ganhou na sua categoria principal, o Lifetime Achivement Award, e no ano passado, quando o Brasil foi campeão na lista dos finalistas , o júri elegeu o clube de assinaturas TAG como a melhor candidatura na categoria Inovação.

Na edição de 2019, a sexta na história do prêmio, o Brasil aparece em três categorias. A Biblioteca Parque Villa-Lobos, eleita no ano passado uma das cinco melhores bibliotecas do mundo pela Federação Internacional de Bibliotecas, concorre como melhor biblioteca. No ano passado, a sua irmã, a Biblioteca de São Paulo, também estava no páreo de Londres, mas acabou perdendo para a Biblioteca Nacional da Letônia. Nesse ano, a Villa-Lobos concorre com a Espoo City Library (Finlândia) e a Labuto Library Partners (Zâmbia).

Uma das novidades desse ano foi a inclusão da categoria The International Book Trade Journalist. Entre os finalistas, está Leonardo Neto. O editor do PublishNews concorre com a alemã Anja Sieg (buchreport) e com o norte-americano Porter Anderson (Publishing Perspectives). “O jornalismo é uma profissão cheia de dores, mas de vez em quando, a gente ganha uns doces também. Ter aparecido na lista de finalistas foi uma surpresa enorme e só me cabe agradecer. Agradecer pela confiança que o time do PublishNews depositou em mim; agradecer enormemente àqueles que me indicaram para o prêmio e agradecer ao júri pela escolha”, disse o jornalista.

A Editorial 5, plataforma que apresenta soluções desde revisão e edição de livros didáticos e paradidáticos até produção de livros acessíveis, aparece entre os finalistas na categoria Accessible Books Consortium. A Ed5, como a empresa é mais conhecida no Brasil, concorre com a argentina Ediciones Godot e a britânica Kogan Page.

Entre os finalistas do International Excellence Awards estão pessoas e empresas vindas de 26 países. Os EUA lideram a lista de finalistas, com cinco posições. O Brasil e a Índia aparecem em segundo lugar nesse ranking, com três. “A amplitude dessa lista demonstra como a indústria global de livros está se fortalecendo. Todos os indicados mostram talentos diversificados e estou entusiasmado em dar a eles a plataforma internacional na Feira do Livro para mostrar seu sucesso. Estou ansioso para dar as boas-vindas aos finalistas em Londres. Boa sorte para todos”, desejou Jacks Thomas, diretor da feira.

Clique aqui para conferir a lista completa de finalistas. Os vencedores em cada uma das 17 categorias serão conhecidos no dia 12 de março, em Londres. 

[14/02/2019 09:40:00]