Publicidade
Publicidade
Leitura de avião
PublishNews, 25/06/2014
Leitura de avião

De férias forçadas por conta da Copa, colho material para o artigo no avião. A opção, para mim inédita, de e-reader nos aplicativos oferecidos aos passageiros pelas companhias aéreas, em voo, causou surpresa e curiosidade.

Ao invés do carrinho de revistas trazido pela aeromoça, a opção de leitura eletrônica das revistas e dos periódicos recentes na telinha do encosto da poltrona é enorme, e de relativamente fácil manuseio.

Além dessa comodidade, a reflexão intuitiva diz respeito à leitura cotidiana. O livro eletrônico deixa de ser novidade, vai aos poucos se disseminando e as várias gerações, cada uma ao seu modo, vão assimilando o novo modus legendi.

Mas e os jornais e revistas, que lemos de graça pela internet? Eles, de modo geral, ainda estão no prazo de carência da história dos periódicos publicados – isto é, tornados públicos – mas a pressão para a cobrança pelo fornecimento desse conteúdo é inevitável.

Os jornalistas são os mesmos, as máquinas fotográficas por eles utilizadas, as pesquisas contratadas, os salários, etc. Nessa fase de transição, o custo é estável; embora se reduza a despesa com o papel, diminui a receita de venda.

Fica a dúvida quanto a publicidade e classificados. Parte significativa da receita dos jornais decorre da venda de anúncios de imóveis e veículos. Como localizar aqueles quadradinhos na tela do computador ou celular? Talvez a saída seja a busca nominal, ou por imagens.

O fato é que o aumento dos meios eletrônicos de leitura, e me refiro particularmente a dos periódicos, faz com que o conteúdo se dissemine com maior rapidez, principalmente em camadas sociais ainda não acostumadas ao livro eletrônico. Obviamente continua a regra de proteção das obras artísticas literárias e científicas, tanto do que será veiculado pelas revistas quanto a própria criação.

O fato é que a disponibilidade de revistas e periódicos em e-readers no avião me parece grande passo para a disseminação do meio de leitura em camadas ainda não atingidas pelo novo hábito.

Gustavo Martins de Almeida é carioca, advogado e professor. Tem mestrado em Direito pela UGF. Atua na área cível e de direito autoral. É também advogado do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e conselheiro do MAM-RIO. Em sua coluna, Gustavo Martins de Almeida aborda os reflexos jurídicos das novas formas e hábitos de transmissão de informações e de conhecimento. De forma coloquial, pretende esclarecer o mercado editorial acerca dos direitos que o afetam e expor a repercussão decorrente das sucessivas e relevantes inovações tecnológicas e de comportamento. Seu e-mail é gmapublish@gmail.com.

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Em seu artigo, Gustavo Martins volta na história para buscar as diversas ligações e referências decorrentes do provérbio romano
Gustavo Martins de Almeida recomenda: 'Leiam os contratos das redes sociais. Exigem um pouco de atenção, mas ao menos ajudam a saber como estão sendo tratados os dados sobre você'
Gustavo Martins de Almeira aproveita a data de comemoração dos 173 anos de nascimento de Eça de Queiroz para retomar um capítulo importante da Justiça brasileira
Em sua coluna, Gustavo Martins de Almeida analisa, sob o ponto de vista jurídico, dois assuntos: Domínio público e a explosão dos audiolivros
Em sua coluna, Gustavo Martins de Almeida fala dos direitos decorrentes do novo hábito de se ouvir um livro
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Em sua crônica desse mês, Marcio Coelho faz analogias entre o construtor de um edifício e um editor de livros
O Podcast do PublishNews recebeu a drag queen dona do canal Tempero Drag, para falar sobre seu novo livro e de outros temas atuais e relevantes
Carlo Carrenho seleciona o melhor da programação da maior feira de livros do mundo
Toda semana você confere uma nova tira dos passarinhos Hector e Afonso
Para as lentes da PublishNewsTV, Isa Pessoa se abre com sinceridade para falar sobre seus sucessos e fracassos
Primeiro, fui um grande leitor. Lia tudo, era interessado mesmo. Não queria apenas ler, queria ler com a intenção de me formar.
Luiz Ruffato
Escritor brasileiro
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar