Amor em tempo de pandemia
PublishNews, Redação, 24/04/2020
Livro que ensina pessoas a melhorarem seus relacionamentos chega ao topo da lista na mesma semana em que ‘Amor nos tempos de cólera’, de Gabriel García Márquez, estreia entre os mais vendidos

O isolamento social tem diferentes efeitos sobre as pessoas. Algumas gostam de estar sozinhas, já outras, agradecem por terem a companhia da família ou parceiro todos os dias. Neste segundo caso, nem sempre tudo são flores. Passar a quarentena junto de outra pode ser um desafio e talvez isso explique o reaparecimento do livro Tamo junto (Buzz) na lista dos mais vendidos desta semana. Escrita por Andréa Fernanda Morais, a obra que pretende ajudar as pessoas a melhorarem seus relacionamentos e fazer com que a vida a dois seja mais simples, estreou na lista do PN no início de 2019 e voltou esta semana ao vender 1.560 exemplares, garantindo o primeiro lugar da Lista Geral e de Autoajuda.

Completando o ranking da semana, Decida vencer (Gente), de Eduardo Volpato, ficou com o segundo lugar ao vender 827 exemplares, e o terceiro com Mais esperto que o diabo (CDG), o clássico de Napoleon Hill, com 680 cópias vendidas.

Em Ficção, estreou O amor nos tempos de cólera (Record), de Gabriel García Márquez (na foto ao lado) publicado em 1986. Este é o segundo livro do colombiano na lista. Cem anos de solidão apareceu na lista em 2014. A segunda estreia foi o Box Franz Kafka (Novo Século), que ficou na 20ª posição da lista com 65 exemplares vendidos.

As outras três estreias estão na lista de Não Ficção: as duas edições de A imitação de Cristo, publicadas pela Loyola e Vozes, ocupando a 12ª e 15ª posições da lista, respectivamente, e Eram os deuses astronautas? (Melhoramentos), de Erich Von Däniken, na 15ª posição.

No ranking das editoras, a Companhia das Letras ficou com o outro ao emplacar 11 exemplares na lista, a prata ficou com a Citadel Grupo Editorial, com oito e o bronze foi dividido entre a Pandorga e Planeta, com sete livros cada.

[24/04/2020 10:00:00]