Reunidos no Rio, editores debatem propostas de Saraiva e Cultura
PublishNews, Redação, 22/11/2018
Assembleia Geral Extraordinária do Sindicato Nacional dos Editores de Livros está acontecendo na manhã desta quinta-feira, no Rio de Janeiro

Começou há pouco, às 10h30 da manhã desta quinta-feira (22), a Assembleia Geral Extraordinária do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL). No encontro, a entidade vai apresentar às 540 empresas que compõem o seu quadro social o andamento das tratativas com as redes de livrarias Saraiva e Cultura, que passam, como todos sabem, por uma crise apontada por muitos como sem precedentes no mercado editorial e livreiro no Brasil. O SNEL já negou à Saraiva o pedido de recuperação extrajudicial dizendo que preferem ir à recuperação judicial. Pela proposta inicial, Saraiva queria pagar suas dívidas junto a fornecedores em dez anos, com deságio de 40%. Segundo apurou a coluna da Babel do último sábado, a Cultura, que tem até o início de dezembro para apresentar seu plano de recuperação judicial, tem conversado com editores e apresentado proposta de deságio também de 40% para pagamento em até 12 anos. Os que aceitarem a proposta, ainda de acordo com a coluna, terão que concordar em fornecer livros imediatamente, já que as lojas da rede estão desabastecidas para Black Friday, Natal e Volta às Aulas. A qualquer momento, poderemos atualizar essa nota com o que foi conversado na Assembleia e, na edição desta sexta-feira, traremos um resumo do que foi apresentado. 

[22/11/2018 10:30:00]