Publicidade
Publicidade
Bem-vindos à Matrix: vamos falar de coisas boas
PublishNews, Camila Cabete, 07/07/2016
Camila Cabete, em sua coluna, faz um balanço pós-Flip e conclui: 'não tenho do que reclamar'

Não é só para expressar minha revolta que escrevo aqui, afinal temos tanta coisa boa acontecendo... Muita gente esperando uma coluna pós Flip cheia de críticas e reclamações. Acredite: não tenho do que reclamar. Apesar de várias especulações de gente fora do mercado digital, e de mil conspirações sinistras contra o digital, olhem só: as mesas para discussão do formato lotaram e lotaram como nunca, em nenhuma Flip. Quando fazíamos alguma discussão sobre o digital (sempre Off-Flip porque, né?), aparecia um gato pingado ou outro, meio perdido e com vontade de descansar, então entravam e sentavam... ficavam lendo e a gente lá, empolgados falando do futuro.

Não vou falar mal da crise e nem de como as ruas de Paraty já foram mais cheias em outras edições da Flip... Para mim, o que importa é que o formato digital bombou e é uma realidade. Não podemos usar experiências pessoais e achismos para levantar a bandeira de que digital é golpe (e foi este absurdo que li na timeline de um escritor.... lamentável). O formato digital acontece, todos os dias, nas centenas de milhares de e-books vendidos anualmente, em meu dia a dia.

Todos os dias falo com pelo menos quatro países. Do meu home office, é como se eu tivesse pelo menos, uns 15 colegas, sentados ao lado, falando o tempo todo...sendo que um em São Paulo, outro em Toronto e outro em Paris...

Empresas e salários são pagos com o livro digital, empresas precisam de especialistas, que são como procurar agulha no palheiro. Temos colegas queridos, que trabalham com livro digital aqui no Brasil, sendo levados embora por empresas holandesas (vou sentir saudades!!!). Isso tudo em um mercado que, na crença de muitos, nem existe.

Tivemos mesas e autoras homenageadas, sem citar o quanto fulana é gata ou atraente. Mulheres sendo reconhecidas e o #foratemer constante em todas as rodas. Fala sério, mermão.... Reclamar do quê?!

Reclamar de uma economia que urge em mudanças e que não suporta mais nada que não seja sustentável? Obrigada, vou deixar a reclamona na timeline do Facebook hoje. Quero festejar meus companheiros de mercado, que se uniram e discutiram questões importantes, que trocam experiências e falam de programação Python junto com Dostoiévski.

Ouvi agentes literários e editores importantes reconhecendo a importância de Paulo Coelho para a literatura brasileira e de que o mercado precisa se alinhar ao gosto literário dos leitores... Tem coisa melhor de se ouvir em tempos difíceis como o nosso, quando o conservadorismo quase me escalpela diariamente? Tem coisa melhor do que uma editora LGBT, em tempos de ódio (hoo Editora, tamo junto)?

Encerrei uma das mesas na Casa Publishnews Coworking com a seguinte frase: "Bem-vindos à Matrix". E é com isso que encerro esta coluna.

Camila Cabete (@camilacabete no Twitter e Instagram) tem formação clássica em História e foi responsável pelo setor editorial de uma editora técnica por alguns anos. Entrou de cabeça no mundo digital (em 2009) ao se tornar responsável pelos setores editorial e comercial da primeira livraria digital do Brasil, além de ter feito pós-venda e suporte às editoras e livrarias da primeira distribuidora de conteúdo digital do Brasil. Hoje é a senior country manager da Kobo Brasil e é a podcaster e idealizadora do Disfarces Podcast.

Link para o linkedin

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do PublishNews.

Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Pra quem pensa que e-book e audiobook são iguais ao livro impresso, Camila Cabete recomenda: 'o livro digital não é pra você, incentive as livrarias independentes'
Desvalorização do real frente ao dólar pode ser uma oportunidade para editores brasileiros, vendendo no exterior, mas tem que saber fazer. Camila Cabete ensina.
Na sua primeira coluna de 2021, Camila Cabete fala da importância dos algoritmos na divulgação de livros e apresenta uma entrevista que fez com uma especialista no assunto
Camila Cabete usa a sua coluna para apontar como a crise elegeu novos arautos do negócio digital no Brasil: ‘me surpreendo com pessoas que renegavam o formato e negócio digital surgirem como os grandes palestrantes do ramo’
A partir de um caso de K-popers no TikTok, Camila Cabete fala sobre letramento digital e discussão da ética nos meios digitais em salas de aula
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Marisa Moura dá continuidade à saga da funcionária misteriosa que dessa vez parece preocupada com as mudanças no mercado do agenciamento literário
Episódio de número 175 recebe Elisa Von Randow, do estúdio Alles Blau, e Alceu Nunes, diretor de arte da Companhia das Letras
Em nova coluna, Paulo Tedesco celebra a pós-modernidade, simbolizada, na sua opinião, pela impressão por demanda
Todas as sextas-feiras você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Ricardo Costa e Cassia Carrenho, ex-colaboradores do PN, e Luciana Sousa, a funcionária mais antiga, são recebidos para relembrar histórias dos 20 anos do PublishNews
Qualquer política de gestão de direitos que impeça um e-book de ser vendido em qualquer lugar provavelmente custará algumas vendas.
Mike Shatzkin
Colunista do PublishNews
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar