Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/10/2021
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
PublishNews, Talita Facchini, 21/10/2021

Miquel Iceta Llorens, Ministro da Cultura e do Esporte | © SpainFrankfurt2022Convidado de Honra da Feira do Livro de Frankfurt em 2022, a Espanha apresentou nesta quinta (21), os seus planos para o próximo ano. Há 30 anos, quando foi homenageado pela primeira vez, o país aproveitou a oportunidade para divulgar a criação do Instituto Cervantes. Dessa vez, uma das principais novidades é a criação de um programa de bolsas de tradução para editoras estrangeiras e espanholas. Com o tema Transbordando criatividade, o Ministro da Cultura e do Esporte, Miquel Iceta Llorens, explicou que o objetivo no próximo ano é atingir "todas as audiências" e mostrar o quão bibliodiversa é a indústria editorial espanhola. Já María José Gálvez, diretora geral do Livro e Promoção da Leitura do Ministério da Cultura e do Esporte apresentou alguns dados do mercado editorial do país. Segundo ela, a Espanha conta com 1.640 editoras que geram 13 mil empregos diretos e em 2020, as publicações chegaram a 75 mil títulos. Além disso, 20% dessa produção são traduções. María destacou ainda a importância de ser o país Convidado de Honra da Feira pela segunda vez. "Os principais mercados pra indústria editorial espanhola são a Europa e América Latina e estamos trabalhando em uma estratégia internacional para expandir esse alcance, onde a Feira do Livro de Frankfurt é um dos principais pilares", disse. Para o próximo ano, a Espanha espera levar para a Feira uma delegação com mil autores, poetas, ilustradores, tradutores e profissionais do livro em uma experiência híbrida. Além disso, o país mostrará sua diversidade e cultura com apresentações em diversas áreas como música e cinema, em outras cidades da Alemanha. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 21/10/2021

Todos os anos, o consultor austríaco Ruediger Wischenbart, em parceria com os principais veículos da cobertura da indústria editorial mundo afora, lança o Global 50 - The ranking of the publishing industy, estudo que apresenta dados e análises fundamentais sobre as maiores empresas editoriais do mundo. Pela metodologia, o estudo mapeia as 55 editoras que tiveram faturamento superior a 150 milhões de euros no ano anterior, analisa as tendências da indústria e apresenta perfis detalhados das empresas resumindo seu recente histórico. A pesquisa desse ano, contém os resultados do ano fiscal de 2020. Mais uma vez, a RELX Group (Reed Elsevier) lidera o ranking com faturamento de 4,7 bilhões de euros. A Thomson Reuters aparece em segundo lugar com um faturamento de 4,17 bilhões e a Bertelsmann em terceiro, com 4,1 bilhões. Além disso, duas editoras brasileiras continuam na lista. A Somos Educação (parte da Cogna Educação), aparece na 47ª posição, com faturamento de 236 milhões de euros e a FTD, no 55º lugar, com faturamento de 139 milhões em 2020. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota e baixar o estudo.

PublishNews, Redação, 21/10/2021

© Gerasimov / ShutterstockA Tocalivros, plataforma de streaming de audiolivros, firmou uma parceria com o Mercado Livre para a venda de e-books e audiolivros. Com o lançamento inicial de 2,5 mil audiolivros e 20 mil e-books disponíveis, o catálogo está disponível também para compra na gigante argentina de comércio eletrônico. Esta é a primeira vez que o marketplace operará oficialmente como um varejista de conteúdo digital editorial abrindo espaço para e-books e audiolivros. Em julho, por conta do projeto Conexão Livraria, o Mercado Livre facilitou a entrada de pequenas livrarias em sua plataforma, auxiliando o comércio eletrônico de livros em todo o Brasil. Segundo Fabio Uehara, diretor de aquisição de conteúdo da Tocalivros, a parceria é um marco para o setor, pois contribui para a missão da plataforma de popularizar o mercado editorial digital. “A parceria não apenas amplia o espaço de mercado da Tocalivros, mas também inicia um importante portfólio de produtos editoriais no Mercado Livre. Todo mundo ganha com isso, mas os maiores beneficiados são a cadeia do livro e os leitores”, explica. Com oito anos de anos de expertise na produção e comercialização do formato de livro fonográfico, a Tocalivros é pioneira no comércio digital de audiolivros. Em setembro de 2020, iniciou a venda de e-books, em agosto desse ano firmou uma parceria com a sueca Storytel e, agora, passa também a ser a primeira loja oficial de todo o conteúdo digital editorial do Mercado Livre.

PublishNews+, Redação, 21/10/2021

O PublishNews+, área exclusiva para assinantes do PN, tem adiantado, semanalmente, os livros que só chegarão às livrarias daí a 45 dias. O serviço, chamado de Próximo Capítulo, é realizado graças a uma parceria com a MVB / Metabooks e tem por objetivo municiar livreiros de informações do que está no prelo das editoras. Nessa semana, o Próximo Capítulo traz as novidades que chegarão às livrarias entre os dias 05 e 11 de dezembro. Entre elas, estão o segundo volume das letras de Bob Dylan, Letras (1975-2020); O livro dos pequenos nãos, de Heloisa Seixas, ambos pulicados pela Companhia das Letras; Veg (Companhia de Mesa), novo livro de receitas vegetarianas de Jamie Oliver; e o Box Crescer e partir (Peirópolis), de Tamara Klink, que contém dois de seus livros: Mil milhas e Um mundo em poucas linhas. No total, o Próximo Capítulo dessa semana traz 33 novidades. Clique aqui para conferir todas elas. Por enquanto, o Próximo Capítulo está aberto para todos os que se cadastrarem na plataforma, mas em breve, o serviço ficará exclusivo para os assinantes do PN+. A nova seção se soma a outros serviços oferecidos aos assinantes do PN+, como o Radar de Licitações e o Apanhadão Diário. Clique aqui para saber como ser um assinante do PN+.

PublishNews, Redação, 21/10/2021

Paulina Chiziane | © Otávio de Souza / Wiki CommonsA escritora moçambicana Paulina Chiziane é a vencedora do Prêmio Camões 2021, o mais importante da língua portuguesa. Aos 66 anos, ela é a primeira mulher africana a vencer o prêmio e leva para casa 100 mil euros. O anúncio foi feito pela Biblioteca Nacional no início da tarde desta quarta-feira (20) e o júri – composto por seis intelectuais conhecedores da literatura da língua portuguesa – destacou a vasa produção e recepção crítica de Paulina, bem como o reconhecimento acadêmico e institucional da sua obra. A importância que Chiziane dá em seus livros aos problemas da mulher moçambicana e africana e seu trabalho recente de aproximação aos jovens também foi lembrado pelos jurados. Paulina é hoje uma das vozes da ficção africana mais conhecida internacionalmente, sendo também a primeira mulher a publicar um romance por lá, a obra Balada de amor. Por aqui, a Dublinense lançou em 2018 O alegre canto da perdiz, que aborda a situação precária das negras em Moçambique, e a Companhia das Letras lançou este ano, uma nova edição de Niketche: Uma história de poligamia, que conta a história de uma mulher que decide procurar as outras mulheres de seu marido, depois de descobrir que elas existem. No ano passado, o vencedor do Camões foi o professor português Vítor Aguiar e Silva e em 2019, o prêmio foi dado músico Chico Buarque.

PublishNews, Redação, 21/10/2021

A Todavia está à procura de um profissional para atuar no seu departamento comercial. É preciso ter superior ou tecnólogo concluído em Administração de Empresas e experiência prévia em área comercial ou administração de vendas. O contratado atuará na administração de vendas, na logística e contato com clientes. Será responsável também por realizar relatórios de vendas por produtos e clientes; pelo processo de faturamento dos pedidos; cadastro de clientes; interação direta com a gerência comercial visando à formulação de campanhas; interação e acompanhamento das atividades logísticas; abastecimento em feiras e eventos e ainda pela montagem e acompanhamento de promoções e campanhas comerciais. Os benefícios incluem vale transporte, refeição e alimentação, plano de saúde e auxílio home office. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail magda@todavialivros.com.br até 29 de outubro.

PublishNews, Redação, 21/10/2021

Publicado pela primeira vez em 1972, O carro do êxito (Companhia das Letras, 144 pp, R$ 49,90) é o único livro de contos de Oswaldo de Camargo, um dos mais notáveis intelectuais negros do século XX. A obra apresenta uma perspectiva pouco usual na literatura brasileira: personagens negros não apenas na luta, mas no triunfo. O título — alusão ao poema de Mário de Andrade, O carro da miséria — é uma prévia de histórias que retratam o negro descobrindo que “é possível ser na vida, apesar dela”, como afirma o sociólogo Mário Augusto Medeiros da Silva no prefácio desta edição. As 14 narrativas reunidas neste volume, que conta com ilustrações de Marcelo D’Salete, mesclam a ficção e as experiências do escritor, tendo como pano de fundo a vida urbana em São Paulo. O leitor é levado por Camargo — e Lírio da Conceição, um dos personagens que perpassam a coletânea — a um orgulhoso passeio pelas redações da chamada Imprensa Negra, pelos eventos da Associação Cultural do Negro e por diálogos essenciais sobre raça e identidade

PublishNews, Redação, 21/10/2021

Com seleção e posfácio de Volker Michels, especialista em Hermann Hesse, O lobo e outros contos (Todavia, 448 pp, R$ 109,90 – Trad.: Sonali Bertuol) reúne 20 textos que compõem a lista de melhores contos do ficcionista alemão. Organizadas cronologicamente, as histórias abarcam um longo período produtivo — de 1903 a 1948 —, acompanhando o amadurecimento do autor e também sua constituição como um dos maiores criadores do século XX. A ambivalência do ser humano, os duelos internos entre instinto e espírito, liberdade e piedade, estão em cada narrativa e em seus conflituosos personagens. O lobo e outros contos apresenta, enfim, um Hesse em toda sua genialidade. Com um fabuloso universo de sonho, paixão e filosofia, esta antologia chega ao Brasil pela primeira vez — mas já como um verdadeiro clássico da literatura.

“O tempo destinado à leitura nunca será um tempo desperdiçado”
Miquel Iceta Llorens
Ministro da Cultura e do Esporte da Espanha
1.
Rebeldes têm asas
2.
Organizações infinitas
3.
DNA revelado das emoções
4.
Amor & gelato
5.
Vermelho, branco e sangue azul
6.
Mais esperto que o diabo
7.
A garota do lago
8.
Mentirosos
9.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
10.
My Hero Academia - Vol 1
 
PublishNews, Redação, 21/10/2021

De folhas que resistem (Biblioteca Azul, 144 pp, R$ 49,90), livro de estreia de Raïssa Lettiére, reúne 21 contos que abordam temas contemporâneos como memória, desejo e conflito familiar e se desdobram no embate entre a intimidade e a vida social de suas personagens. “São contos que trazem essas pessoas que resistem diante dos sofrimentos e das angústias humanas que encontramos sempre a nossa volta”, explica a autora. Um enigma na curva de uma estrada e os quatro braços de uma cruz. Um homem que vê a mãe perder a sanidade aos poucos. Outro que confere o obituário de jornais em busca de um nome conhecido. Uma refeição que evoca todas as últimas ceias. Uma amizade de infância, em meio a empurrões e quedas, leva a uma decisão irreversível. São narrativas que operam como fotografias instantâneas – e muito nítidas – de paisagens internas diversas. De folhas que resistem conta ainda com texto de orelha de João Anzanello Carrascoza e prefácio de José Castello. O lançamento da obra acontece nesta quinta (21), às 19h, no Instagram da Biblioteca Azul.

PublishNews, Redação, 21/10/2021

As 12 histórias que compõem Erva brava (Fósforo, 104 pp, R$ 54,90) orbitam ao redor de Buriti Pequeno, cidade fictícia incrustada no coração de Goiás. Paisagem rara no repertório literário, o Centro-Oeste brasileiro é palco de embates silenciosos, porém aguerridos, retratados neste livro com sutileza. Regida pelo compasso da literatura — que se ocupa de levantar perguntas, mais do que oferecer respostas —, a escritora brasiliense Paulliny Tort evidencia o nervo exposto de um país que desafia todas as interpretações. Estão ali as relações patriarcais como a de Chico e Rita, em O cabelo das almas; a monocultura da soja que devasta o cerrado; o clientelismo rural que separa mãe e filha em Matadouro e a religiosidade sincrética de Dita, protagonista do conto O mal no fundo do mar. O encontro entre as culturas indígena e afro-brasileira também está em todas as histórias, as festas populares, como o cortejo de Reis que Neverson acompanha de sua moto em Titan 125. E, num conto final que coroa o livro, está também a revolta implacável da natureza diante da ação predatória do homem em Rios voadores. A orelha da obra é assinada por Itamar Vieira Junior.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.