Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 12/03/2020
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 12/03/2020

Uma das principais notícias do início de 2020 foi a mudança na tradicional e importantíssima Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro. Realizado desde 2006, o estudo saiu das mãos da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e foi para a multinacional Nielsen, que já monitora desde 2013 o varejo de livros do país. A notícia de agora é que o instituto de pesquisa vai ampliar a já consagrada Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro e criar um segundo estudo: a Pesquisa Conteúdo Digital do Setor Editorial Brasileiro. O novo estudo, que deverá ter periodicidade anual e tem como base os dados de 2019, tem como objetivo analisar o que as editoras estão produzindo e comercializando de forma digital, ou seja, a pesquisa irá cobrir tanto e-books quanto audiolivros e suas diferentes formas de comercialização. O questionário entrou no ar nesta quinta-feira (12) e a Nielsen enviará um link exclusivo para cada editora. O prazo para responder o questionário vai até o dia 31 de março. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Leonardo Neto, 12/03/2020

Varejo de livros em fevereiro apresenta discreto crescimento em relação a 2019 | © Cris Vieira / Divulgação / Livraria do ComendadorSaíram os dados do segundo Painel do Varejo de Livros no Brasil, estudo realizado pela Nielsen em parceria com o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL). No período de 27 de janeiro a 23 de fevereiro, os estabelecimentos monitorados pela Nielsen venderam 3,17 milhões de exemplares o que redundou em faturamento de R$ 161,95 milhões. Isso representa variação tímida, porém, positiva, em relação aos resultados de 2019. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento é de 1,52% em volume e 0,23% em valor. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Lorenzo Herrero, 12/03/2020

Voluntários da Defesa Civil Italiana no controle sanitário do Aeroporto de Milão | © Departamento de Defesa Civil / WikiCommonAlém dos cancelamentos de feiras e eventos literários, o mercado editorial está sendo afetado pelo coronavírus. A Associação Italiana de Editores informou, na última sexta-feira (08), que as vendas de livros caíram 25% na semana anterior. As áreas mais afetadas pelo coronavírus, como a Lombardia, Veneto e Emília, tiveram as maiores quedas, chegando a registrar perdas superiores a 50%. A Federação Cultural Italiana enviou uma carta aos ministros da Economia, Fazenda e Cultura descrevendo o efeito do surto nas empresas do setor como “significativo e preocupante”. A entidade solicitou uma intervenção urgente do governo, incluindo a suspensão das contribuições à seguridade social e os impostos para as empresas afetadas, além da facilitação de créditos no sistema bancário. Enquanto isso, a diretoria da Associação Italiana de Editores realizou uma reunião extraordinária para apresentar seu caso ao governo. Ricardo Franco Levi, presidente do colegiado, alertou que é uma “crise grave e profunda”, relacionada não só com a queda inicial das vendas de livros, mas também com as consequências ao longo prazo, o que, segundo ele, são imprevisíveis. Além de solicitar isenções fiscais, pediu aos poderes públicos uma orientação clara sobre a possibilidade de os editores participarem de feiras de livros e festivais literários – “uma ferramenta fundamental para a promoção comercial e cultural dos livros”. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 11/03/2020

A Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, cuja edição de 2020 tinha sido adiada de abril para maio, agora está oficialmente cancelada e uma nova edição está marcada para acontecer entre os dias 12 e 15 de abril do ano que vem. O anúncio do cancelamento veio no mesmo dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a doença se tornou uma pandemia, ou seja, que ela já se alastrou para todos os continentes do mundo. Pessoas que tinha adquirido ingressos para o evento têm até o próximo dia 20 para solicitar reembolso. Para mais informações, clique aqui.

PublishNews, Leonardo Neto, 12/03/2020

Carlos Nejar é o segundo imortal da Academia Brasileira de Letras a se sentar no sofá do PublishNews Entrevista | © André ArgoloCarlos Nejar é um dos poetas mais longevos do Brasil. Imortal da Academia Brasileira de Letras, ele inicia sua carreira de escritor nos anos 1960 e continua, agora, aos 81 anos, em atividade. Lançou há pouco Os invisíveis (Bertrand), em que disseca de forma poética tragédias brasileiras: os rompimentos das barragens de Mariana e Brumadinho e os incêndios no Museu Nacional e na Amazônia. A carreira de poeta seguiu em paralelo com a de promotor de Justiça. “O promotor é um cavaleiro da Justiça. O poeta, se realiza um poema digno, está realizando Justiça. É Justiça da palavra". E ele quer fazer justiça com seus livros. Ao escrever sobre as tragédias brasileiras, quer lembrar os mortos, muitos deles não encontrados até hoje, e resgatar a memória. Ele conta essa história (e outras tantas) na sua participação no PublishNews Entrevista, programa que quer, justamente, compor um arquivo da memória editorial brasileira. Clique no Leia Mais para assistir (ou ouvir) ao programa que é viabilizado graças ao apoio do #coisadelivreiro.

PublishNews, Redação, 12/03/2020

Leticia Bosisio e Martha Ribas são sócias da Janela, a mais nova livraria do Rio de Janeiro | © Monica RamalhoNesta sexta (13), o Rio de Janeiro ganha oficialmente uma nova livraria. É que a Janela, única livraria do Jardim Botânico, localizada na Rua Maria Angélica, 171 B, fará sua inauguração. Ocupando uma área de 80 m² e com um conceito multiuso, a Janela servirá cafés especiais, vinhos e sanduíches. Tudo isso sob o olhar atento da dupla de livreiras Martha Ribas e Leticia Bosisio. Além de livros, a Janela oferecerá um cantinho de leitura no mezanino, onde também serão realizadas exposições fotográficas, e espaço para a realização de cursos, palestras, lançamentos, clube do livro, degustações de vinhos e cafés e eventos infantis. “Queremos construir a livraria como uma comunidade, não como uma loja. Como um ponto de encontro”, sintetizam as duas. Na noite de inauguração, a Janela terá um bate-papo com Ruy Castro e Heloisa Seixas onde os dois falarão sobre suas relações com a escrita e debaterão seus livros mais recentes, Metrópole à beira-mar, de Castro, e A noite dos olhos, de Seixas. O evento gratuito acontece às 19h. No dia seguinte (14), a Janela fará sua inauguração para o público infantil, em parceria com a Multiverso em Ação. Clique no Leia Mais para conhecer os outros eventos realizados pela nova livraria no decorrer da semana.

PublishNews, Redação, 12/03/2020

O estúdio Obá Editorial -- que presta serviços de gestão editorial, produção de conteúdo estratégico, edição e criação de projetos editoriais -- abriu três vaga: para assistente de arte, editor assistente e auxiliar editorial. Para a primeira vaga é necessário ter experiência em produção de livros para o PNLD, conceitos básicos de design e em programas da área. As funções do cargo incluem a diagramação de obras didáticas. Já o editor assistente irá atuar na produção editorial de materiais didáticos, paradidáticos e educacionais. Para o cargo é necessário ter amplo conhecimento do processo editorial, experiência com materiais didáticos e vivência em editoras. Para a vaga de auxiliar editorial, a empresa pede que os candidatos tenham formação superior em Editoração, Produção Editorial, Letras ou Jornalismo e noções básicas do processo editorial. Desejável domínio da língua inglesa. Auxiliar na produção editorial de materiais didáticos é uma das funções do cargo. Os interessados devem encaminhar currículos para o e-mail vagas@obaeditorial.com.br indicando no assunto o cargo escolhido. Mais informações sobre as vagas nos links correspondentes.

PublishNews, Redação, 12/03/2020

Escrita pelo jornalista e escritor Chico Felitti e narrada pela atriz Fernanda Stefanski, Mulher Maravilha (487min, R$ 27,90 mensal) conta a história de uma das mulheres mais emblemáticas da TV brasileira: Elke Maravilha e é a primeira produção original em língua portuguesa da sueca Storytel. O audiolivro conta desde sua infância na chegada ao Brasil, com sua família refugiada do regime nazista, até os tempos de grande sucesso. Lembrada por muitos como uma personalidade televisiva, Elke foi atriz, modelo, cantora e poeta. Mas também foi presa política por seis dias quando peitou a ditadura, em 1971 e foi também a modelo mais requisitada do país. Considerada como subversiva e de personalidade forte, foi uma das primeiras mulheres a afirmar em rede nacional de televisão que havia feito três abortos. Foi funcionária de Silvio Santos e foi uma das maiores antagonistas do apresentador, com quem teve desavenças. Casou-se oito vezes, foi apátrida, alcoólatra e morreu pobre.

“O editor é um otimista. Se a pessoa não é otimista, não entra nesse negócio.”
Luciana Villas-Boas
Agente literária na série 'Os editores' do Jornal Cândido
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Desperte seu poder
4.
Do mil ao milhão
5.
O milagre da manhã
6.
Os segredos da mente milionária
7.
Seja foda!
8.
Escravidão
9.
Mindset
10.
21 lições para o século 21
 
PublishNews, Redação, 12/03/2020

Traduzido em 15 idiomas e publicado em 23 países, O meu pé de laranja lima (Melhoramentos, 258 min, R$ 37,90) é um clássico da literatura brasileira com adaptações para a televisão, cinema e teatro. Agora, a obra escrita por José Mauro de Vasconcelos está disponível em audiolivro com narração de Rafael Cortez e passagens musicadas. Lançado em 1968, o livro é uma história autobiográfica que conta as aventuras de Zezé, menino travesso que tem por melhor amigo um pé de laranja lima, a pequena árvore do quintal de sua casa. Nascido em uma família numerosa, Zezé é um garoto sensível e inteligente, que conquista os adultos pela generosidade e perspicácia. Cheio de questionamentos sobre o mundo, narra as principais lembranças de sua infância, em meio às dificuldades econômicas que o impedem de ter os mesmos presentes que outras crianças vizinhas. Seu relato mostra a alegria das fantasias infantis e o sofrimento precoce de quem aprendeu os desencantos da vida muito cedo.

PublishNews, Redação, 12/03/2020

Sentir tristeza é natural. Ninguém é 100% feliz o tempo inteiro; zero de tristeza não é realista, tampouco sadio. Porém, tristeza é diferente de depressão. Enquanto a primeira pode nos dar força para mudar, a segunda tem um poder paralisante que nos impede até mesmo de pensar. Mas como saber se a tristeza que estamos sentindo é apenas parte das crises da vida ou sinal de que estamos passando por uma depressão? Quais são os sintomas que costumam acometer as pessoas deprimidas? Todas as pessoas diagnosticadas com depressão precisam tomar remédios? Os antidepressivos podem levar à dependência? Quais são os tratamentos disponíveis? Publicado originalmente em 2018, A tristeza transforma, a depressão paralisa (Benvirá, 452 min, R$ 39,90 - Narração: Fabio Alves e Walkiria Brito), do psiquiatra Neury J. Botega, é um dos primeiros livros da editora a ganhar sua versão em audiolivro. Nele, o autor se inspirou em sua vivência clínica para falar sobre crises depressivas e aborda as principais dúvidas que povoam tanto a cabeça dos pacientes quanto de seus familiares.

PublishNews, Redação, 12/03/2020

Há muito tempo, no Oriente, vivia Ali Babá, um pobre lenhador. Uma tarde, a caminho de casa, ele viu, sem que o percebessem, 40 homens carregando grandes caixas para dentro de uma caverna secreta, escondida atrás de uma rocha. Depois que os homens partiram, Ali Babá foi até a rocha e disse as palavras mágicas que escutou do chefe dos bandidos e a partir daí, sua aventura começa. A história de Ali Babá e os 40 ladrões (18 min, R$ 9,90 - Narradores: Fernando Paz e Igor Kowalewki), de Antoine Galland, está agora, disponível em audiolivro pela Auti Books. O livro faz parte de uma coleção voltada para as crianças que traz 10 clássicos infantis, entre eles, Chapeuzinho Vermelho, O gato de botas, O patinho feio, Pinóquio e O pequeno polegar. A produção e gravação de todos os audiolivros foi realizada pela Auti Books. Além de estar disponível no modelo à la carte, os livros estão acessíveis pelo sistema de assinatura de Auti Books (R$ 19,90).

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.