Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/10/2019
A Transporte Executivo Luiz Henrique Pinho oferece serviço de transporte para autores e colaboradores no Rio de Janeiro. Já atende editoras como Sextante e Intrínseca.
Tradutor Editorial (ING-PT), especialista em textos de não-ficção, sobretudo em temas ligados à aeronáutica, história militar, humanidades e ciências sociais. Trabalha para diversas editoras como tradutor e copidesque.
Com mais de 25 anos de experiência, a Claro e Ponto Assessoria em Produção de Textos oferece serviço de revisão e preparação para diversos gêneros textuais. Também trabalhamos com redação e edição de textos publicitários e jornalísticos.
PublishNews, Redação, 21/10/2019

Por uma feliz coincidência, nossa equipe se vestiu com as cores da bandeira da Alemanha nesse diaA equipe do PublishNews esteve em Frankfurt e de lá mandou material para o Podcast dessa semana. Essa edição especial trouxe trechos da participação da Prêmio Nobel Olga Tokarczuk na conferência de imprensa; de mesas em que se discutiu a importância dos podcasts e ainda entrevistas com nomes como Luiz Ruffato, Pedro Almeida, Claudio Gandelman, Alexandre Ribeiro e os Jovens Talentos de diversas partes do mundo. A edição trouxe ainda o tradicional giro de notícias e os destaques das listas de mais vendidos da semana e de audiolivros. Clique no Leia Mais e ouça o programa desta semana.

PublishNews, Leonardo Pinto Silva*, 21/10/2019

Depois de cinco anos de planejamento minucioso e um investimento declarado de 55 milhões de coroas (aproximadamente R$ 25 milhões), a Noruega, país homenageado este ano em Frankfurt, reafirmou seu posto de potência literária mundial e demonstrou, já na solenidade de abertura da feira, por que desenvolvimento econômico, igualdade social e vitalidade democrática estão diretamente relacionados ao nível cultural de um povo. Escalada para discursar ao lado de ninguém menos que Karl Ove Knausgård, a escritora Erika Fatland dirigiu-se diretamente à primeira-ministra norueguesa, Erna Solberg: “Até na minha Noruega, que está longe de ser uma ditadura, uma produção teatral foi recentemente criticada por ser problemática para certos políticos. Nada disso, cara primeira-ministra: suas declarações é que são problemáticas”. Numa sociedade fleumática e avessa ao improviso, o episódio poderia ter outros desdobramentos. Estavam ali a realeza norueguesa, autoridades de vários países e a elite da indústria literária mundial. Mas não, foi jogo jogado. Nas democracias é assim que a liberdade de expressão funciona, ou deveria funcionar. O sistema literário norueguês é singular a partir do controle acionário das livrarias pelas editoras. Combina isenção tributária, preço fixo e aquisição governamental, celebra acordos coletivos abrangentes e oferece canais de financiamento para autores de todos os gêneros. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra deste artigo.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

Em junho foi anunciado que o fotografo brasileiro Sebastião Salgado foi o ganhador do German Book Trade Peace Prize, pelas suas “contínuas campanhas em prol da paz e da justiça social”. Neste domingo, ele recebeu o prêmio durante a Feira do Livro de Frankfurt e dedicou a conquista a todas as vítimas das tragédias que fotografou. Além disso, aproveitou o discurso para novamente criticar o presidente Jair Bolsonaro. “A Amazônia está nas notícias agora pela política criminosa do presidente brasileiro. Os povos indígenas vivem com medo. A agricultura industrial destrói cada vez mais a floresta", analisou. Sebastião leva para casa 25 mil euros. ** Antes de colocar um ponto final na sua participação em Frankfurt, Markus Dohle, CEO global da Penguin Random House, reuniu parceiros e colaboradores no estande da editora, para celebrar. Ele está otimista. Chegou a afirmar que "esse é o melhor momento para publicar desde Gutenberg". No seu rápido discurso, citou a compra da Zahar, para destacar o crescimento da empresa que dirige. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Talita Camargo*, 21/10/2019

Acordar depois de uma boa festa nunca é fácil! Mas é necessário porque embora eu tenha decidido que não iria à feira nesta sexta- feira, tem uma cidade linda para explorar. E na verdade eu não tinha percebido o quanto Frankfurt é mesmo bonita. De sexta a domingo, encontrei amigos brasileiros que vivem na cidade e conversamos muito sobre ser brasileiro vivendo no exterior e o quanto nem tudo é tão bonito e poético quanto parece. E gostei muito de ter decidido esticar uns diazinhos em Frankfurt mesmo ao invés de viajar para outros lugares, pois me deu a oportunidade de viver mais deste centro econômico e comercial da Europa. Tomei um banho de chuva às margens do rio, experimentei muitas cervejas, cantei num karaokê, visitei o centro antigo e histórico, caminhei quilômetros e me deparei com muitos personagens, ou melhor dizendo, cosplays: sábado é o dia do cosplay na Feira do Livro e a cidade fica lotada de pessoas fantasiadas pelos trens, metros e ruas. É um pouco estranho no começo, mas é bem divertido. Clique no Leia Mais para conferir na íntegra o último diário de Talita em Frankfurt.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

O Prêmio São Paulo de Literatura anunciou os finalistas da sua 12ª edição. Estão na disputa autores naturais de sete estados brasileiros: São Paulo (6), Rio de Janeiro (5), Santa Catarina (3), Paraná (2), Goiás (1), Pernambuco (1) e Rio Grande do Norte (1), além de um finalista chileno. Ao todo, 175 livros entraram na competição. Na categoria Melhor Romance de 2018 estão entre os finalistas Com armas sonolentas (Companhia das Letras), de Carola Saavedra; A tirania do amor (Todavia), de Cristovão Tezza; Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela (Global), de Ignácio de Loyola Brandão; e Nunca houve um castelo (Companhia das Letras), de Martha Batalha. Já em Melhor Romance de Ficção de Estreia do Ano de 2018 aparecem nomes como Tiago Ferro (foto ao lado), com o livro O pai da menina morta (Todavia); Juliana Leite, com Entre as mãos (Record); e Desamparo (Reformatório), de Fred Di Giacomo. O ganhador de cada categoria receberá o prêmio de R$ 200 mil. A cerimônia de entrega do prêmio será em dezembro. Clique no Leia Mais para conferir a lista completa dos finalistas.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

A Leitura, rede de livrarias que mais cresce no Brasil ultimamente, reinaugurou a sua loja do Parque Dom Pedro Shopping em Campinas, no interior paulista. O shopping já contava com uma unidade da rede desde 2010 e agora ela se expande e passa a ocupar um espaço de 1,8 mil m² distribuídos em dois pisos e com a previsão de um café a ser inaugurado no ano que vem. A Leitura hoje tem 74 unidades em 20 unidades da federação.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

A Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf) definiu a sua nova diretoria executiva para o triênio 2019/2022. A chapa única eleita é composta por Sidney Anversa Victor (presidente), João Scortecci (1º vice-presidente), Flavio Tomaz Medeiros (2º vice-presidente), Carlos Jacomine (diretor administrativo e editorial), Levi Ceregato (diretor administrativo adjunto), Luiz Gornstein (diretor financeiro) e Umberto Giannobile (diretor financeiro adjunto e de rótulos e etiquetas. A nova diretoria será empossada no dia 29 de novembro. Clique no Leia Mais para conferir a composição completa da chapa.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

Na última semana, Beatriz Alves, gerente de vendas internacionais da HarperCollins Publishers e dona do podcast As Desqualificadas – junto com Camila Cabete –, escreveu um artigo para a Folha falando sobre os audiolivros, mídia digital que cresce mais rapidamente no mundo, em especial nos EUA. “Vamos ter que aprender a navegar com sabedoria nesse mundo que tem mais conteúdo do que podemos consumir em três vidas. [...] Você vai ver, logo logo estará partindo para 12 horas de audiolivro e, no fim do mês, vai estar totalmente entregue ao vício”, disse. A obra O sol na cabeça (Companhia das Letras), de Geovani Martins, é o livro de estreia do autor e já foi lançado em 10 países. Agora, a obra ganhou a França e será lançado pela editora Gallimard com o nome Le soleil sur ma tête. Para falar mais sobre esse fenômeno, Geovani conversou com a RFI e dentre outras coisas, disse que “não podia imaginar” o sucesso de seu livro. Em homenagem à Fernanda Montenegro, que completou seus 90 anos no último dia 16, o Estadão foi à Estação da Luz, em São Paulo, para reproduzir a cena inicial de Central do Brasil. Em vez de cartas para familiares distantes, amores perdidos ou desafetos, as pessoas foram convidadas a ditar uma carta para a atriz. Os depoimentos você confere na matéria completa. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

“Acredito na literatura que une as pessoas.”
Olga Tokarczuk
Escritora polonesa
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
3.
Prólogo, ato, epílogo
4.
Escravidão
5.
Mais esperto que o diabo
6.
O diário perdido de Gravity Falls
7.
O mundo segundo Felipe Neto
8.
Meu diário mágico
9.
Do mil ao milhão
10.
O milagre da manhã
 
PublishNews, Luciana Pinksy, 21/10/2019

Thomás Camargo CoutinhoA tensão espreitava há dias. Ele não conseguia encará-la sem um riso nervoso. Ela usava a ironia com excessiva frequência, talvez para simular uma tranquilidade distante. Quase não se falavam a sós, sempre cercados por tantos, sorrisos e afagos genéricos. Ainda assim, a tensão estava lá, óbvia para ambos, invisível aos demais. Até que. Sim, tem um "até que", pois tensão explode, acaba ou ambos. Depois de dias nervosos, eles se encontram por acaso do outro lado da cidade, onde os tantos das rodinhas jamais iriam. Mas foi por acaso mesmo?, o leitor há de me perguntar. Clique no Leia Mais para ler o fim dessa história.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

As tirinhas da adolescente Liz, de Daniel Brandão, que tanto sucesso faz nas páginas do jornal O Povo, de Fortaleza, foram agora reunidas na obra Os mundos de Liz (Noir, 120 pp, R$ 39,90), com histórias que o artista criou inspirado em sua filha, desde os seus primeiros anos de vida. São abordagens que acompanham o crescimento de uma menina, suas dúvidas, anseios, personalidades e descobertas, além das relações familiares. No livro são tratados temas como amores, escola, família, amigos. Tudo isso temperado em um caldeirão chamado adolescência. Liz, uma garota de 14 anos, é a personagem central deste álbum que apresenta, de forma profunda e divertida, os pequenos e grandes dilemas existenciais que se abatem sobre todos nós, com 14, 34 ou 64 anos. Temas universais e atuais abordados sob o prisma de uma personagem mais do que real, com coadjuvantes que são tão próximos de nós que certamente você vai se pegar pensando o quanto lembra aquele amigo ou primo.

PublishNews, Redação, 21/10/2019

A Editora Peirópolis, em coedição com o Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA-USP, lançou O negro nos quadrinhos do Brasil (344 pp, R$ 72), do pesquisador Nobu Chinen. Na obra, com mais de 400 figuras e fruto de minuciosa pesquisa, o autor busca compreender a construção da imagem do negro nas narrativas gráficas, desde as artes visuais em seus primeiros registros da presença dos africanos no Brasil, sequestrados e escravizados para servir ao propósito colonizador, até a produção atual, incluindo do mainstream às produções autorais. Ao mesmo tempo em que expõe, como o próprio autor diz, “a verdadeira face de um país preconceituoso e racista, mas que resiste em admitir essa característica”, Nobu promove um justo resgate de parte importante de nossa historiografia.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.