Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 10/09/2019
Somos especialistas em criação de projeto gráficos, diagramação de grandes materiais, tratamento de imagens e tradução e revisão de laudas.
Há 14 anos no mercado, representa cerca de 400 editoras do comércio varejista de livros. Tem aproximadamente 820 mil títulos em estoque, e cerca de 400 novos títulos ao mês.
Uma empresa com 13 livrarias físicas pelo Brasil e uma das principais livrarias online do país, com títulos de inúmeras categorias das melhores editoras, abrangendo didáticos, jurídicos, livros de ficção, entre outros.
PublishNews, Redação, 10/09/2019

Equipe da Storytel no Brasil: Mariana Rolier, Antonio Hermida, Fernando Schaer, Karina Pino, André Palme e Pedro DuarteEm novembro passado, o PublishNews anunciou a abertura do escritório da Storytel no Brasil. De lá para cá, a plataforma sueca de audiolivros tratou de erguer um catálogo de conteúdos em áudio que pudesse ser oferecido aos consumidores brasileiros. O novo aplicativo já está no ar e deve ser oficialmente lançado nesta quarta-feira (11), em um evento em São Paulo. A notícia, no entanto, já foi assunto na imprensa sueca. A aposta é que o crescente mercado de entretenimento em plataformas de streaming no país (os números da Netflix, Spotify e afins não negam) alavanque as oportunidades da Storytel por aqui. “A oferta de audiolivros em streaming está enfrentando uma grande inovação no mercado brasileiro, onde os serviços de assinatura de filmes e de música estão ganhando terrenos. É um bom presságio para a nossa equipe brasileira”, comentou Robert Casten Carlberg ao Boktugg, veículo especializado na cobertura do mercado editorial na Suécia. Para o PublishNews, André Palme, country manager da Storytel no Brasil, falou da importância das editoras no processo de construção do catálogo: “É uma história linda podermos ter tido editoras e parceiros desde o início, pois são para nós os lugares onde existem os melhores conteúdos com as curadorias mais cuidadosas”. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 10/09/2019

Mattias Lundgren e parte dp time sueco da Word Audio durante as atividades físicas que a equipe faz junta uma vez por semana. | © DivulgaçãoA Storytel acaba de lançar sua plataforma de audiolivros no Brasil, mas ela não é a única empresa sueca de olho no mercado brasileiro. A editora digital Word Audio, baseada na cidade de Malmö e focada em audiolivros, também está de olho no Brasil e possui planos para operar por aqui. Tanto que contratou o fundador do PublishNews, Carlo Carrenho, que agora reside na Suécia, para cuidar de novos negócios da empresa no Brasil. A Word Audio foi fundada em 2006, logo depois da Storytel, e vem acompanhando a trajetória da gigante de audiolivros suecas e também de suas concorrentes menores, a Nextory e a Bookbeat. Recentemente, adotou a estratégia de expandir sua presença e seu catálogo para outros territórios e idiomas. Assim, a Word Audio já publica audiolivros em finlandês e espanhol, e lançará em breve os primeiros títulos em russo. Para isso, conta com uma equipe multinacional presente fisicamente nestes mercados. “Fomos a terceira empresa a assinar um contrato com a Storytel e isso mostra um pouco da nossa experiência”, explica o fundador e CEO Mattias Lundgren. Músico e guitarrista, Mattias se orgulha em dizer que a empresa foi fundada por amantes da música e reinventada 10 anos depois. “Já temos um catálogo de mil títulos e vendemos mais de um milhão de cópias em 2018 apenas da Suécia, o que nos torna a maior editora independente de áudio neste país”, explicou. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 10/09/2019

O Troféu HQMIX divulgou os vencedores da sua 31ª edição que receberão a estatueta do personagem Nhô Quim, de Angelo Agostini, neste domingo (15), às 17h30, no Sesc Pompéia (Rua Clélia, 93 – São Paulo / SP). Os melhores de 2018 foram escolhidos por indicações de jurados especializados e um júri nacional de mais de dois mil profissionais da área. Na categoria Adaptação para os quadrinhos, a obra escolhida foi A revolução dos bichos (Quadrinhos na Cia), de George Orwell e ilustrada por Odyr. O destaque internacional foi para a obra Cumbe (Veneta), de Marcelo D’Salete; a Graphic MSP 18 Jeremias (Panini), venceu em duas categorias, Publicação juvenil e Edição especial nacional; e na categoria Publicação infantil a obra premiada foi Os diários de Amora (Nemo). Já o prêmio de Editora do ano foi para a Pipoca & Nanquim. A premiação que acontece neste domingo é gratuita e a retirada de ingressos deve ser feita uma hora antes na bilheteria do Sesc. A lista completa com os premiados você confere clicando aqui.

PublishNews, Henrique Rodrigues, 10/09/2019

Ao acordar num dia semana passada, me deparei com meu filho de 17 anos, que estava indignado porque o prefeito estava fazendo uma coisa estúpida: queria apreender uma revista em quadrinhos na Bienal do Livro, só porque os personagens Wiccano e Hulkling, “que todo mundo sabe que são namorados”, estavam se beijando. “Quê?”, perguntei, demorando um pouco para processar tanta informação. Após idas e vindas na Justiça, que por fim impediu qualquer apreensão de livros no evento, prevaleceu a liberdade no final das contas. Pelo menos neste evento. Mas é preciso que pensemos um pouco sobre o incidente, que, infelizmente, não é um fato isolado no ataque às manifestações culturais. Vale citar o ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello: "Mentes retrógradas e cultoras do obscurantismo e apologistas de uma sociedade distópica erigem-se, por ilegítima autoproclamação, à inaceitável condição de sumos sacerdotes da ética e dos padrões morais e culturais que pretendem impor, com o apoio de seus acólitos, aos cidadãos da república". Não por acaso, o que aconteceu nesses dias lembra muito algumas cenas do romance O conto da aia, de Margareth Atwood, em que os Estados Unidos se tornaram um estado totalitário governado por extremistas religiosos. No romance (que também virou uma ótima série), a República de Gilead surgiu a partir de censuras e outros atos repressores que, de início, passavam meio despercebidos. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta coluna.

PublishNews, Redação, 10/09/2019

A partir desta terça-feira (10), o consumidor brasileiro poderá assinar o serviço Amazon Prime, que garante uma série de benefícios por um pagamento mensal de R$ 9,90. Além de frete grátis nas compras feitas pelo e-commerce, o assinante tem acesso a promoções exclusivas, aos conteúdos Amazon Originals no Prime Video e ainda ao Prime Music e Prime Reading, dois novos serviços que acabam de ser lançados no Brasil. O primeiro reúne mais de duas milhões de músicas e o segundo um catálogo rotativo de revistas e livros digitais. Como oferta de lançamento, a Amazon oferece 30 dias gratuitos e ainda a opção de pagar R$ 89 no plano anual.

PublishNews, Redação, 10/09/2019

Casa das Rosas | © Rogério CassimiroDe hoje até sexta (13), das 14h às 18h, a Casa das Rosas (Av. Paulista, 37 - São Paulo / SP) realiza a Semana da Educação, que terá uma programação especial voltada para professores de literatura da rede pública e particular. Na programação, palestras oficinas e troca de experiência direcionada ao debate sobre a abordagem pedagógica dos textos literários. Reflexões sobre as relações entre museu, escola e cidade; aula sobre comunicação poética; palestra a respeito do patrimônio material e imaterial; movimento poético na periferia; educação em Libras; poesia concreta e visual; e oficina de escrita criativa integram o programa. Com vagas limitadas, os profissionais inscritos ainda garantem vaga no Colóquio de ensino de poesia da Casa das Rosas, no dia 14 de setembro. Para se inscrever na semana é só clicar aqui, e para o Colóquio de sábado, aqui.

PublishNews, Redação, 10/09/2019

Escrito por J. H. Rosny Aîné e lançado originalmente em 1910, A morte da Terra (Piu, 128 pp, R$ 39 – Ilustração: Rodrigo Rosa – Trad.: Julia da Rosa Simões) é um livro essencialmente atual. Ele transporta o leitor para um futuro no qual as águas não brotam, as plantas não crescem e os animais não existem. Só o que há na Terra são alguns oásis verdes onde os últimos Homens levam uma vida sem emoção, enquanto assistem à movimentação lenta, mas persistente, de uma nova forma de vida mineral: os Ferromagnetos. Em meio à desolação, somente o jovem Targ parece ter sonhos e ainda mantém acesa a fé de que os humanos poderão viver novamente em um lugar cheio de vida. A morte da Terra traça um quadro poderoso sobre a decadência, a futilidade e a morte, refletindo sobre a crise existencial dos seres humanos. A edição chega com prefácio de Mia Couto. Esse é o primeiro livro adulto da editora gaúcha Piu.

PublishNews, Redação, 10/09/2019

Ao longo de sua carreira, Heloisa Seixas transitou pelos mais diversos gêneros literários. Após publicar dois romances em sequência — O oitavo selo e Agora e na hora —, a escritora carioca volta às formas breves, que marcaram sua estreia na literatura, com este volume de contos. Em A noite dos olhos (Companhia das Letras, 166 pp, R$ 64,90), Heloisa explora diferentes narradores, estilos e cenários para retratar situações ora cotidianas, ora inesperadas. O título do livro – homônimo de um conto que narra a tensão diante do desconhecido em uma noite sombria – antecipa a atmosfera soturna das páginas. Já em Dilema no escuro, temos uma protagonista enclausurada, atormentada por uma possível traição. Embora independentes, essas histórias têm em comum uma prosa apurada, e se aproximam por fios invisíveis. Entremeadas aos dezesseis textos mais longos, o livro inclui duas seções de microcontos que transmitem toda a potência do gênero em sua forma mínima.

“A censura é o imposto da inveja sobre o mérito.”
Laurence Sterne
Escritor irlandês (1713-1768)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
3.
Escravidão
4.
O milagre da manhã
5.
Mais esperto que o diabo
6.
Os segredos da gestão ágil por trás das empresas valiosas
7.
Do mil ao milhão
8.
Seja foda!
9.
O poder da autorresponsabilidade
10.
A garota do lago
 
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.