Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 18/02/2019
A Samara Lopez Design e Editoração fornece serviços editoriais para autores independentes e editoras. Disponibilidade para parcerias e grandes demandas fill time.
Editorando birô oferece prestação de serviços editoriais como tradução, preparação e revisão de texto, diagramação, capa, conversão em e-book e intermédio com a gráfica.
A Futura Editoração é especializada em Diagramação e design editorial
PublishNews, Leonardo Neto, 18/02/2019

Entre 2004 e 2015, Cid Vale Ferreira construiu sua carreira como editor em casas como Scipione, Atual, Ibep, Saraiva e Moderna. Aí, pintou a vontade de abrir um negócio próprio e criou, em 2016, o sebo Clepsidra, que hoje tem duas lojas em São Paulo e se prepara para abrir mais uma em Bauru, no interior paulista. Em março do ano passado, resolveu começar uma editora dedicada à publicação de livros de terror. “Foi aí que percebi que tinha muitas dúvidas. Já tinha feito muitas coisas como editor e revisor, mas não tinha contatos com gráficas, não sabia qual papel escolher, por exemplo. Então, vi que precisava muito do apoio das pessoas que tinham mais experiências do que eu”, conta. Nesse espírito, resolveu reunir outras editoras em um grupo informal que tem ganhado corpo e já agrega mais de 50 editoras de pequeno e médio porte. Entre as editoras que compõem o quadro associativo (informal, ressaltaria Cid) da Coesão Independente estão, além da Clepsidra, Aleph, Balão Editorial, Barbatana, Cobogó, Draco, Empíreo, Giz, Jujuba, Lote42, Penalux e Pólen. “A proposta foi formar um grupo informal, simples como um grupo de WhatsApp, onde a gente tenha essa postura colaborativa, deixando de se ver como concorrentes, encarando como um espaço de solidariedade”, resumiu ao PublishNews. O coletivo já prepara a sua primeira grande ação. Para saber mais, clique no Leia Mais.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

Na última semana, a Exame publicou uma matéria para mostrar que as livrarias menores não se abalaram mesmo com a crise da Saraiva e Cultura. A matéria fez questão de frisar que a crise não é do livro em si e que estratégias equivocadas de gestão fizeram com que as duas maiores redes de livrarias sucumbissem e que por outro lado as pequenas e médias livrarias estão crescendo. A Livraria da Vila, por exemplo, reduziu o tamanho de suas lojas para se adequar ao perfil dos consumidores e a venda de livros da rede cresceu 15% em 2018. Outro exemplo dado na matéria é da Travessa, que fez diversos investimentos, entre eles, na tecnologia, para se manter bem no mercado. Na Veja SP o destaque foi para a rede de livrarias que confia nos clientes. As lojas da Top Livros usam o modelo pegue-pague, e vendem títulos de variados gêneros a um preço acessível: todos por R$ 10. Além disso, as livrarias não possuem funcionários, o cliente escolhe os livros e em seguida vai ao local onde deve ser feito o pagamento. Clique no Leia Mais para saber outros destaques desse apanhadão.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

A Saraiva Educação, área de ensino superior da Somos, anunciou nesta semana mudanças no seu quadro interno com uma nova liderança na sua área comercial. Maria Carolina Lourenço assume como líder da área, anteriormente dirigida por Marcelo Freitas. Com mais de 15 anos de experiência no setor e com passagens por editoras de CTP como RT/Thomson Reuters e Campus/Reed Elsevier, Maria Carolina chegou à Saraiva em 2018 e liderava a área de novos negócios e de relacionamento com key accounts.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

Pavilhão de Frankfurt | © DivulgaçãoNo ano passado, a Feira do Livro de Frankfurt ficou ainda maior e criou a Bookfest com o intuito de expandir sua programação para diversos espaços da cidade. Este ano, a feira decidiu chamar editores e parceiros para enviar suas ideias e ajudar a moldar essa programação. A Bookfest este ano espera mais uma vez abranger cerca de 80 eventos em todos os dias da feira (15 a 20 de outubro) e em diferentes locais, por isso, os interessados têm até o dia 30 de abril para mandarem suas sugestões. Diversos tipos de eventos são possíveis, incluindo encontros com autores de best-sellers, slams de poesia, degustações, shows, festas, discussões entre outras ideias. A equipe do programa avaliará todas as propostas recebidas e as usará para organizar uma programação diversa e democrática. O formulário de participação está disponível no site da Bookfest.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

Além de ter brasileiros como finalistas do seu International Excellence Awards, a Feira do Livro de Londres (12 a 14 de março) terá a participação de oito editoras brasileiras apoiadas pelo Brazilian Publishers (BP), além da escritora Carol Bensimon, vencedora do Prêmio Jabuti na categoria romance com o livro O clube dos jardineiros de fumaça (Companhia das Letras). Carol irá apresentar no dia 14, às 13h, o seminário Como lidar com o ser brasileiro – Algumas reflexões sobre o senso de lugar, representação e histórias que posso contar. “Vou abordar alguns assuntos sobre os quais penso constantemente e que estão ligados à identidade nacional, à representação do Brasil e às histórias que posso e quero contar nos meus livros”, explica Carol. A ida de Carol tem o apoio do Ministério das Relações Exteriores.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

A Casa das Rosas (Av. Paulista, 97 - São Paulo / SP) está com inscrições abertas para seu mais novo curso formativo, o Poesia Expandida, que vai abordar o universo da poesia em suas mais diversas possibilidades de criação – com a palavra, com o som e com a imagem. A formação acontece entre março e junho com dois encontros semanais: quintas-feiras às 19h e sábados às 10h30. Nas quintas, os encontros serão teóricos e os participantes trabalharam temas ligados à comunicação poética. Já aos sábados, nas aulas de laboratório, são explorados temas como performance vocal aplicada à poesia, poesia visual, poema-objeto e poema-livro. Para se inscrever, os interessados devem apresentar três trabalhos poéticos de sua criação, além de um texto de demonstração de interesse. Os trabalhos poéticos podem ser poemas (em verso ou prosa), poemas visuais, poemas e/ou performances poéticas vocais e corporais em vídeo, ou, ainda, poemas sonoros. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site até 21 de fevereiro.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

Por meio de uma cuidadosa seleção de citações, imagens e entrevistas, a obra Fotógrafos sobre a fotografia (G.Gili, 128 pp, R$ 85 – Trad.: Edson Furmankiewicz) revela o que os mestres da fotografia consideram mais importante em seu trabalho. A obra pode ser vista como uma extensão da série Leia isto se quer tirar fotos incríveis, do mesmo autor, Henry Carroll. Enquanto a série fornece uma base para os aspectos técnicos da fotografia, este livro oferece uma introdução aos aspectos filosóficos, com diferentes opiniões que variam do pessoal ao prático, do esotérico ao esclarecedor. Com o texto instrutivo e perspicaz, o leitor irá descobrir como os gigantes de cada gênero desenvolveram seus estilos visuais distintivos e as ideias que sustentam sua prática. O livro conta com citações de grandes fotógrafos como Nobuyoshi Araki, Maisie Cousins, Tacita Dean, Irving Penn, Harley Weir, Garry Winogrand, entre outros.

PublishNews, Redação, 18/02/2019

Há muito os livros saltaram de seus suportes em papel para ganhar novos contornos tecnológicos. Quem hoje pode ler a Bíblia exibida num pequeno arquivo digital muitas vezes sequer imagina de que forma os primeiros cristãos dedicavam-se às palavras escritas. Pois é em busca de examinar essas raízes que parte dom Paulo Evaristo Arns, em sua tese de doutorado pela Sorbonne em 1940, e que ganha nova edição em A técnica do livro segundo São Jerônimo (Imprensa Oficial / Editora Unesp, 248 pp, R$ 90). São Jerônimo foi um dos doutores da Igreja, tendo traduzido a Bíblia para o latim. No Renascimento, foi considerado o patrono dos humanistas, admirado por Erasmo de Roterdã. O objetivo da tese de Dom Paulo, como destaca o professor e crítico literário Alfredo Bosi em seu prefácio, “era descrever com exatidão filológica todo o longo processo de composição da escrita, acionado nos primeiros séculos da era cristã”. Nesta edição estão reproduzidas obras de Van Eyck, Caravaggio, Veronese, Rembrandt, De La tour, entre outros, retratando São Jerônimo, permitindo ao leitor, ao final do livro, avaliar sua importância na história da pintura e na formação da civilização ocidental.

“Quem tem imaginação, mas não tem cultura, possui asas, mas não tem pés.”
Joseph Joubert
Ensaísta francês (1754-1824)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Me poupe!
4.
Seja foda!
5.
Este não é mais um livro de dieta
6.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
7.
O poder do hábito
8.
Aprendizados
9.
O poder da ação
10.
Prisioneiros da mente
 
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.