Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/12/2018
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Carlo Carrenho, 21/12/2018

Hoje é o solstício de inverno no hemisfério norte, ou o dia mais curto do ano em 2018. Em termos práticos, o sol nasce hoje em Estocolmo às 8:43 e se põe às 14:48. Entre estes dois horários, a luz é nublada, discreta e indireta. Apesar de tudo isso, hoje é um dia em que fico feliz. Por quê? Porque a partir de agora os dias são cada vez mais longos. Eu simplesmente odeio o outono escandinavo e ver os dias definhando – não tem paisagem verde-amarela e folhinhas caindo que compense isto. Cada dia menor que o anterior. Mas tem data para acabar, e em 2018 é exatamente hoje. Vinte e um de dezembro é o nadir (adoro esta palavra) das horas de luz – ou o fundo do poço em linguagem menos requintada. Amanhã já melhora; daqui a pouco é primavera e logo depois chega o verão com sol até quase meia-noite. Mas isso tem algo a ver com o mercado editorial no Brasil? Muito; e a verdade é que estes ciclos da natureza têm muito a nos ensinar. Clique no Leia Mais e descubra o que Carlo Carrenho espera de 2019.

PublishNews, Redação, 21/12/2018

Essa é a última edição do PublishNews em 2018, então, chega aquela hora de passar a régua e lembrar os momentos mais marcantes do período. Considerado por muitos como um dos mais – se não o mais – desafiador de toda a história da indústria editorial brasileira, 2018 foi recheado de grandes emoções (nem sempre boas emoções). Nossa equipe releu todas as quase três mil matérias e notas que produziu ao longo de 2018 em busca daquilo que pudesse resumir o ano.

PublishNews, Redação, 21/12/2018

Mark Manson, autor de A sutil arte de ligar o foda-se | © DivulgaçãoComo já é costume, na última newsletter do ano, nós buscamos mostrar quais os livros que fecharam o ano entre os mais vendidos nas 12 livrarias que compõem a Lista dos Mais Vendidos do PublishNews. Sem surpresa, A arte de ligar o foda-se (Intrínseca), de Mark Manson ficou com o ouro da Lista Geral ao se manter no primeiro lugar do pódio por seis meses durante o ano e vender mais de 400 mil exemplares. A disputa, o ano inteiro, foi com As aventuras de Luccas Neto na Netoland (Pixel), que também vendeu mais de 360 mil títulos. Já o bronze ficou com O milagre da manhã (BestSeller), de Hal Elrod. Vale dizer que dos 20 livros mais vendidos da Lista Geral, nove são nacionais. Em Ficção, o ouro ficou com Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (Globo Alt). O livro de Igor Pires da Silva e Gabriela Barreira vendeu mais de 100 mil exemplares e é seguido por Ainda sou eu (Intrínseca), de Jojo Moyes e Origem (Arqueiro), de Dan Brown, livro que garantiu o segundo lugar na categoria em 2017. O destaque desta lista fica com Jojo Moyes, Rupi Kaur e Augusto Cury que conseguiram colocar dois livros cada no ranking. Já o Ranking das editoras foi liderado o ano inteiro pela Sextante, que emplacou no total 71 obras. Ela é seguida pela Ciranda Cultural, com 48 obras e Gente, que trouxe para a lista 46 títulos. No top 10 ainda aparecem Intrínseca, Grupo Companhia das Letras, Planeta, Grupo Editorial Record, LeYa, Alto Astral, e Globo e HarperCollins empatadas na décima posição. Clique no Leia Mais e confira todos os destaques da lista deste ano.

PublishNews, Redação, 21/12/2018

No último dia 12, a Unibes Cultural foi palco da oitava edição do nosso encontro UmLivro com PublishNews. Na pauta, os podcasts literários: como essa mídia vem crescendo entre as editoras, como pode ajudar a criar uma proximidade com os leitores e não leitores, os assuntos tratados, os novos meios de se comunicar e quais as expectativas e palpites para esse mercado no futuro. Para falar sobre o assunto tivemos: Fabiano Curi, diretor editorial da Carambaia que possui o podcast Narrativas; Beatriz Alves, gerente de vendas internacionais da HarperCollins Publishers e uma das criadoras do podcast As desqualificadas, que além de falar sobre literatura, aborda sem filtro assuntos ligados ao universo feminino; Fabio Uehara, responsável pelos podcasts do PublishNews e da Companhia das Letras e a mediação ficou por conta de José Barrichello. Agora, os assinantes do PublishNews terão acesso à íntegra do que foi conversado lá em áudio disponibilizado dentro do Podcast do PublishNews. Para acessá-la, clique no Leia Mais. A série de encontros é fruto da parceria com a UmLivro, plataforma que oferece diversas soluções de impressão por demanda e logística para as editoras.

PublishNews, Redação, 21/12/2018

Na última quinta-feira (20), Nélida Piñon recebeu da Universidade de Évora, em Portugal, o Prêmio Vergílio Ferreira. Desde 1997, o prêmio dá reconhecimento ao conjunto da obra de autores de língua portuguesa. Nélida agora será companheira de nomes como Lídia Jorge, Gonçalo M. Tavares e Mia Couto que já receberam a láurea em edições passadas. 

PublishNews, Redação, 21/12/2018

Afonso Borges com Heloisa Seixas e Ruy Castro | © Daniel BianchiniNo ano de seu 32º aniversário, o Sempre um Papo, projeto idealizado por Afonso Borges, encerra 2018 somando 59 encontros com escritores, realizados de fevereiro a dezembro, nas cidades de Belo Horizonte, Sete Lagoas (MG), Araxá (MG), Itabirito (MG), Nova Lima (MG), São Paulo (SP), Santo André (SP) e Rio de Janeiro (RJ). O projeto recebeu 57 convidados e lançou 49 livros. Além disso, mais de 8,5 mil pessoas participaram dos eventos que sempre tiveram entrada gratuita. Nomes como Juca Kfouri, Marcia Tiburi, Luiz Ruffato, Jacques Fux, Fabricio Carpinejar, Silvana Gontijo, Fernanda Young, Antonio Fagundes, Antônio Carlos Secchin, Ignácio de Loyola Brandão, Valter Hugo Mae, Ruy Castro, Heloisa Seixas, Marcelo Rubens Paiva, Zeca Camargo, Mario Sergio Cortella e Pedro Bial passaram pelo projeto.

PublishNews, Redação, 21/12/2018

O passado remoto e o presente imediato se entrelaçam no novo romance do escritor cubano Leonardo Padura. Em A transparência do tempo (Boitempo, 374 pp, R$ 57 - Trad.: Monica Sahel) o leitor acompanha o já conhecido detetive Mario Conde em seu oitavo caso, o desaparecimento de uma estátua de uma virgem negra. Às vésperas de completar 60 anos, cético em relação a seu país, Conde assiste ao encolhimento da oferta de livros usados, cuja revenda vinha sendo seu ganha-pão dos últimos tempos. É então que um ex-colega de escola o procura e lhe oferece trabalho: recuperar a estátua de uma virgem negra que lhe fora roubada. Com o desenrolar das buscas, Conde vai percebendo que a peça é muito mais valiosa do que imaginava, tendo suas origens nos Pireneus catalães, de onde fora trazida por um jovem em fuga da guerra civil. Paralelamente, em capítulos intercalados, o autor retraça a história desse jovem e as lendas que envolvem a escultura. Ao buscar a imagem da santa negra pelas ruas de Havana, Conde vaga entre dois polos de um mesmo país: o submundo dos cortiços, do tráfico de drogas e da vida precarizada e o rico ambiente dos colecionadores e galeristas envolvidos em contrabando e venda ilegal de obras de arte. 

PublishNews, Redação, 21/12/2018

Incomodado com aqueles que insistiam no discurso da vitimização, um vendedor de água nas areias de Copacabana faz um rápido vídeo no Instagram para estimular as pessoas a driblar a crise com garra e criatividade. O que ficou conhecido depois como o "vídeo da água" viralizou para milhões de pessoas em poucos dias. Ele foi entrevistado pelas redes de televisão, e do dia para a noite tornou-se uma referência para todos aqueles que decidiram empreender para superar a crise. Em Pega a visão (Buzz, 208 pp, R$ 39,90), o leitor conhece toda a história de Rick Chesther, desde o tempo em que vendia verduras que ele mesmo havia plantado no quintal de sua casa, aos oito anos. Sem jamais deixar de reconhecer o que chamou de Lei da Semeadura, a atuação do Ser Superior em nossas vidas, a vida de Rick ensina que não há lugar no topo para quem para de lutar ou vive na eterna transferência de responsabilidades. Rick Chesther não é um empresário ou milionário. Mas sempre foi um líder, alguém que decidiu que ninguém iria escolher os seus sonhos. É um mensageiro que diz: “Ao empreender, você pode sair de qualquer situação e chegar aonde quiser.”

“O livro de literatura tem que ser maior do que a pesquisa que lhe deu origem”
Franklin Carvalho
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Me poupe!
4.
Aprendizados
5.
O milagre da manhã com Deus
6.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
7.
21 lições para o século 21
8.
Seja foda!
9.
Poesia que transforma
10.
Minha história
 
PublishNews, Redação, 21/12/2018

Nos anos 1940, quando o LSD foi descoberto, pesquisadores, cientistas e médicos acreditavam que a sociedade se preparava para uma iminente revolução no campo da psicologia. A substância alucinógena teria o potencial de revelar os mistérios do inconsciente, bem como oferecer avanços no tratamento de doenças mentais. Poucas décadas depois, o LSD se popularizou como droga recreativa, mas a intensa repressão ao movimento de contracultura fez com que as pesquisas com a substância fossem suspensas. Em Como mudar sua mente (Intrínseca, 480 pp, R$ 59,90), Michael Pollan parte em busca de uma compreensão aprofundada da psique humana e de como as substâncias psicodélicas poderiam auxiliar tratamentos médicos. O livro conta a história do renascimento das pesquisas com esses compostos depois de anos de coibição e esquecimento. Pollan se dedicou a variadas experiências com alucinógenos e notou que eles também seriam capazes de melhorar a vida de pessoas saudáveis. Nesta obra, Pollan mergulha nos mais diversos estados da consciência e apresenta os progressos que essas substâncias trazem para os estudos mais recentes da neurociência, revelando que os benefícios terapêuticos das substâncias psicodélicas são indissociáveis das experiências de transcendência proporcionadas por elas.

PublishNews, Redação, 21/12/2018

Polêmico e divertido, Maior que o mundo (Alfaguara, 456 pp, R$ 74,90), novo livro de Reinaldo Moraes, subverte as formas tradicionais de uma boa história. Ele conta a história de Cássio Adalberto, mais conhecido como Kabeto. Depois do sucesso com o romance Strumbicômboli, ele não foi capaz de escrever uma linha sequer do seu novo livro. O motivo: ele não consegue encontrar a primeira frase. A primeira, primordial sentença que irá dar o tom de todo o romance. Numa sexta à noite, ele cruza a cidade a pé até o Farta Brutos, o bar de onde é cliente cativo. Carrega consigo um gravador, onde capta suas impressões — ou qualquer coisa que lhe venha à cabeça. Kabeto, aos poucos, se revela inteiro ao leitor. Sempre no controle da narrativa, ele apresenta ao leitor personagens memoráveis e o conduz por um final de semana insano, cômico e trágico, até finalmente encontrar a fabulosa ideia para seu romance — mesmo que, para isso, tenha de burlar qualquer limite da decência.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 21/12/2018
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.