Sarah J. Maas, sucesso no TikTok e nas livrarias
PublishNews, Leonardo Neto, 09/04/2021
Autora é a campeã de vendas em Infantojuvenil dessa semana e emplaca mais um dos seus títulos de fantasia no ranking

Sarah J. Maas ganhou destaque nessa semana ao emplacar cinco títulos em Infantojuvenil | Redes sociais da autora
Sarah J. Maas ganhou destaque nessa semana ao emplacar cinco títulos em Infantojuvenil | Redes sociais da autora
Nessa semana, Maju Alves, responsável pelas redes sociais e pelos projetos especiais do PN, escreveu um artigo falando sobre a força inexplorada do TikTok na disseminação de novidades literárias voltadas para as multidões de jovens leitores que habitam o aplicativo chinês. No texto, ela destaca a presença maciça da obra de Sarah J. Maas, escritora estadunidense dedicada à literatura fantástica. Sarah foi destaque no artigo da Maju e é o destaque da Lista dos Mais Vendidos do PublishNews nessa semana também.

Ela lidera a Lista de Infantojuvenil, com Cortes de espinhos e rosas, com 774 cópias vendidas, passando inclusive o box do Harry Potter (Rocco), de J.K. Rowling, que ficou em segundo, com 625. Além disso, colocou outros quatro títulos no ranking, incluindo a novidade Coroa da meia-noite, que ocupa a 10ª posição da categoria, com 261.

Em 2020, a Lista do PN contabilizou a venda de 13.239 exemplares da autora que no Brasil é publicada pelo selo Galera Record. Nos três primeiros meses de 2021, a autora já superou essa marca e a lista já registra a venda de 17.059 exemplares.

O desempenho dos livros de Sarah J. Maas se contrasta com os números da lista que, pela segunda semana seguida sofreu queda nos números gerais de vendas. Se na semana passada, as vendas apresentaram queda de 2%, nessa o tombo foi de 24%. Infantojuvenil, na qual os livros de Sarah são classificados, foi a única que teve desempenho positivo, de 6%. Ficção (-36%), Não Ficção (-33%), Autoajuda (-29%), e Negócios (- 19%) ficaram em queda.

O Ranking Geral voltou a ser liderado por Mais esperto que o diabo (Citadel), de Napoleon Hill. Foram mais 1.632 exemplares para a conta do livro mais vendido de 2020. Pílulas de resiliência (Gente), de Robson Hamuche, ficou em segundo, com 1.029, e a edição em capa dura de Mulheres que correm com os lobos (Rocco), de Clarissa Pinkola Estes, completa o pódio, com 973.

Além de Coroa da meia-noite, a lista trouxe outras duas novidades. Na 16ª posição de Negócios, apareceu Responsabilidade extrema (Alta Books), de Jocko Willink e Leif Babin, com 310 cópias vendidas. A outra novidade é composta por dois grandes conhecidos da lista. A Temporalis, o novo selo da Citadel, reuniu, em um só tomo, 1984 e A revolução dos bichos, de George Orwell, e o volume veio parar na posição de número 11 de Ficção, com 234 cópias vendidas.

Com 14 títulos, o Grupo Companhia das Letras lidera o Ranking Geral das Editoras. O segundo lugar ficou com a Sextante, que emplacou 12. O Grupo Editorial Record completa o pódio da semana com 10 títulos.

[09/04/2021 10:20:00]