Flipoços discute o mercado literário
PublishNews, Redação, 12/02/2019
Programação terá uma mesa para discutir a realidade do mercado editorial brasileiro. Além disso, festival confirma presença de autores da Colômbia, Portugal e EUA

Emilio Fraia, Pedro Almeida e Luis Antonio Torelli | © Divulgação
Emilio Fraia, Pedro Almeida e Luis Antonio Torelli | © Divulgação
Com o tema Literatura sem fronteiras, a 14ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços, está marcada para acontecer de 27 de abril a 5 de maio e a programação já começa a ganhar forma. Este ano o festival irá receber alguns editores importantes para discutir o futuro das livrarias e editoras no Brasil e suas expectativas além-fronteiras como forma de sustentabilidade de seus negócios. A mesa marcada para o dia 28 de abril, às 15h, no Teatro da Urca (Praça Getúlio Vargas, s/n – Poços de Caldas / MG) contará com a presença dos editores Pedro Almeida, Emilio Fraia e Luis Antonio Torelli e terá a mediação da jornalista Valéria Martins (Oasys Cultural). “É imprescindível discutirmos o mercado editorial e os mecanismos das editoras para sobreviver a esta grande crise que enfrentamos. Cabe a nós abrirmos espaço para que as ideias possam fluir e que possamos encontrar soluções criativas a partir destas conversas”, explicou Gisele Corrêa, curadora do festival. Além disso, o Flipoços já confirmou a participação de autores internacionais para compor sua programação. Juan Quintero Herrera (Colômbia), Calí Boreaz (Portugal) e Kátia Gerlach (EUA) participarão do bate-papo Vidas que se cruzam, vidas sem fronteiras, no dia 28, às 15h30, na Arena Cultural, e irão falar sobre suas vivências e seus respectivos países a partir da literatura.

[12/02/2019 06:00:00]