Às vésperas do Natal, números gerais da lista crescem 14%
PublishNews, Redação, 14/12/2018
Destaque da semana vai para segundo tomo da 'autobiografia não autorizada' de Jô Soares, que estreia fazendo companhia para Gisele Bündchen e Michele Obama

A Lista de Não Ficção dessa semana está interessantíssima. Liderada por Gisele Bündchen, que vendeu mais 2.839 exemplares do seu Aprendizados (BestSeller / Record), ela traz Michele Obama na segunda posição, com 2.602 exemplares vendidos na semana do seu Minha história (Objetiva / Companhia das Letras). Não bastasse essa acirrada disputa (são menos de 250 exemplares de diferença entre uma e outra) entre dois ícones femininos mundiais, a lista ganhou um concorrente de peso! Jô Soares, que chega com o segundo tomo da sua “autobiografia desautorizada”. O livro de Jô – volume 2 (Companhia das Letras), escrita em parceria com Matinas Suzuki Jr., chega na lista com 1.294 exemplares vendidos na sua semana de estreia. E ele é só uma das novidades da categoria. Estrearam lá a edição em capa dura do livro Mulheres que correm como lobos (Rocco), clássico de Clarissa Pinkola Estes, e Hoje, no caminho (Talentos da Literatura Brasileira / Novo Século), de Laura Bertelle. Foram 815 exemplares vendidos do primeiro e 600 do segundo, que marca, a propósito, a estreia do selo Talentos da Literatura Brasileira na lista.

Chama a atenção também o crescimento dos números da lista, na comparação com a semana passada, que passou por aquela ressaquinha pós-Black Friday. No geral, o aumento foi de 14% e ele foi sentido em especial nas categorias de Ficção (+23%) e Não Ficção (+20%). É o Natal batendo à porta.

No Ranking Geral, a liderança continua com A sutil arte de ligar o foda-se (Intrínseca), que já garantiu o posto de livro mais vendido do ano. Foram 7.967 exemplas vendidos na semana e 404.522 no ano. O milagre da manhã (BestSeller / Record) ficou em segundo, com 3.971 e Me poupe! (Sextante), em terceiro, com 3.630. 

O Ranking das Editoras segue liderado pela Sextante, com 23 títulos emplacados nessa semana. Na sequência aparece a Intrínseca, em segundo, com 12, e o Grupo Companhia das Letras, em terceiro, com nove. 

[14/12/2018 10:18:00]