Mais um...
PublishNews, Redação, 10/09/2018
Livro de Ana Maria Machado é alvo de mais uma campanha difamatória levantada pelas redes sociais

Mais um livro infantil é alvo de uma campanha difamatória fermentada nas redes sociais. Dessa vez, foi O menino que espiava pra dentro, escrito pela imortal Ana Maria Machado e publicado pela Global. Uma mãe começou a campanha em suas redes sociais afirmando que o livro, publicado em 1983 pela ganhadora do Hans Christian Andersen, incentiva o suicídio infantil. O trecho levantado pela mãe está na página 23 do volume, quando o menino come uma maçã para ingressar no mundo dos sonhos.

Diante de tamanha comoção, a Global precisou esclarecer, por meio de uma nota direcionada à imprensa e aos leitores, que “as referências à maçã e ao fuso são alusões às histórias da Branca de Neve ou da Bela Adormecida e constituem parte integrante do universo da história, sustentando o argumento de que imaginar pode ser muito bom, mas a realidade externa se impõe”.

A’O Globo, Ana Maria Machado disse que ficou chocada. “Foi como se uma bigorna caísse na minha cabeça. Até peguei o livro para reler, pensando que pudesse ter alguma frase infeliz. Mas que nada. É apenas a história de um menino cheio de imaginação que precisava de um amigo, e acaba ganhando um cachorro”. 

Nunca é demais lembrar que o livro já teve edições publicadas em outros países e nessa sua longa carreira de 35 anos, nunca ninguém tinha nada de negativo associado a ele.

[10/09/2018 09:55:00]