Lista da primeira semana da Bienal, mas sem Bienal
PublishNews, Leonardo Neto, 10/08/2018
Varejistas não vão à Bienal e lista deixa de ser um termômetro para primeiro fim de semana do megaevento

Sem as principais varejistas na Bienal, lista deixou de ser um termômetro das vendas do megaevento que segue com a sua programação até o próximo domingo | © Divulgação / Bienal
Sem as principais varejistas na Bienal, lista deixou de ser um termômetro das vendas do megaevento que segue com a sua programação até o próximo domingo | © Divulgação / Bienal

Das 13 varejistas que compõem a Lista dos Mais Vendidos do PublishNews, apenas uma -  a Lojas Americanas – está presente na Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Isso criou um fenômeno curioso na lista, que acabou não servindo de termômetro para as vendas do primeiro final de semana do megaevento que segue com a sua programação até o próximo domingo. Alguns dos autores internacionais que já participaram da programação da Bienal até apareceram na lista dessa semana. Foi o caso de A. J. Finn (A mulher da janela – Arqueiro / Sextante) e Beth Reekles (A barraca do beijo – Astral Cultural). Ainda assim, os dois aparecem com números de vendas menores do que os registrados nas duas últimas semanas.

Sem os números da Bienal, a lista minguou de tamanho. Comparando com a semana passada, os números gerais caíram 7%. A queda foi sentida especialmente nas categorias Infantojuvenil (-13%), Autoajuda (-9%) e Negócios (-8%).

Julia Quinn é uma das estreantes da semana | © Rex Rystedt / Divulgação
Julia Quinn é uma das estreantes da semana | © Rex Rystedt / Divulgação
Neste cenário, destacaram Julia Quinn (na foto ao lado) e Colleen Houck que apareceram com seus novos livros na Lista de Ficção. Uma dama fora dos padrões (Arqueiro / Sextante), de Quinn, estreou ocupando a oitava posição, com 1.251 exemplares vendidos na semana. O sonho do tigre (Arqueiro / Sextante), de Houck, ficou na nona, com 1.217.

O pódio do Ranking Geral manteve a mesma configuração das últimas semanas, com As aventuras na Netoland com Luccas Neto (Pixel / Ediouro), com 10.945 cópias vendidas; A sutil arte de ligar o foda-se (Intrínseca), com 8.888 e O milagre da manhã (BestSeller / Record), com 4.537. Aqui uma curiosidade: Luccas Neto está a apenas 8.149 exemplares atrás de A sutil arte de ligar o foda-se na Lista Anual.

Além dos livros de Julia Quinn e Colleen Houck, a lista deu as boas-vindas a outros 11 títulos. Em Não Ficção estrearam O livro da filosofia (Globo Livros), em 13º; Shinsetsu: o  poder da gentileza (Planeta), em 16º; O livro da história (Globo Livros), em 17º, e Cristianismo puro e simples (Thomas Nelson), em 20º. O poder da positividade (Gente) estreou na 16ª posição de Autoajuda.

Em Infantojuvenil, os estreantes foram Poliana (On Line), em nono; Siga o coração (Astral Cultural), em 12º, e Para todos os garotos que já amei (Intrínseca), em 20º. Em Negócios, os estreantes foram: Audaz (Gente), em oitavo; Vade Mecum Saraiva 2018 – 26ª edição (Saraiva), em 13ֻº, e O livro dos negócios (Globo Livros), em 17º. 

O Ranking Geral das Editoras é liderado pela Sextante, com 17 títulos emplacados nessa semana. A Planeta ficou na segunda posição, com 13 e o Grupo Companhia das Letras e a Intrínseca dividem o terceiro lugar com oito títulos cada.

[10/08/2018 11:30:00]