Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/09/2023
Seja você um autor em busca de polimento final para seu manuscrito, uma editora que deseja expandir sua presença global com traduções confiáveis ou quem procura roteiros cativantes na linguagem de quadrinhos, estamos aqui para ajudar
Estamos há 50 anos, distribuindo as melhores editoras, do mercado para as livrarias de todo o Brasil
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Guilherme Sobota, 20/09/2023

A Livraria Saraiva desligou todos os seus colaboradores ativos nesta quarta-feira (20). Em e-mails internos e documentos enviados no início de setembro e obtidos agora pelo PublishNews, o departamento de recursos humanos da empresa orienta diretores a encaminhar as cartas de demissão para os colaboradores para que os processos fossem concluídos até esta quarta. Isso significa também que as cinco lojas remanescentes da Saraiva – quatro em São Paulo (Shopping Aricanduva, Jundiaí, Novo Shopping e Sé) e uma em Campo Grande (MS) – também estarão fechadas a partir desta quinta-feira (21). O site continua no ar. Uma Assembleia Geral Especial de Preferencialistas (“AGESP”) da empresa está marcada para a sexta-feira (22). Uma das discussões programadas para essa ocasião é a transformação das ações preferenciais em ações ordinárias – o que faria com que o controle da empresa, atualmente com a família Saraiva, seja transferido para os principais acionistas preferenciais – entre eles, algumas editoras. Segundo diversos relatos ouvidos pelo PublishNews, a companhia demitiu os funcionários sem arcar com verbas rescisórias, o que já vinha acontecendo em dezenas das lojas fechadas nos últimos meses em alguns estados. Questionada pelo PublishNews, a Saraiva informou que a AGESP segue agendada para a sexta-feira (22), mas preferiu não comentar os outros questionamentos. Clique no Leia Mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 21/09/2023

A Secretaria de Estado Cultura, por meio da Biblioteca Pública do Paraná (BPP), lança nesta quinta-feira (21) o Prêmio Paraná de Literatura 2023. Criado para fomentar a produção e circulação de livros inéditos, o concurso literário vai selecionar obras em quatro categorias: Romance, Contos, Poesia e Infantil. O vencedor de cada categoria receberá a quantia de R$ 30 mil e terá sua obra publicada pela BPP, com tiragem de mil exemplares. As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 10 de novembro de 2023, às 18h, pelo site do Sistema de Informações da Cultura — assim como o edital com as regras e instruções — que estão disponíveis clicando aqui. As obras concorrentes serão avaliadas por uma comissão julgadora formada por um presidente e 20 membros (cinco para cada categoria). Clique no Leia mais para acessar a íntegra desta nota.

PublishNews, Guilherme Sobota, 21/09/2023

Rogério Pereira é há mais de década profissional dedicado ao mercado editorial e literário brasileiro, e a trajetória do Rascunho, raro veículo nacional dedicado à crítica literária, é apenas uma das provas dessa constatação. Seu excelente primeiro romance, Na escuridão, amanhã, lançado em 2013 pela Cosac Naify, foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura, teve menção honrosa no prêmio Casa de las Américas (Cuba) e foi traduzido na Colômbia (Babel Libros). Agora, dez anos depois, ele lança Antes do silêncio, pela Dublinense, que também reedita o primeiro livro. O autor faz uma sessão de autógrafos dos romances nesta quinta-feira (21), na Livraria da Vila Fradique (Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena, São Paulo / SP), às 19h. Rogério Pereira respondeu a três perguntas do PublishNews. Clique no Leia mais para ler a entrevista.

PublishNews, Beatriz Sardinha, 21/09/2023

Escritor de grande sucesso entre crianças e adolescentes, Ilan Brenman está levando para a editora Moderna seu livro mais famoso, Até as princesas soltam pum, e outros clássicos da sua bibliografia. Até as princesas soltam pum foi publicado pela primeira vez em 2008 e, rapidamente, se tornou sucesso nacional e internacional. A história da pequena Laura, que descobre no “Livro Secreto das Princesas” que perfeição não existe, vendeu mais de 1 milhão de exemplares, foi traduzida para mais de 15 idiomas e agora completa 15 anos com uma edição especial. O PublishNews perguntou a Ilan Bernman o que ele está lendo, e esta foi a resposta: "Eu leio muito ficção, mas também adoro biografias. Faz poucos meses li um livro do autor francês Bernard Fauconnier sobre a vida do Beethoven. O compositor alemão faz parte da minha vida cotidiana, trabalho muitas vezes ouvindo as suas sinfonias". Clique no Leia mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 21/09/2023

© Nik NevesA Companhia das Letras anunciou o lançamento do edital Projeto Nacional de Clubes de Leitura e Remição de Pena, que busca selecionar unidades prisionais para receber doações de livros para a formação de clubes de leitura. A iniciativa, que atua em território nacional, é uma continuidade do projeto de formação e aprimoramento de leitores nos sistemas penitenciários, e também tem como objetivo facilitar o acesso de pessoas privadas de liberdade aos livros. O edital oferecerá gratuitamente capacitação para os mediadores e assessoria para a gestão do projeto das penitenciárias selecionadas. O projeto contemplará 20 unidades prisionais. As inscrições podem ser feitas até 20 de outubro pelo site da Companhia. Para marcar o lançamento, na próxima segunda (25), a editora realiza um evento virtual, às 15h, no seu canal do YouTube. Clique no Leia mais para acessar a íntegra desta nota e conhecer os detalhes do projeto.

PublishNews+, Redação, 21/09/2023

O Radar de Licitações – seção fixa do PublishNews+ que reúne, semanalmente, informações sobre processos licitatórios para a compra, confecção de livros e demais serviços editoriais – traz um edital visando a prestação de serviços de editoração e a aquisição de obras literárias. O primeiro tem como objeto contratação de serviços de editoração de livros (e-books) e conteúdo audiovisual para uma cidade no sul do país, com valor que chega próximo a R$ 500 mil. O segundo vista registro de preços para a compra de livros literários. A seção, exclusiva para os assinantes do PN+, é alimentada pelo Radar de Licitações, consultoria de Natália Vieira que, além de buscar novas licitações, presta um serviço de apoio aos editores e distribuidores interessados em vender para governos, nas mais diversas esferas de poder. Para acessar o Radar dessa semana, clique aqui.

PublishNews+, Redação, 21/09/2023

O PublishNews+, área exclusiva para assinantes do PN, tem adiantado, semanalmente, os livros que só chegarão às livrarias em 45 dias. O serviço, chamado de Próximo Capítulo, é realizado graças a uma parceria com a MVB / Metabooks e tem por objetivo municiar livreiros de informações do que está no prelo das editoras. Nessa semana, o Próximo Capítulo traz as novidades que chegarão às livrarias entre 5 a 11 de novembro de 2023. Estão entre as novidades o biografia definitiva do jogador de basquete LeBron (Objetiva), escrita por Jeff Benedict; Tudo passará (Companhia das Letras), obra na qual André Barcinski reconstitui a biografia do cantor Nelson Ned; Um Ocidente sequestrado (Companhia das Letras), de Milan Kundera; e Lidere como uma mãe (Buzz Editora), de Valerie Cockerell. Confira todas as novidades clicando aqui. Por enquanto, o Próximo Capítulo está aberto para todos os que se cadastrarem na plataforma, mas em breve o serviço ficará exclusivo para os assinantes do PN+. A nova seção se soma a outros serviços oferecidos aos assinantes do PN+, como o Radar de Licitações. Clique aqui para saber como ser um assinante do PN+.

PublishNews, Redação, 21/09/2023

O Grupo Editorial Scortecci, que edita, imprime e comercializa livros em pequenas tiragens desde 1982, está à procura de um ajudante de impressão de máquina digital, para início imediato. A pessoa trabalhará na unidade gráfica, localizada em Pinheiros, São Paulo. Não é preciso experiência, mas o Grupo exige conhecimento básico de informática, ter mais de 16 anos de idade, estar cursando ensino médio, morar nas proximidades do bairro de Pinheiros, e ter disposição e interesse em aprender uma nova profissão. Interessados devem encaminhar currículos para gruposcortecci@scortecci.com.br.

“A leitura de todos os bons livros é como uma conversa com os mais ilustres homens dos séculos passados.”
René Descartes
Filósofo, físico e matemático francês (1596-1650)
1.
O Deus que destrói sonhos
2.
Onde estão as flores
3.
Nunca foi segredo
4.
A era da criptoeconomia
5.
É assim que começa
6.
A biblioteca da meia-noite
7.
É assim que acaba
8.
Imperfeitos
9.
Café com Deus pai
10.
A garota do lago
 
PublishNews, Redação, 21/09/2023

Um dos mais notáveis poetas da literatura brasileira, que transita com igual desenvoltura pelas culturas popular e erudita, Salgado Maranhão completa 70 anos em novembro próximo, mas as celebrações se antecipam e começam com a antologia poética A voz que vem dos poros (Malê, 252 pp, R$ 68). Com curadoria do próprio autor, ao lado do professor e filósofo Rafael Campos Quevedo, e do editor e doutor em Letras (PUC-Rio) Vagner Amaro, A voz que vem dos poros é uma jornada pela rica poesia de Maranhão e que percorre quatro décadas de carreira literária. Segundo Quevedo, a coleção foi organizada sob dois prismas: “o da diversidade de seus expedientes formais e o da reiteração de um núcleo imagético em torno do qual a sua obra orbita”, referindo-se, justamente, a elementos reincidentes associados à figura do ancestre. Os poemas selecionados dialogam com as paisagens dos locais originários que serviram de ponto de partida para a sua percepção do mundo. A noite de autógrafos será no dia 25 de setembro, segunda-feira, às 19h, na Livraria da Travessa do Leblon (Av. Afrânio de Melo Franco, 290 - Store 205 A – Rio de Janeiro / RJ).

PublishNews, Redação, 21/09/2023

A solidão, o movimento constante, as despedidas frequentes que marcam a vida de todo artista contemporâneo, se fazem refletir em Só palavras (Versiprosa, 100 pp, R$ 40), livro de estreia do poeta e músico Grecco Buratto. Gaúcho de Caxias do Sul, Buratto emigrou para a Califórnia aos 18 anos e fez carreira de sucesso tocando com artistas famosos como Shakira, Earth Wind and Fire e até com nosso “rei” Roberto Carlos. A poesia de Grecco sempre esteve vinculada à música e ele sempre compôs mais melodias do que letras. Um sonho especial foi capaz de inverter esse processo. “Sonhei que tomava café com José Saramago e Gabriel García Márquez, meus ídolos literários, num boteco. Eu tinha algo a dizer e eles estavam interessados. Levantei com uma sensação boa e, pela primeira vez, escrevi sem censura ou edição”. No isolamento da pandemia, o artista revisitou seus cadernos, burilou os versos e o desejo de publicá-los resultou em Só palavras. Mas como a música não poderia faltar, Grecco lança junto com o livro o EP Sem palavras, que reúne composições inéditas: “São coisas que tenho há mais de 20 anos, que não tem letra, mas a música está feita”. Ele vem ao Brasil em outubro para lançar o livro de poesias em São Paulo, Porto Alegre e em eventos literários no Sul do Brasil.

PublishNews, Redação, 21/09/2023

Caminhávamos pela beira (Aboio, 132 pp, R$ 49,90) é o segundo livro de Lolita Campani Beretta. Numa poética singela e lúdica, ela explora uma escrita fronteiriça, ora prosa, ora poesia, a partir da palavra “beira” e seus vários significados. Com quem observa a realidade de longe, da margem, a autora inicia a obra numa investigação longa e minuciosa sobre pés. No restante da obra, mistura prosas curtas e versos livres em um mosaico que consegue captar a simplicidade dos atos miúdos, das memórias caseiras, das ficções familiares. Lolita Campani Beretta nasceu em 1985 em Porto Alegre e vive atualmente em Ubatuba, no litoral paulista. Seu primeiro livro, dispersar todo sonho, saiu pela editora Quelônio em 2022. Além de escrever, desenha o mar e as montanhas, e também tirinhas da personagem Melancolita. Caminhávamos pela beira é seu segundo livro.

PublishNews, Redação, 21/09/2023

Ler Mika Andrade, na memória do corpo (Moinhos, 58 pp, R$ 48), é "um convite às eróticas vividas e a se aventurar pelas ainda não vividas", segundo a editora. Ali se encontram, na memória do corpo. Como se ao lê-las, o leitor se deparasse com a poeta em seus atos de amor, tesão e uma escrita que fala sobre esse desejo de escrever. Nos entre mundos de meias-riscas e repetições. O poema, ali, situado no ápice de sua externalização para o mundo, como quem ensaia. Seu nascimento. E vocalização, posto que, quem nasce, gera som no mundo. Voz. Pois chora, e se chora é porque demanda algo. Começando a demandar quem os ouça e os beba, aplacando uma sede e gerando outras. Pois se o poema gera sede ao gerar a si mesmo, a leitura também o faz. E esses poemas têm sede de serem ouvidos e lidos em seus ‘v’ e ‘m.’. Deixando uma sugestão àquele convite, pois a poeta busca em suas geografias a fuga das catalogações – “do desejo”, “do corpo”, “da existência”. Então, quem tiver de vir, que venha. Mas ciente de seu pleno direito ao gozo e à escrita. E não se prenda nas geografias das palavras e, sim, dê as mãos a elas.

 
©2001-2024 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.