Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 15/10/2021
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
PublishNews, Talita Facchini, 15/10/2021

Livraria Megafauna | © Felipe Campos Mello e Luiz MaudonnetDepois de apresentar no seu primeiro dia, um histórico da Lei Lang, debater a Lei do Preço Comum no Brasil, suas implicações e abrangência, seu papel na formação dos leitores e ainda a importância da bibliodiversidade, o segundo dia do simpósio virtual Por uma lei da bibliodiversidade, organizado pelo Instituto de Estudos Avançados da USP e com curadoria de Livia Kalil (IdA-Sorbonne Nouvelle), Marisa Midore Deaecto (ECA e IEA/USP) e Patrícia Sorel (Université Paris-Nanterre, Pôle Métiers du Livre) abriu sua programação com a participação de Ricardo Borges (Senado Federal) e o senador Jean Paul Prates. Ele começou sua fala anunciando a primeira novidade do dia. Por conta das divergências no nome da Lei – desde o início das discussões no país – ao invés de Lei do Preço Fixo ou Comum, ela se chamará Lei José Xavier Cortez, em homenagem ao fundador da Editora Cortez e que faleceu no último mês, aos 84 anos. "Acho que é uma belíssima homenagem, até porque ele mesmo era um grande defensor da lei", declarou Prates, explicando ainda que o novo nome é muito mais "palatável e vendável, no bom sentido". Em sua fala, o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, Leitura e Biblioteca detalhou o PL 49/2015 também resumiu os principais objetivos da Lei, suas regras e exceções. Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL, deu continuidade ao debate falando sobre a possibilidade de sensibilizar a sociedade brasileira. "O que vira a chave é o desenvolvimento do varejo on-line. No brasil é o varejo on-line é que traz a dimensão de quanto o livro pode ser utilizado como objeto atração do consumidor, com práticas comerciais abusivas", resumiu. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota. O resumo completo do primeiro dia do simpósio você encontra clicando aqui.

PublishNews, Talita Facchini, 15/10/2021

O destaque da Lista dos Livros Mais Vendidos do PublishNews dessa semana vai para a série criada por Jenna Evans Welch. Amor & gelato (Intrínseca), publicado em 2017, estreou na lista do PN em abril desse ano. O terceiro livro da série, Amor & azeitonas, apareceu por aqui em setembro – no mesmo mês da sua publicação – e essa semana, o segundo volume, Amor & sorte – publicado um ano antes – fez sua estreia na lista de Ficção, ao vender 456 exemplares. Ao trazer histórias de amor tendo como cenário diferentes países e belas paisagens, Jenna discute temas como amizade, a importância do autoconhecimento, família e amigos. Assim os três volumes da série somam 3.029 exemplares vendidos essa semana, sendo que Amor & gelato lidera a categoria com 2.215 cópias vendidas. O sucesso da série, mesmo quatro anos depois da estreia do primeiro volume, se deve, mais uma vez, ao poder do TikTok. Com um aumento de 36% nas vendas em comparação com a última semana, a lista trouxe mais 12 novidades. A mais robusta delas, garantiu o primeiro lugar da Lista Geral ao vender 5.540 exemplares. A nova edição de Rebeldes têm asas (Gente), escrita pelo fundador da marca masculina Reserva, Rony Meisler e pelo jornalista Sergio Pugliese, contém um capítulo bônus e prefácio de Luiza Helena Trajano. A obra narra a trajetória de Meisler e de sua marca, além de destacar seus diferenciais, campanhas inovadoras, ações sociais e preocupação com o meio ambiente. Clique no Leia Mais para conferir as outras novidades da semana.

PublishNews, Camila Cabete, 15/10/2021

Esta não é a primeira vez que venho neste espaço, que amo tanto, falar sobre o término de uma fase profissional e começo de novos desafios. Mas dessa vez tem um gosto diferente, um gosto de realização. Eu passei meus últimos nove anos trabalhando numa empresa global, com uma salada cultural, lidando com um mercado nacional brasileiro e tentando fazê-lo caber nas iniciativas globais. A despedida da Kobo envolveu muitas vídeo-chamadas com meus companheiros de nove anos de empresa, muito choro e risadas. Todo o apoio em encarar meus novos desafios. Novos desafios que decidi a duras penas, sempre com meu intuitivo muito mais aguçado do que o pensamento analítico. Afinal, foi assim que cheguei viva aos 43 anos. Meu coração pulsando e uma vontade que não passava em me dedicar exclusivamente ao mercado brasileiro fez com que o universo (está sentindo esta coluna esotérica demais? hahaha) me trouxesse duas propostas, para fazer exatamente o que acredito. Isso mexeu com meu coração. Eu acredito ainda no meu país e que posso contribuir e fazer muitas coisas legais por aqui. Não é demagogia. É fé, a mais pura fé. Fiz um certo suspense, inclusive pro PublishNews, que acabou publicando que eu estava saindo para me dedicar "ao mercado exclusivamente brasileiro, sem revelar, contudo, para onde seguirá na sequência". A verdade é que assumi um posto na Editora LeYa Brasil e como consultora na Skeelo. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta coluna.

PublishNews, Redação, 15/10/2021

A sueca Storytel, uma das líderes globais em streaming de audiobooks e e-books, fechou recentemente uma parceria exclusiva com o Jovem Nerd, um dos maiores portais de entretenimento geek do país e que em abril deste ano, foi comprado pela Magazine Luiza. Dessa união, surgiu o Clube do Audiobook, uma iniciativa que realiza lives quinzenais em que são debatidos audiobooks ouvidos em conjunto. Os encontros virtuais do clube em outubro, por exemplo, serão dedicados à série de livros de RPG Tormenta (Editora Jambô), criada por Leonel Caldela e que em 2019 bateu recorde no Catarse ao arrecadar mais de R$ 1,1 milhão na campanha de financiamento coletivo do Tormenta 20. As histórias, inéditas no formato áudio, serão disponibilizadas com exclusividade pela Storytel em versões audiobook - a começar por Flecha de Fogo, lançado em 07 de outubro. Ao todo são oito títulos de Tormenta em versões narradas com lançamentos previstos até o começo de 2022.

PublishNews, Redação, 15/10/2021

O Prêmio Aeilij, concedido pela Associação dos Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil aos melhores livros de literatura para a infância e a juventude, abriu as inscrições da sua quinta edição. Podem se inscrever autores maiores de 18 anos e que tenham livros publicados em primeira edição nos anos de 2020 e 2021. O prêmio possui quatro categorias: Literatura Infantil, Literatura Juvenil, Adaptação ou Reconto e Conjunto de ilustrações e os interessados têm até 31 de dezembro para se inscreverem. A taxa de inscrição é de R$ 60 e o edital com todas as informações você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 15/10/2021

Aclamado pela crítica por seu romance de estreia, O clube do crime das quintas-feiras, Richard Osman acompanhou o livro ultrapassar a marca de dois milhões de exemplares vendidos no mundo em menos de um ano. Agora, após ser eleito autor do ano pelo British Book Awards 2021, o escritor britânico apresenta sua mais nova história policial, O homem que morreu duas vezes (Intrínseca, 400 pp, R$ 59,90 – Trad.: Jaime Biaggio). Na nova aventura – com uma história independente do primeiro livro, mas com os mesmos protagonistas – a trama tem início quando Elizabeth recebe a carta de um velho conhecido. O agente do serviço secreto sessentão, com quem ela tem uma longa história, acaba de cometer um erro terrível e precisa de ajuda. Joyce, Ibrahim e Ron são então convocados para acompanhá-la em uma investigação repleta de segredos e conspirações envolvendo diamantes roubados e a máfia. Logo os quatro amigos se deparam com mortes em circunstâncias suspeitas, e a missão se transforma em uma busca por um assassino implacável.

PublishNews, Redação, 15/10/2021

Elle Castillo é a apresentadora de um podcast popular sobre crimes reais. Depois de quatro temporadas de sucesso, ela decide encarar um caso pelo qual sempre foi obcecada — o do Assassino da Contagem Regressiva, um serial killer que aterrorizou a comunidade 20 anos atrás. Suas vítimas eram sempre meninas, cada qual um ano mais jovem que a anterior. Depois que ele levou sua última vítima, os assassinatos pararam abruptamente. Ninguém nunca soube o motivo. Enquanto a mídia e a polícia concluíram há muito tempo que o assassino havia se suicidado, Elle nunca acreditou que ele estava morto. Ao seguir uma pista inesperada, no entanto, novas vítimas começam a aparecer. Agora, tudo indica que ele está de volta, e Elle está decidida a parar sua contagem regressiva. Escrito por Amy Suiter Clarke, Garota 11 (Suma, 304 pp, R$ 69,90 – Trad.: Helen Pandolfi), na análise do The New York Times, “além de ser impossível de largar, apresenta uma análise inteligente dos dilemas éticos envolvidos na narração de histórias de crimes reais, especialmente em podcasts”.

PublishNews, Redação, 15/10/2021

A tenente Eve Dallas se sente em pânico, apesar de não estar em nenhuma cena de crime. Obrigada a participar de um jantar cheio de celebridades para festejar o lançamento de um filme baseado no seu caso mais famoso, ela se vê rodeada de atores e atrizes que são muito parecidos com todos que estão à sua volta na vida real. Até que um assassinato ocorre durante o jantar. A detestável atriz que vive nas telas o papel de Peabody, parceira de Eve na vida real, é encontrada morta, flutuando de bruços, na piscina da mansão. Eve decide interrogar os suspeitos imediatamente, antes que eles deixem o local, e acaba descobrindo que seria difícil encontrar alguém que não tivesse um motivo para cometer o crime. Na sequência, um detetive particular também é morto e uma gravação comprometedora desaparece, tudo isso em meio às filmagens de uma produção extremamente cara. Agora, Eve precisa lutar para manter a objetividade e a mente afiada, a fim de parar uma celebridade que, além de assassinar as pessoas, se mostra extremamente fria e calculista. Celebridade mortal (Bertrand, 448 pp, R$ 59,90 – Trad.: Renato Motta) é o 34° volume da série Mortal de J.D. Robb, pseudônimo de Nora Roberts.

“Quero apenas escrever com a maior veracidade possível e tentar dizer algo nobre;”
Abdulrazak Gurnah
Escritor de tanzaniano, vencedor do Nobel de Literatura 2021
1.
Rebeldes têm asas
2.
Organizações infinitas
3.
DNA revelado das emoções
4.
Amor & gelato
5.
Vermelho, branco e sangue azul
6.
Mais esperto que o diabo
7.
A garota do lago
8.
Mentirosos
9.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
10.
My Hero Academia - Vol 1
 
PublishNews, Redação, 15/10/2021

Um viajante a cavalo chega a um hospício durante o outono francês de 1800. Para matar sua curiosidade, ele pede para entrar na casa e tem a sensação de que está para descobrir algo obscuro. Apresentado ao diretor, o viajante conhece um sistema que extrapola os antigos métodos ortodoxos de tratar as doenças da mente, chamado de “o sistema que acalma”. Convidado para jantar, ele logo se depara com uma situação inesperada. Afinal, quem pode ser confiável em um lugar onde nada é o que parece ser? Em inédita versão traduzida e publicada pela editora Insígnia, O sistema do Dr. Tarr e do Prof. Fether (128 pp, R$ 32 – Trad.: Bruno Godoi) vem para completar a coleção dos fãs de Edgar Allan Poe! o livro ainda inclui os contos: O orgia do Dr. Tarr e do Prof. Fether, A queda da casa de Usher e As ruínas da casa de Usher.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 15/10/2021

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.