Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 24/08/2020
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 24/08/2020

A Saraiva registrou prejuízo de R$ 118,2 milhões no segundo trimestre, aumento de 64% em relação à perda do mesmo período do ano passado. Segundo noticiou o Valor, a receita da companhia caiu 82% de abril a junho, para R$ 27,7 milhões, afetada pelo fechamento das lojas da empresa durante boa parte do trimestre por conta das medidas relacionadas à pandemia de covid-19. As despesas operacionais — excluindo efeitos não recorrentes —, por outro lado, registraram uma queda de 59,4%, para R$ 41,4 milhões, como resultado de medidas como suspensão e redução de jornadas de trabalho, além de redução em despesas variáveis em função do menor nível de vendas. O resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado ficou negativo em R$ 30,5 milhões, redução de 45,9%. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentcet) divulgou na última sexta (21), uma nota lamentando o resultado do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) pelo restabelecimento da sentença normativa que assegura as 70 cláusulas retiradas do Acordo Coletivo de Trabalho, que teria vigência até 2021. No Painel das Letras, o destaque foi para os lançamentos de livros que começam a voltar ao ritmo normal. A Companhia, por exemplo, lançou 23 novos títulos em agosto e prevê 32 para o mês que vem, seu nível normal de produção. A coluna adiantou também que a unidade da Livraria da Travessa de Pinheiros vai dobrar de tamanho. Seus donos compraram a casa geminada na rua dos Pinheiros, e a loja passará a ter 400 m². Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

Imagine uma cena literária efervescente onde a literatura periférica tem lugar de destaque central. Nesse ambiente, acontecem mais de 40 saraus de poesia e slams e dezenas de livros são lançados semanalmente por editoras situadas e atuantes na periferia de São Paulo. Isso existe e essas editoras estão se articulando com o objetivo de alcançar também os circuitos comerciais tradicionais. A ONG Ação Educativa articulou uma ação entre 18 editoras periféricas e juntas criaram a Câmara Periférica do Livro (CPL). Uma associação pensada para criar estratégias de produção, gestão, comercialização e divulgação visando alcançar um público ainda mais amplo. Por meio de participação em eventos como as feiras da USP e Unesp, por exemplo, e criando a sua própria, a CPL vem crescendo, ganhando espaço e mostrando a importância do livro na economia criativa da periferia. Para explicar melhor como surgiu a CPL, quem está por trás da iniciativa e ainda entender melhor as ideias e projetos da Câmara, o Podcast do PublishNews desta semana conversou com Antonio Eleilson Leite, coordenador da área de cultura da ONG Ação Educativa. Clique no Leia Mais para ouvir o programa

PublishNews, Redação, 24/08/2020

Nesta terça-feira (25), às 10h30, a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e a Nielsen Book apresentam os resultados da Pesquisa Conteúdo Digital do Setor Editorial Brasileiro. Lançada em março, a pesquisa teve como objetivo analisar o que as editoras estão produzindo e comercializando de forma digital, ou seja, tanto e-books quanto audiolivros e suas diferentes formas de comercialização. Participam da live Vitor Tavares, presidente da CBL; Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL; e Mariana Bueno, economista e consultora Nielsen Book. A apresentação será transmitida pela página da CBL no Facebook e a mediação ficará por conta de Fernanda Garcia, diretora executiva da associação.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

O Grupo Editorial Pensamento acaba de contratar Marcio Coelho. Na casa centenária, o editor, que também é colunista do PublishNews será responsável pela condução de projetos especiais, que vão desde livros pensados para canais alternativos até a produção de produtos como podcast e até de novas linhas editoriais. “A bagagem e competências do Marcio vão somar demais para o Grupo Editorial Pensamento. Já temos alguns projetos engatilhados e ele será a pessoa responsável para nos ajudar a tirar a ideia do papel”, comentou Carolina Riedel, diretora da empresa. “Fazer parte de um grupo centenário e de muito sucesso é um desafio enorme. Mesmo com mais de 20 anos de mercado editorial, e de ter passado por muitas casas, dá aquele frio na barriga desse editor aqui. É uma honra fazer parte dessa história", completou Marcio.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

Antônio Almeida foi um dos fundadores da Editora Kelps, de Goiânia | © Redes sociais da empresaMorreu, na última sexta-feira (21), o editor e gráfico Antônio de Souza Almeida que, por quase 40 anos, administrou, ao lado de irmãos, a Editora Kelps, de Goiânia. O editor, que há pouco mais de um mês se tratava de um mieloma múltiplo, contraiu a covid-19. Além de editor, Antônio acumulava os cargos de vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), diretor administrativo da Associação Brasileira da Indústria Gráfica e presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Goiás e ainda dirigia o Instituto Brasileiro de Cultura, Educação, Desporto e Saúde, organização que gerencia escolas técnicas no seu estado natal. O governador Ronaldo Caiado (DEM) lamentou a morte do editor pelas redes sociais. “Muito obrigado, Antônio, por ser um dos pioneiros da indústria do livro em Goiás e no Brasil e por sua forte atuação na área cultural”, diz a nota. A Fieg também ressaltou o papel de pioneirismo de Antônio na indústria do livro no estado e decretou luto oficial por três dias na instituição. Antônio, que tinha 69 anos, era pai do livreiro Leandro Almeida, da Leart, também de Goiânia.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

O Grupo Editorial Coerência lançou um concurso cultural com o objetivo de encontrar jovens autores de até 16 anos. O livro vencedor será publicado de maneira tradicional pelo LollyPop, selo juvenil da casa editorial. Durante o período de inscrições – que segue até 1º de setembro –, aulas preparatórias gratuitas serão ministradas por autores da Coerência que escrevem literatura infantojuvenil e juvenil. Métodos de Escrita, Organização e Escrita Criativa são alguns dos temas das lives que serão comandadas por Giovanna Vaccaro, Felipe Dantas, Amanda Aquino, Gabriela Costa e Luiza Freire de Menezes, do dia 1º ao dia 5 de setembro. O lançamento do livro vencedor tem previsão de publicação para fevereiro de 2021. O edital do concurso, com todas as regras e informações, você encontra clicando aqui.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

Com quase 60 anos, Virginia Woolf tinha a intenção de escrever uma autobiografia e as lembranças contidas em Um esboço do passado (Editora Nós, 160 pp, R$ 48 ) são um ensaio nesta direção. Em uma linguagem híbrida e poética, mesclando a escrita autobiográfica com a prática diarística, o leitor acompanha um movimento de rememoração. Woolf reflete sobre seu passado sob a perspectiva do momento em que escreve. Entram em foco assuntos familiares, acontecimentos marcantes e uma discussão acerca da própria linguagem de sua escrita. Um esboço do passado foi traduzido por Ana Carolina Mesquita, especialista na obra da autora, sendo a primeira obra de Virginia Woolf publicada pela Editora Nós.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

Em 2005, Robert Iger se tornou o sexto CEO a administrar a Disney, num tempo em que a competição estava mais acirrada do que nunca e a tecnologia já evoluía em uma velocidade impressionante. Ao longo de 15 anos, sua capacidade de liderança garantiu que a gigante do entretenimento se transformasse na maior companhia de mídia do planeta: um império imbatível, com valor estimado em US$ 250 bilhões, que abarca ativos como Pixar, Marvel, Lucasfilm e 21st Century Fox. Em Onde os sonhos acontecem (Intrínseca, 304 pp, R$ 49,90 - Trad.: Alexandre Raposo), Iger compartilha as inúmeras lições aprendidas por ele ao gerir a empresa fundada pelo visionário Walt Disney em 1923, que hoje conta com mais de 200 mil funcionários no mundo. Quando assumiu o posto, ele decidiu focar em três ideias claras: comprometer-se de modo ferrenho com a qualidade, aceitar a tecnologia em vez de enfrentá-la e pensar em escala global, de modo a tornar a Disney uma marca cada vez mais competitiva nos mercados internacionais. Hoje o valor de mercado da companhia é cinco vezes maior do que em 2005, e Iger é considerado um dos CEOs mais inovadores e bem-sucedidos da nossa era.

“Realizar uma reforma tributária implica fazer escolhas. O governo federal precisa explicar por que conceder isenção a templos é mais justificável que manter benefícios fiscais aos livros.”
Tathiane Piscitelli
Tributarista brasileira em artigo no jornal Valor Econômico
1.
Sol da meia-noite
2.
Pai rico, pai pobre - Edição de 20 anos
3.
O tempo da felicidade
4.
Box Harry Potter
5.
Coleção especial Anne de Green Gables
6.
Decida vencer
7.
Mais esperto que o diabo
8.
Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente
9.
O fim em doses homeopáticas
10.
Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente: Onde dorme o amor
 
PublishNews, Redação, 24/08/2020

Onde você se vê daqui a cinco anos? Dannie Kohan sabe exatamente o futuro que deseja e o que deve fazer para conquistá-lo. Depois de se sair muito bem na entrevista para seu emprego dos sonhos, em um dos maiores escritórios de advocacia de Nova York, e de ser pedida em casamento pelo namorado, ela vai dormir com a certeza de que está no caminho certo para realizar todos os seus planos. Quando acorda, entretanto, ela está em um apartamento diferente, com outro anel de noivado no dedo e um homem que nunca viu antes ao seu lado. A televisão mostra que é a mesma noite — 15 de dezembro –, mas cinco anos no futuro. Depois de uma hora intensa e chocante nesse cenário, Dannie acorda de novo, de volta ao presente, como se nada tivesse acontecido. Profundamente abalada e sem entender o que houve, ela decide acreditar que foi apenas um sonho, por mais realista que tenha sido. E parece funcionar. Isto é, até quatro anos e meio depois, quando Dannie encontra o homem que viu naquela noite inusitada. Daqui a cinco anos (Paralela, 264 pp, R$ 49,90 – Trad.: Alexandre Boide), de Rebecca Serle, é uma história sobre lealdade, amor, amizade e a natureza imprevisível do futuro.

PublishNews, Redação, 24/08/2020

Livro final da série A livraria dos corações solitários, escrita por Annie Darling, Um beijo de inverno na livraria dos corações solitários (Verus, 280 pp, R$ 49,90 – Trad.: Cecília Camargo Bartalotti) traz a vida dos funcionários alegres e desajustados da livraria Felizes para Sempre. Na trama, Mattie é uma confeiteira brilhante que detesta a comemoração de Natal desde que teve o coração partido na véspera de um. A única coisa que ela odeia mais que essa data é o insuportável Tom, que a irrita desde que ela começou a administrar o salão de chá ao lado da livraria. No entanto, após uma coincidência, os dois passam a conhecer detalhes da vida um do outro que sequer imaginavam, o que faz com que alguns pontos de vista se alterem. Será que uma livraria cheia de romances, com uma rena em tamanho real e uma barraca de beijos, pode convencer dois ranzinzas a se apaixonar pelo Natal e, quem sabe, um pelo outro?

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.