Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 31/10/2019
A Transporte Executivo Luiz Henrique Pinho oferece serviço de transporte para autores e colaboradores no Rio de Janeiro. Já atende editoras como Sextante e Intrínseca.
Tradutor Editorial (ING-PT), especialista em textos de não-ficção, sobretudo em temas ligados à aeronáutica, história militar, humanidades e ciências sociais. Trabalha para diversas editoras como tradutor e copidesque.
Com mais de 25 anos de experiência, a Claro e Ponto Assessoria em Produção de Textos oferece serviço de revisão e preparação para diversos gêneros textuais. Também trabalhamos com redação e edição de textos publicitários e jornalísticos.
PUBLISHNEWS, REDAÇÃO, 31/10/2019

Em 2019, o Prêmio Jabuti recebeu 2.103 inscrições, número 11% maior do que o registrado no ano passado. Nesta quinta-feira, a Câmara Brasileira do Livro (CBL), organizadora do certame, divulgou os cinco finalistas de cada uma das 19 categorias do prêmio que chega, em 2019, a sua 61ª edição. Na categoria Romance, uma das mais disputadas do Jabuti, os finalistas são Cristovão Tezza, por A tirania do amor (Todavia); Alexandre Vidal Porto, com Cloro (Companhia das Letras); Ana Paula Maia, com Enterre seus mortos (Companhia das Letras); Martha Batalha, com Nunca houve um castelo (Companhia das Letras) e Tiago Ferro, com O pai da menina morta (Todavia). Geovani Martins (O sol na cabeça - Companhia das Letras), Gustavo Pacheco (Alguns humanos – Tinta da China), Rodrigo Lacerda (Reserva natural – Companhia das Letras), Emilio Fraia (Sebastopol – Alfaguara) e Vilma Arêas (Um beijo por mês – Luna Parque) são os finalistas na categoria Contos. Em Crônicas, aparecem Ruy Castro (A arte de querer bem - Estação Brasil), Fabrício Corsaletti (Perambule - Editora 34), Fernanda Young (Pós-F: para além do masculino e do feminino - LeYa), Míriam Leitão (Refúgio no sábado - Intrínseca) e Andrea Pachá (Velhos são os outros – Intrínseca). Os vencedores de cada uma das 19 categorias e o ganhador do Livro do Ano serão conhecidos no dia 28 de novembro, em cerimônia a ser realizada no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (Av. Pedro Álvares Cabral - São Paulo / SP). Clique no Leia Mais para ter acesso à lista completa dos finalistas.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Flávia Lago é editora. Acumula vivências na Cosac Naify, Saraiva, V&R e FTD. É editora também como ativista: no coletivo Ocupa Beauvoir, da qual é uma das fundadoras, bolou um projeto que consistiu na impressão de cartazes interativos lembrando mulheres como a vereadora carioca Marielle Franco, a filosofa alemã Rosa Luxemburgo, a jornalista e tradutora japonesa Itô Noe e a argentina Esther Ballestrino, uma das fundadoras do movimento das Mães da Praça de Maio. Em comum, todas elas foram assassinadas por defenderem causas humanitárias. Além dos cartazes, o projeto convidou escritoras contemporâneas para escreverem cartas a essas mulheres. As cartas foram gravadas e estão disponíveis no podcast Rabiscos. No episódio dessa semana da PublishNewsTV, ela fala um pouco sobre essas mulheres e sobre as ideias por trás do coletivo. Clique no Leia Mais para ter mais detalhes sobre a entrevista e assistir à íntegra da conversa que Flávia teve com André Argolo.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Juína - Biblioteca Itinerante | © DivulgaçãoA organização da sociedade civil Recode e o Movimento Bem Maior anunciaram as 158 instituições selecionadas em 21 Estados do Brasil para o programa Recode Bibliotecas. A partir de outubro de 2019, as habilitadas irão receber apoio e formação para estimular a transformação social e digital de suas comunidades, tendo a inovação e a tecnologia como aliadas. Os participantes serão motivados a traçar uma nova programação em sintonia com as demandas locais. Para isso, os profissionais desses espaços serão formados em temas como pesquisa da comunidade, estratégias de comunicação e articulação de parcerias, buscando aumentar o número de frequentadores nas bibliotecas e o reconhecimento de boas práticas. A lista completa de bibliotecas que serão apoiadas pode ser acessada clicando aqui.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Capa italiana da nova obra de Elena FerranteA misteriosa autora italiana Elena Ferrante estava preparando já há algum tempo o seu novo romance. Esta semana a nova obra ganhou um título La vita bugiarda degli adulti (A vida mentirosa dos adultos, em tradução livre) e teve sua capa divulgada. Sobre a história, que também é um mistério, só se sabe que novamente se passará em Nápoles, uma cidade onipresente na quadrilogia de Ferrante, a Série Napolitana, e que não será em torno das protagonistas da saga, Lila e Lenu. Há algumas semanas, a editora italiana das obras de Elena publicou as primeiras linhas do livro e anunciou que o lançamento por lá será no dia 7 de novembro. A editora americana da obra anunciou que o livro será lançado nos EUA dia 9 de junho de 2020 e por aqui, ainda não há uma data definida. Quem publica as obras de Ferrante no Brasil é a Biblioteca Azul, selo da Globo Livros.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Anualmente, editores, distribuidores, revendedores, varejistas e creditistas que operam a venda de livros no esquema porta a porta têm encontro marcado no Salão de Negócios da Associação Brasileira de Difusão do Livro (ABDL). Em 2020, o evento acontecerá entre os dias 10 e 14 de fevereiro, no Hotel Dall'Onder, em Bento Gonçalves, cidade da Serra Gaúcha. Nos dias da convenção esses profissionais terão a chance de trocar experiências e, sobretudo, fazer negócios. Para participar do evento, basta escrever para o e-mail abdl@abdl.com.br.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Na última terça (29), a Amazon realizou, em sua sede, a entrega do prêmio Vendedores obcecados pelo cliente, que dá reconhecimento à algumas livrarias, sebos e empresas que vendem no site e possuem uma boa avaliação dos clientes. A premiação leva em conta dois critérios: mínimo de 200 avaliações positivas e pontuação de 4,5 em um total de 5 estrelas e é referente ao período de um ano, entre agosto de 2018 e 2019. Entre as empresas premiadas estão a Livraria 30 por cento, Libri (RS), Cidade de Papel, Livraria Martins Fontes Paulista, BookFast, Sebo Lider, Livros Baratos SA e a UmLivro, plataforma dedicada a impressão e distribuição de livros esgotados via impressão por demanda (POD). "Ter o reconhecimento da Amazon chancela o nosso trabalho e confirma que o nosso propósito é factível: Auxiliar as editoras na difícil missão de acabar com a ruptura, tornar o livro disponível sempre e não perder vendas”, disse Anselmo Bortolin, CEO da UmLivro.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Começa nesta sexta (1º), a 65ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre, que ocupará novamente a Praça da Alfândega, no centro da cidade. Com o tema Curiosidade é o que nos move, a feira que segue até 17 de novembro terá em sua programação lançamentos, autógrafos, seminários, palestras, oficinas, encontros, saraus, homenagens e atividades artísticas e abrirá o evento com a participação da patrona Marô Barbieri, escritora, professora e contadora de histórias. Na Praça, estarão presentes 106 barracas, cerca de dois mil autores gaúchos, nacionais e internacionais, mais de 600 sessões de autógrafos e mais de 500 atividades, encontros, conversas e debates sobre assuntos diversos. Na área infantil, destaque para o espaço Literatura Oral – A palavra como patrimônio, que irá tratar de temas urgentes hoje no Brasil através da Literatura Indígena e da Literatura Afro-Brasileira. E dentre os convidados estão nomes como Laurentino Gomes, Maria José Silveira, Leonardo Tonus, Ana Maria Gonçalves e Nilton Bonder. Além deles, mais de 12 escritores e pensadores internacionais participam da Feira, entre eles o sociólogo e professor francês Philipe Joron, o sueco Mats Strandberg, os italianos Vicenzo Susca e Fabio LaRocca, a jornalista alemã Caren Miesenberger, a angolana Djaimilia Pereira de Almeida e as argentinas Liliana Heer, psicanalista, escritora e crítica literária, e Mariana Travacio, psicóloga. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 30/10/2019

No próximo dia 9, a Câmara Brasileira do Livro (CBL), em parceria com a Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 – São Paulo / SP), realiza a sua segunda feira de livros, dessa vez com foco em obras gerais. Ao todo, 13 editoras participarão do evento: Editora 34, Aleph, Casa da Palavra, Summus, Barros Fisher, Faro, Vozes, Ateliê Editorial, Todavia, Leitura e Arte, Publibook, Martin Claret e Publifolha. A feira acontece das 11h às 19h e ainda contará com uma programação com bate-papos e palestras. Começando o dia, às 11h, a mestra Miao You falará sobre Meditação e Budismo Humanista e, às 14h, o tema será sobre Leitura como fonte de sabedoria. Às 15h, Luciene Figueiredo falará sobre Arquitetura da paz e às 16h, Marcos de Brito e Tiago Toy participam da mesa O terror está decolando: uma distopia Nazariana, que terá mediação de Cassia Carrenho. O dia termina com uma apresentação do grupo Som da Estrada.

“Historias têm que transcender formatos e mídias”
Anantha Padmanabhan
CEO da HarperCollins Índia durante a Feira do Livro de Sharjah
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Prólogo, ato, epílogo
4.
Escravidão
5.
O poder da autorresponsabilidade
6.
O milagre da manhã
7.
Seja foda!
8.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
9.
A garota do lago
10.
Do mil ao milhão
 
PublishNews, Redação, 31/10/2019

A criação do patriarcado (Cultrix, 376 pp, R$ 64 - Trad.: Luiza Sellera) explora cerca de 2.600 anos de história humana e as culturas do Antigo Oriente Próximo, para mostrar ao leitor em um dos mais originais estudos dos últimos tempos, a origem da opressão das mulheres perpetrada pelos homens. Valendo-se de dados históricos, literários, arqueológicos e artísticos, Gerda Lerner refaz o traçado evolutivo das principais ideias, símbolos e metáforas graças às quais as relações de gênero patriarcais foram incorporadas à nossa civilização, sustentando que a dominação da mulher pelo homem é produto de um desenvolvimento histórico. Não é “natural” ou biológica e, portanto, imutável, de modo que o Patriarcado como sistema de organização da sociedade pode ser abolido por processos históricos. Gerda Lerner propõe uma nova teoria de classe, revelando as diferentes maneiras pelas quais as classes são estruturadas e vivenciadas de forma diferente por homens e mulheres.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

O ano da Graça (Globo Alt, 356 pp, R$ 39,90 – Trad.: Sofia Soter), escrito por Kim Liggett, é uma história brilhante, assustadora e atual sobre esperança e resistência. A obra mostra os complexos laços formados entre mulheres numa sociedade misógina e patriarcal, e como existir pode ser, por si só, um ato de coragem. Tierney James vive no Condado de Garner, uma sociedade onde as garotas aprendem desde cedo que sua existência é uma ameaça. Lá, acredita-se que jovens mulheres detêm poderes obscuros e, por isso, ao completarem dezesseis anos, são enviadas a uma espécie de campo de trabalho, no qual devem permanecer durante um ano para se "purificar". Nem todas retornam vivas, porém, e as que voltam parecem diferentes. No Condado de Garner, é proibido falar sobre o Ano da Graça. Mas Tierney está pronta para subverter as regras. A história já foi adquirida pela Universal Pictures e Elizabeth Banks para adaptação no cinema.

PublishNews, Redação, 31/10/2019

Um relatório recente da Associação Americana de Psicologia revelou que a adolescência não pode mais ser considerada uma fase exuberante da vida, repleta de experiências despreocupadas. Hoje, exceto durante as férias, os adolescentes se sentem mais estressados do que os pais; vivenciam, sintomas emocionais e físicos de tensão crônica – como irritabilidade e fadiga –, em níveis que geralmente acometiam somente adultos. Estresse e ansiedade (Primavera Editorial, 248 pp, R$ 44,90) é um guia para refletir discutir e encarar o alarmante e crescente aumento da ansiedade e estresse nas jovens meninas. Segundo Lisa Damour, a autora, o desequilíbrio nos sintomas de estresse entre os gêneros – que se inicia no Ensino Fundamental –, não se encerra com a formatura no Ensino Médio e na obra ela traz de forma leve e direta soluções práticas para abordar assuntos que estejam sendo os causadores do estresse e ansiedade nas garotas com quem convivemos. Divido em cinco grandes áreas, a obra é destinada a pais, familiares, responsáveis e educadores. A proposta é fornecer insumos suficientes para que adultos consigam refletir e conversar, de igual para igual, com meninas que estão vivenciando o desafio de lidar com quadros de ansiedade e estresse.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.