Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 10/06/2019
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
Primavera Assessoria oferece serviço de revisão de textos em português, preparação de originais para editoras e autores, padronizações e outros serviços editoriais.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
PublishNews, Redação, 10/06/2019

Pelo quinto ano consecutivo, o PublishNews levará uma programação especial para a Festa Literária de Paraty cuja 17ª edição acontecerá entre os dias 10 e 14 de julho. A Casa PublishNews desse ano tem como parceiros já confirmados a Livraria do Comendador, o Zel Café, a Bibliomundi, a Metabooks, a Feira do Livro de Frankfurt, as editoras Aller, Labrador, Primavera Editorial e Tordesilhas. A casa, que pela primeira vez faz parte da lista de casas oficiais da Flip, está de endereço novo: Rua Dr. Pereira, 396, a um quarteirão da Praça da Matriz, o epicentro da programação oficial da Festa. “O grande diferencial da casa nesse ano é a presença da Livraria do Comendador. Essa é uma resposta que estamos dando aos nossos parceiros que poderão comercializar seus livros e não apenas expô-los como acontecia nos anos anteriores”, aponta Maju Alves, responsável pelos projetos especiais do PublishNews e a manda-chuva da Casa. “Além disso, estão mantidos os já tradicionais happy hours do PublishNews que funcionam como um grande ponto de encontro de editores, agentes, escritores, tradutores e leitores”, completou. Clique no Leia Mais e confira as primeiras mesas já confirmadas na programação da Casa.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

O Podcast do PublishNews dessa semana recebeu mais uma vez um convidado que já passou pela nossa roda de conversa. Eduardo Cunha participou pela segunda vez do nosso podcast, dessa vez para falar sobre a sua nova empreitada, a Bookinfo, empresa focada em auxiliar editoras, distribuidoras e livrarias na gestão de seus negócios. “Buscamos dar transparência para a venda de livros no país [...], nosso objetivo é mostrar soluções para o mercado, para que a livraria se gerencie melhor seu estado, acervo e reposição”, comentou. Mas como é que funciona? Cunha explica que efetivamente a Bookinfo faz a leitura de dados do varejo e propõe o gerenciamento da loja por meio de ferramentas de business intelligence (BI). A plataforma gera uma série de informações para a livraria como categoria dos mais vendidos, preço médio, horário de vendas, estoque e outras informações. “Tivemos clientes que de acordo com o comportamento de horário chegaram até a alterar seu horário de funcionamento para melhor atender os clientes”, contou. Segundo Cunha, o objetivo da Bookinfo não é concorrer com GfK e Nielsen gerando estatísticas. “Nós geramos uma ferramenta de gestão para o negócio, nossa preocupação é muito mais para que a livraria receba insights diariamente tanto do que ela tá vendendo, o horário que está vendendo, a categoria que ela pode gerir melhor, e se comparar ao mercado”, explicou acrescentando que a livraria também pode fazer seus pedidos de maneira automática para os seus fornecedores e para que as editoras possam enxergar o desempenho de seu livro dentro de cada livraria. Clique no Leia Mais para saber outros detalhes da plataforma e ouvir o programa na íntegra.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

Os rumores a respeito da aquisição da Barnes & Noble por parte de um fundo de capital privado se mostrou certo. Na última sexta-feira (07), a própria livraria e o fundo Elliott Advisors anunciaram que chegaram a um acordo definitivo em que o Elliott comprará a maior cadeia de livrarias dos EUA a um preço de US$ 6,5 por ação. A compra está estimada em US$ 683 milhões. Essa é a segunda compra importante que o Elliott Advisors faz no ramo de livrarias. Em abril do ano passado, comprou a cadeia britânica Waterstones. Quando a compra for efetivada – o que está previsto para o terceiro trimestre desse ano –, James Daunt, CEO da Waterstones, assumirá o posto de diretor geral da B&N também. No comunicado, o fundo explicou que, apesar de cada rede operar de forma independente, elas “compartilharão um CEO comum e se beneficiarão do intercâmbio das melhores práticas entre as empresas”. A B&N seguirá com a sua sede em Nova York.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

Vai ao ar nesta quarta-feira (12) um novo episódio da PublishNewsTV que, nessa semana, recebe Samuel Seibel, diretor da Livraria da Vila. Na entrevista que ele concedeu a André Argolo, Samuel falou especificamente sobre os resultados da série histórica da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro encomendado à Fipe pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). Decidimos desmembrar esse trecho da entrevista e oferecer aos nossos anunciantes em um capítulo à parte. O livreiro relativiza a “catástrofe” representada pelos números da pesquisa. “Eu não sei se é um lado otimista meu, que talvez divirja do sentimento do mercado. Eu vou negar que houve uma crise em duas redes de fundamental importância pro mercado? Óbvio que não. Elas representam um percentual que reflete nos resultados das editoras (...). Eu entendo que há um buraco nos caixas das editoras. Nem vou entrar nessa questão”, disse às lentes da PNTV. No entanto, Seibel aponta que há um lado pouco explorado nessa questão. “Os 4% de [crescimento no] número de exemplares vendidos é muito importante. Agora, quando o preço cai 30% de um período para cá ou até mais dependendo do segmento, poxa, é claro que é preocupante, mas acho que seria trágico – e aí estaríamos falando de catástrofe – é se o número de exemplares tivesse caído. Quando se tomou a decisão de segurar o preço do livro e eventualmente até de baixar o preço do livro – e na minha opinião [essa decisão] foi correta –, se esperava uma proporção talvez um pouco maior do aumento da venda de exemplares”, disse. Clique no Leia Mais para assistir a esse extra da PNTV.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

Saraiva espera ok dos credores para colocar em prática o seu plano de recuperação judicial | © Humberto Sousa / DivulgaçãoAcontece nesta terça-feira a Assembleia Geral de Credores da Saraiva para a aprovação (modificação ou rejeição) do seu plano de recuperação. A reunião será às 10h30 no Club Homs (Av. Paulista, 735, São Paulo / SP). Para ser instalada a assembleia precisa ter a presença dos credores que representem mais do que a metade do valor total devido pela recuperanda. Caso não se atinja esse quórum, uma nova convocação será feita para o dia 18 de junho, também às 10h30. Nessa segunda convocação, a assembleia acontece independentemente do quórum. Além da aprovação do plano, será debatida a constituição ou não do comitê de credores e, em caso positivo, a escolha de seus membros. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

Nestes dias 11 e 12 de junho acontecerá em Madri o Seminário Leer Iberoamerica Lee, que co-organizo juntamente com o Laboratório Emília de Formação e a Feira do Livro de Madrid. Nada melhor para combater a distopia de um mundo que se apresenta negativando o horizonte da utopia e apresenta a apologia do indivíduo e do isolamento como chave para o sucesso, do que uma posição afirmativa que reflete a luta diária de milhões de educadores humanistas formais e informais dos territórios ibero-americanos: Ibero-América Lê! Responder positivamente e com propostas que possam alimentar a resiliência contra exemplos assombrosos, como o daquelas pessoas que arrancaram recentemente a faixa em defesa da educação na fachada da Universidade Federal do Paraná, é um ato de cidadania e defesa do humanismo que ainda nos resta. É com essa afirmação, que se identifica e promove o trabalho dos que fazem acontecer a formação de leitores ibero-americanos, que se reunirão na Biblioteca Nacional da Espanha, trinta e sete especialistas e profissionais de vários países voltados para refletir sobre uma pergunta que traspassará todas as mesas: Que significa hoje formar leitores? Clique no Leia Mais para saber outros detalhes sobre o evento.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

No do dia 13 de julho, o Núcleo de Estratégias e Políticas Editoriais da Universidade Santa Úrsula (Rua Fernando Ferrari, 75, Botafogo - Rio de Janeiro / RJ) dá início aos cursos de pós-graduação em Edição e Gestão Editorial, que chega a sua sexta turma, e em Escrita Criativa (2ª turma). O curso de Edição e Gestão Editorial tem como objetivo formar e aperfeiçoar profissionais do mercado editorial, além de ajudar interessados a ingressar neste mercado. Ao final do curso, o aluno conhecerá o mercado editorial e as práticas de editoração intimamente, estando apto a exercer funções como assistente, coordenador, produtor e gerente editoriais, além de editor e publisher; ou, ainda, abrir seu próprio negócio. Entre os professores que compõem o corpo docente do curso estão nomes como Bruno Mendes, Bruno Zolotar, Camila Cabete, Carol Camargo, Delfin, Ivo Camargo, Maria Amélia Mello, Mariana de Souza Lima e Marianna Teixeira Soares. Já o curso de Escrita Criativa tem a coordenação da editora Flávia Iriarte que arregimentou nomes como Alberto Mussa, Antonio Carlos Secchin e Daniel Lameira. As aulas serão quinzenais, sempre aos sábados, das 9h às 17h e terão duração de 24 meses.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

Neste final de semana, O Globo publicou uma matéria sobre o surgimento de bibliotecas comunitárias em favelas e periferias. No Rio de Janeiro, a zona oeste é ao mesmo tempo a região mais pobre da cidade e aquela com o menor número de livrarias e a pesquisa Bibliotecas Comunitárias no Brasil: Impacto na formação de leitores confirma: 86,7% dessas iniciativas estão em regiões marcadas por baixos indicadores socioeconômicos e altos índices de violência. Não é apenas o poder público que falha ao oferecer espaços voltados à leitura em regiões de vulnerabilidade social. A iniciativa privada concentra suas atividades majoritariamente em áreas ricas e centrais do Brasil. Na última semana, a Folha publicou um artigo do Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL, defendendo o poder da leitura. “A melhor forma de resistir, hoje, é por meio da leitura. Simplesmente ler”, diz ele no texto. O Painel das Letras, adiantou que a Feira Literária Internacional da Mantiqueira (Flima) está confirmada para acontecer de 23 a 25 de agosto. O autor homenageado será Luiz Vilela. A coluna contou também que o autor José Luiz Peixoto irá publicar em julho um livro inédito com a TAG, o clube de assinaturas. Clique no Leia Mais para ler a íntegra desta nota.

“As livrarias físicas de todo o mundo enfrentam desafios assustadores impostos pela internet e pelas tecnologias digitais.”
James Daunt
CEO das redes Waterstones (UK) e Barnes & Noble (EUA)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Brincando com Luccas Neto
4.
O poder oculto
5.
Seja foda!
6.
F*deu geral
7.
O poder da autorresponsabilidade
8.
Os segredos da mente milionária
9.
Do mil ao milhão
10.
Me poupe!
 
PublishNews, Redação, 10/06/2019

A morte é inevitável. Lembrar que um dia morreremos ainda gera desconforto em muita gente; discutir as possibilidades para a cerimônia de despedida, então, é impensável. Não para Caitlin Doughty, agente funerária, criadora do grupo The Order of the Good Death. Autora de Confissões do crematório, ainda jovem, Caitlin conseguiu emprego em um crematório na Califórnia e aprendeu muito mais do que imaginava barbeando cadáveres e preparando corpos para a incineração. Em seu primeiro livro, ela compartilha histórias reais do dia a dia de uma casa funerária. Já Para toda a eternidade (DarkSide, 224 pp, R$ 54,90 - Trad.: Regiane Winarski) é o fruto de uma jornada global para conhecer o mundo de mãos dadas com a morte. Através das palavras poderosas de Doughty e das ilustrações do artista Landis Blair, o autor aprende como outras culturas lidam com o fim da vida enquanto entendemos a nossa relação com o assunto. Em parceria com a Associação de Cemitérios e Crematórios do Brasil (Acembra), Caitlin participará nesta semana de uma série de eventos no Brasil, começando nesta quinta (13), no Teatro Renaissance (Al. Santos, 2233, São Paulo / SP), às 17h20, quando participa da palestra anual da associação. Para se inscrever é só clicar aqui. Logo depois, às 19h30, ela estará no Ugra Press (Rua Augusta, 1371 - loja 116 – São Paulo / SP), para uma sessão de autógrafos.

PublishNews, Redação, 10/06/2019

Em A persuasão feminina (Rocco, 416 pp, R$ 74,90 - Trad.: Simone Campos), livro de Meg Wolitzer, o leitor acompanha a jornada de Greer Kadetsky em busca de si mesma e de seu papel no mundo. A personagem começa sua história, ainda jovem, em seus primeiros dias em uma instituição de ensino muito aquém de sua capacidade, lugar em que acabou após seus pais negligenciarem o preenchimento dos formulários de Yale, universidade conceituada que ficaria feliz em recebê-la. Entristecida e injustiçada por arcar com as consequências provocadas pelas atitudes de pais despreparados e ausentes, Greer enfrenta um local novo no qual não gostaria de estar. Para piorar, em um gesto de boa vontade e tentativa de descontração, ela acaba em uma festa de fraternidade, onde passa por uma situação de assédio. No entanto, neste espaço que parecia, a princípio, desanimador, Greer luta pela primeira vez. Ela se expõe para defender a si e a outras garotas que passaram por situações semelhantes. É lá que Greer sente pela primeira vez o gosto do resistir, e também o de se frustrar. Persuasão feminina trata as relações humanas de forma direta e agridoce. Retrata a dinâmica do poder, dos interesses e de como o feminismo caminha um passo de cada vez, sempre na esperança de que a próxima geração pegue o bastão e continue a avançar

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.