Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 09/04/2019
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Leonardo Neto, 09/04/2019

Prestes a completar 180 anos, Machado de Assis ganhará a atenção da Editora da Imprensa Oficial de São Paulo | © Marc FerrezUma lei de 2003 conferiu à Imprensa Oficial do Estado de São Paulo o status de editora e deu a ela autonomia para publicar seus próprios livros, revistas e outras publicações de interesse público. Os anos que se seguiram, até 2011, foram especialmente frutíferos. Nesses sete anos, a editora da Imprensa Oficial publicou mais de 500 títulos e arrebanhou 23 Prêmios Jabutis, incluindo dois Livros do Ano: Monteiro Lobato Livro a Livro, de Marisa Lajolo e João Carlos Ceccatini, em 2009, e Resmungos, de Ferreira Gullar, em 2007. Com a saída de Hubert Alquéres, em 2011, a produção caiu bastante. Com a recente nomeação de Nourival Pantano Jr. a diretor-presidente, a Imprensa Oficial deve retomar – não com o mesmo viço e vigor – a produção de livros de interesse mais amplo. O primeiro livro que marca essa retomada é o primeiro tomo da série Escritor por escritor – Machado de Assis por seus pares (408 pp, R$ 80), organizado por Hélio de Seixas Guimarães e Ieda Lebensztayn e que mostra faces do Bruxo do Cosme Velho reveladas por outros escritores como Rui Barbosa, Lima Barreto, Monteiro Lobato, Euclides da Cunha e Olavo Bilac. Pelo menos outros três livros protagonizados por Machado estão no prelo da editora. Clique no Leia Mais e confira outros detalhes desta nota.

PublishNews, Redação, 09/04/2019

Com a curadoria da HSM, A Alta Books lançou o Alta Evolution Book Club, um clube do livro dedicado ao aperfeiçoamento profissional e pessoal de seus assinantes. São oferecidos títulos nas áreas de gestão, liderança, inovação, marketing, entre outras. O principal diferencial do clube é que o leitor poderá escolher entre 18 títulos, quais vai querer receber em casa, optando pelo lançamento do mês selecionado pela curadoria ou escolhendo uma ou duas opções do catálogo onde estão livros de nomes como Ram Charan, Jim Collins, Salim Ismail, Robert Kiyosaki, Alex Osterwalder, Steve Blank, Joi Ito, Tim Brown, Philip Kotler, José Salibi, Fernando Dolabella e Walter Longo. O leitor pode escolher entre dois tipos de assinatura: semestral, que dá direito a nove títulos e pode ser parcelado em até 6 x de R$ 59,90 e trimestral, com quatro títulos, por 3 x de R$ 59,90.

PublishNews, Redação, 09/04/2019

Depois de determinar o contingenciamento de 23% do orçamento da pasta da Cultura - o que significaria R$ 150 milhões a menos no orçamento – o governador de São Paulo, João Dória, publicou um vídeo na tarde da última segunda-feira (08) em suas redes sociais em que diz que não é verdade de que o governo irá cortar serviços e programas da pasta da Cultura. “Nada será fechado, nada será interrompido na Cultura”, garantiu o governador. "Toda a polêmica ocorreu porque anunciamos recentemente que será preciso fazer um contingenciamento no orçamento do governo por conta de um déficit de R$ 10.5 bilhões. Fizemos uma avaliação criteriosa e, na Cultura, nenhum corte será feito”, completou. Dória disse ainda que esse déficit será resolvido com a extinção de estatais, cortes de cargos em comissão e transferência dos ativos onerosos do Estado à iniciativa privada via PPPs, concessões e privatizações. O vídeo você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 09/04/2019

Nesta sexta-feira (12), às 21h, no Salão do Petit Trianon, o cineasta Cacá Diegues toma posse na Cadeira 7 da Academia Brasileira de Letras (ABL), na sucessão do acadêmico e também cineasta Nelson Pereira dos Santos, falecido no dia 21 de abril do ano passado. Cacá nasceu em Maceió, em 1940, estudou Direito na PUC-RJ, já participou como membro do júri do Festival de Cannes, foi um dos fundadores do chamado Cinema Novo e já recebeu várias condecorações nacionais e internacionais. Na sexta, ele será recebido, em nome da ABL, pelo acadêmico, poeta e tradutor Geraldo Carneiro e discursará na tribuna. Os ocupantes anteriores da cadeira 7 foram: Valentim Magalhães (fundador) – que escolheu como patrono Castro Alves –, Euclides da Cunha, Afrânio Peixoto, Afonso Pena Júnior, Hermes Lima, Pontes de Miranda, Dinah Silveira de Queiroz e Sergio Corrêa da Costa.

PublishNews, Redação, 09/04/2019

No ano em que as obras de Monteiro Lobato entraram em domínio público, várias editoras decidiram publicar as histórias criadas pelo autor e a FTD não ficou atrás. A editora decidiu publicar seis coleções — cinco delas criadas exclusivamente para compreender e apresentar o universo lobatiano — que reúnem um cuidadoso acervo, com grandes títulos de Lobato. As edições respeitam o texto original e contemplam a obra infantil, juvenil e adulta do escritor, além de oferecer adaptações para outras linguagens, como a do teatro, e livros derivados de sua obra. Além disso, todos os livros contam com materiais de apoio para pais e professores e com um projeto pedagógico a ser desenvolvido, ao longo do ano, em sala de aula. Reinações de Narizinho, por exemplo, está dividida em uma coleção com 11 títulos. A transformação de cada capítulo num livro individual resgata o movimento do próprio Lobato, que publicou, ao longo da década de 1920, as histórias em momentos diferentes e em livros separados. Para as ilustrações, foram escolhidos artistas premiados como Nelson Cruz e Marilda Castanha, e jovens, como Ana Matsusaki e Zansky, que trabalham com linguagens variadas. Clique no Leia Mais para conhecer melhor cada coleção.

PublishNews, Redação, 09/02/2019

O Instituto de Leitura Quindim e a Livraria NoveSete (Rua França pinto, 97, Vila Mariana - São Paulo / SP) realizam logo mais, às 18h30, a oficina Pássaro fora da gaiola e leitor dentro de livraria, voa quem tem autonomia! O evento tem como proposta usar a livraria como objeto de estudo para um grande debate sobre a qualidade das obras literárias, tendências e bibliodiversidade. Durante três horas, o especialista em literatura infantil e juvenil, ex-diretor do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Ministério da Cultura e colunista do PublishNews, Volnei Canônica, percorrerá as estantes da livraria provocando diálogos e questões importantes para pensar e repensar o universo do livro e da leitura destinado aos jovens leitores. “Ao propor esse encontro na livraria quero refletir junto aos participantes sobre o fato de estarmos num labirinto multifacetado, desafiador, e, muitas vezes, perigoso. Se estamos preocupados em formar leitores críticos, com fôlego para não desistir da leitura literária na vida adulta, precisamos discutir sobre autonomia literária”. O investimento é de R$ 80 por pessoa e as inscrições podem ser feitas clicando aqui.

PublishNews, Redação, 09/04/2019

O livro Índios no Brasil – Vida, cultura e morte (Intermeios Cultural, 300 pp, R$ 50), organizado pelas historiadoras Maria Luiza Tucci Carneiro e Mirian Silva Rossi, reúne 15 artigos inéditos escritos por especialistas na temática indígena que abordam uma história marcada por violência, violações, atos genocidas, interesses desenvolvimentistas e predatórios e, principalmente, pela preservação de um modo de vida diverso e singular. Além dos textos, o livro traz um expressivo conjunto de imagens. O primeiro deles descortina diferentes itinerários percorridos por cronistas, religiosos, naturalistas, fotógrafos, antropólogos e outros, que permitem outras leituras do território, do tempo histórico, dos povos indígenas e do acervo do Arquivo Nacional. O segundo mostra as primeiras representações de algumas populações indígenas, de autoria de Hercule Florence, que se configuram importantes testemunhos e provas documentais de um genocídio silencioso. O lançamento acontece nesta terça (9), às 16h, na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (Rua da Biblioteca, 21, Cidade Universitária - São Paulo / SP).

PublishNews, Redação, 09/04/2019

Quem deve lembrar o Holocausto? A quem ele pertence? Diante da violência irrestrita, presente no cotidiano de inúmeros povos ao longo da história, como lidar com o incessante jogo da memória e do esquecimento? Como a memória é encenada ou usada para fins públicos? Em Crises de memória e a Segunda Guerra Mundial (Editora UFMG, 320 pp, R$ 69), a professora Susan Suleiman, da Universidade de Harward, examina, a crise de memória relacionada à Segunda Guerra Mundial argumentando que tal memória, embora nacionalmente específica, transcende as fronteiras nacionais, o que se deve não apenas à natureza global da guerra, mas também à presença, cada vez mais global, do Holocausto como um local de memória.

“Escrevo para a criança que eu fui e para a criança que mora em mim”
Astrid Lindgren
Escritora sueca (1907-2002)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
O poder oculto
4.
Seja foda!
5.
A cinco passos de você
6.
Me poupe!
7.
Do mil ao milhão
8.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
9.
O poder da ação
10.
Pai rico, pai pobre
 
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.