Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 26/02/2019
A Samara Lopez Design e Editoração fornece serviços editoriais para autores independentes e editoras. Disponibilidade para parcerias e grandes demandas fill time.
Editorando birô oferece prestação de serviços editoriais como tradução, preparação e revisão de texto, diagramação, capa, conversão em e-book e intermédio com a gráfica.
A Futura Editoração é especializada em Diagramação e design editorial
PublishNews, Talita Facchini, 26/02/2019

A Amazon e Nova Fronteira anunciaram na manhã desta terça-feira, o vencedor da 3ª edição do Prêmio Kindle de Literatura. Este ano o prêmio recebeu inscrições de 1.300 autores de todos os estados brasileiros que publicaram mais de 1.500 romances inéditos. “No fundo, todos esses 1.300 autores já ganham por participar do prêmio, uma vez que os romances já estavam disponíveis para quem quisesse ler”, destacou Talita Taliberti, gerente para KDP da Amazon. A escolhida pelo júri nessa terceira edição do prêmio foi Eliana Cardoso, com o livro Dama de paus, que nas palavras de Janaina Senna, editora de literatura nacional da Nova Fronteira, “é um romance intenso e delicado que envolve e surpreende o leitor. No livro, a narradora retoma o velório de sua neta, Damiana, e intercala sua história e a história das filhas com a conversa sobre um crime acontecido há três anos que ouve pela porta entreaberta do seu quarto. Ao mesmo tempo em que ouve a conversa, Damiana lê o testamento deixado pela neta. Eliana – que pediu para o filho não a acompanhar na premiação por achar que não teria chance – decidiu publicar Dama de paus no KDP por querer ter controle sobre seu livro e poder acompanhar de perto sua repercussão. Ela leva para casa um prêmio em dinheiro de R$ 30 mil e um contrato de publicação com a Nova Fronteira para uma versão impressa do livro. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

Acontece nesta terça-feira, até as 17h, a eleição da nova chapa que comandará a Câmara Brasileira do Livro (CBL) no biênio 2019/2021. Os associados podem exercer seu direito a voto na sede da entidade (Rua Cristiano Viana, 91 – São Paulo / SP) e ainda no Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL - Rua da Ajuda, 35 – Centro - Rio de Janeiro / RJ,) e na Câmara Mineira do Livro (Rua Ulhôa Cintra, 95 - Santa Efigênia, Belo Horizonte / MG). A Unidos em Defesa do Livro, encabeçada por Vitor Tavares, é a única chapa candidata e deverá tomar posse no fim do dia, às 17h30. Uma das metas centrais da nova diretoria será apoiar a regulamentação da Lei Castilho, que instituiu a Política Nacional de Leitura e Escrita, além de apresentar, monitorar, contestar ou defender os projetos de leis que tenham como objetivo prejudicar ou defender o livro e o setor editorial e livreiro. Para conferir a proposta de Tavares, clique aqui.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

Participantes da última edição do 'Fellowship' do Festival Internacional de Literatura de Istambul | © DivulgaçãoCom o objetivo de dar visibilidade à literatura turca no exterior, o Festival Internacional de Literatura de Istambul realiza, desde 2011, um programa de fellowship que leva à capital da Turquia editores, agentes, tradutores, jornalistas, curadores de eventos literários de todo o globo para um período de troca de experiências. Interessados em participar da edição de 2019 podem se inscrever até esta quarta-feira (27). Os selecionados participarão de uma série de encontros entre os dias 18 e 20 de abril e terão a hospedagem custeada pela organização do evento. As demais despesas de viagem correm por conta dos “fellows”. Para se candidatar, basta acessar o formulário e enviar com uma foto para o e-mail fellowship@itef.com.tr.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

A Sextante estreia este ano, sua primeira parceria com a TAG – Experiências Literárias, clube de assinatura de livros. Em janeiro, foram enviados 20 mil exemplares da edição especial de Um casamento americano, de Tayari Jones, que saiu pela TAG Inéditos. Já a edição da editora carioca chega às livrarias e ao público em geral em abril, com nova capa. Incluído como um dos títulos do Clube do Livro da Oprah Winfrey ano passado, o livro também recebeu elogios de Barack Obama. Na história, os recém-casados Celestial e Roy são a personificação do sonho americano e do empoderamento negro. Mas um dia os dois são separados por circunstâncias imprevisíveis: Roy é condenado a doze anos por um crime que Celestial sabe que ele não cometeu. "Um retrato emocionante das consequências de uma condenação injusta na vida de um jovem casal afro-americano", elogiou Obama.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

O Saraiva Jur, selo jurídico da Saraiva Educação (Somos), fechou uma parceria com os professores do curso Damásio Educacional com o objetivo de ampliar e fortalecer seu catálogo. A parceria será responsável pelo crescimento do catálogo para estudantes principalmente de concursos e OAB. Dentre os lançamentos de fevereiro e março estão o Vade Mecum Exame da Ordem e Concursos e Vade Mecuns Conjugados: Penal; Civil e Empresarial; Administrativo, Constitucional e Tributário. Além disso, o selo contará também com obras como CLT, Coleção de prática jurídica para 2ª fase do Exame da OAB, Curso de Direito Constitucional do autor Flávio Martins, dentre outras. Para 2019 está previsto o lançamento de 40 livros com autores e professores do Damásio Educacional.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

© Fusca Azul ColetivoA editora Lote 42, de João Varella e Cecília Arbolave (ambos vencedores do Prêmio Jovens Talentos), foi convidada para participar da Feira Internacional do Livro de Bogotá (Filbo), marcada para acontecer de 23 de abril a 6 de maio. Os dois irão participar de palestras, debates e encontros no Fórum do Livro e do Salão Internacional de Negócios do Livro para falar sobre como a forma dos livros pode dialogar com o conteúdo, tema que os organizadores da feira estão interessados. "Estamos animados com as possibilidades de intercâmbio. Recebemos alguns editores colombianos na Sala Tatuí em novembro e encontramos diversas afinidades em termos de propostas editoriais", contou Varella, animado. Por falar na Filbo, o Brazilian Publishers, projeto setorial encampado pela CBL em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil) também estará com uma missão de editores brasileiros em Bogotá. Os interessados já podem se inscrever até a próxima quinta-feira (28). A inscrição dá direito a três noites de hospedagem em hotel indicado pela organização da feira, transporte gratuito entre o hotel e o local do evento, credenciais para o evento e publicação das informações das empresas participantes no catálogo do evento. Os custos de passagem aérea e demais despesas serão por conta das editoras selecionadas. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail rayanna@cbl.org.br, informando a editora, nome do responsável e telefone para contato.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

O primeiro crime solucionado por Sherlock Holmes, icônico personagem de Sir Arthur Conan Doyle, foi apresentado aos leitores há mais de 130 anos. A personalidade ácida e a mente brilhante do mais famoso detetive da ficção, no entanto, permanecem atuais e inspiram séries, filmes e livros. Tendo isso em mente, a autora estreante Brittany Cavallaro idealizou a série Charlotte Holmes, que reconta a história de como seria a tataraneta desse que foi um dos maiores detetives da história da literatura mundial. O primeiro livro da série - Um estudo em Charlotte (Rocco Jovens Leitores, 384 pp, R$ 59,90 – Trad.: Maryanne Linz) - faz uma referência clara ao primeiro livro sobre Sherlock, Um estudo em vermelho, e mostra que a menina tem talento. Aos dez anos, a garota ajudou a polícia a recuperar diamantes que valiam três milhões de libras. Agora, no ensino médio, a capacidade analítica da jovem é posta mais uma vez à prova quando um estudante da escola que ela frequenta aparece morto sob circunstâncias intrigantes, aparentemente inspiradas em uma das histórias mais aterrorizantes de Sherlock Holmes. Os primeiros suspeitos do crime? Charlotte Holmes e Jamie Watson. Sim, o tataraneto do fiel amigo do detetive inglês. Os dois terão que provar sua inocência e, para isso, precisarão agir como detetives. O livro foi vencedor do prêmio de melhor ficção para jovens adultos da American Library Association.

PublishNews, Redação, 26/02/2019

Influenciador digital, ator, produtor e agora também escritor, o norte-americano Joey Graceffa reúne mais de dez milhões de seguidores em seus dois canais no YouTube, um sobre games e outro sobre lifestyle. Seu primeiro romance, Crianças do Éden (Galera / Record, 266 pp, R$ 44,90 – Trad.: Glenda D’Oliveira), se passa em uma Terra envenenada e morta pelo homem, onde todos os animais e a maioria das plantas foram destruídos, o Éden é o último refúgio para o que restou da raça humana. Rowan é a gêmea de Ash e isso faz com que ela seja um problema para sua família. O crescimento populacional é altamente controlado e cada casal só pode ter um filho. Como Rowan nasceu minutos depois do seu irmão, sua existência é ilegal. A menina cresce cuidadosamente escondida, sem poder frequentar a escola, fazer amigos, ou mesmo ser vista em público. Cansada de viver escondida, ela decide pular os muros que a escondem, e, embora descubra ser fácil permanecer invisível quando não se existe legalmente, a noite de aventura pode acabar em tragédia. Cabe a Rowan usar toda sua habilidade para sobreviver em um mundo que a renega. Crianças do Éden é o primeiro livro de uma trilogia.

“Escrever é sacudir o sentido do mundo”
Roland Barthes
Escritor francês (1915-1980)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Este não é mais um livro de dieta
4.
Seja foda!
5.
Me poupe!
6.
O poder do hábito
7.
O poder da ação
8.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
9.
Tamo junto
10.
Minha história
 
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.