Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 17/12/2018
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Redação, 17/12/2018

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, no fim da semana passada, os dados da sua Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) referente a outubro. No geral, o varejo apresentou queda de 0,4% em comparação com setembro e de crescimento de 1,9% em relação a outubro de 2017. No acumulado do ano, o crescimento é de 2,2%, o que faz o órgão falar em uma “lenta recuperação” do setor. Olhando especificamente para o segmento de Livros, Jornais, Revistas e Papelarias, a história é outra. Na passagem de setembro para outubro, o segmento perdeu 7,4% e, na comparação com outubro de 2017, a queda é de 23,1%. O IBGE observa que o segmento tem mostrado taxas negativas seguidas desde agosto de 2017, sendo que o resultado de outubro é o mais acentuado dessa sequência. Isso graças ao fechamento de lojas. No período analisado, a Saraiva fechou 19 lojas e a FNAC deixou de operar no Brasil. Vale ressaltar que a pesquisa não separa o livro dos outros itens que compõem essa categoria.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

A Kobo, primeira plataforma internacional de venda e leitura de e-books a aportar oficialmente no Brasil, é parceira da Livraria Cultura desde o seu primeiro dia de operação. Como fica essa relação agora com a Cultura em recuperação judicial, com o futuro incerto? Para falar sobre isso, Camila Cabete, responsável pelas relações da Kobo com editores no Brasil, foi a convidada do Podcast do PublishNews dessa semana. Ela lembrou que a Cultura foi parceira exclusiva da Kobo só no primeiro ano de operação da plataforma no Brasil, mas, que, apesar disso, são parceiras “na saúde e na doença” e, portanto, estão fazendo que for possível para apoiar a rede a sair dessa crise. Camila falou ainda que a empresa nipo-canadense espera ampliar seus negócios no País. Perguntada se essa expansão poderia se dar por meio de novas parcerias, Camila fez mistério, mas disse que talvez sim. Ela deixou escapar que a Kobo deve aportar em breve no Brasil com a sua loja de audiobooks. A plataforma já está em operação no Canadá, EUA, Holanda e Inglaterra. Clique no Leia Mais para ouvir o programa.

PublishNews, Leonardo Neto, 17/12/2018

Lembra-se daquele projeto de lei (PL) que previa que o consumidor teria acesso gratuito ao e-book quando comprasse o livro físico? Pois é, ele deve morrer na praia. De autoria do deputado Celso Pansera (SD/RJ), o projeto terá que passar pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT), graças ao pedido do deputado Rafael Motta (PSB/RN) acatado pela Mesa Diretora da Câmara no fim da última semana. No seu requerimento para que o projeto passasse pela CFT, Motta argumentou que a medida, se aprovada, impactaria o erário federal, já que “a obrigação alcança as editoras universitárias federais”. Esse desvio poderá colocar um ponto final na sua tramitação. Clique no Leia Mais e entenda o porquê.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

Nas notícias do final de semana, a IstoÉ informou que o grupo editorial da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf), criou na última sexta (14), um grupo de trabalho para auxiliar na reorganização da cadeia produtiva do livro. As medidas propostas vão do reajuste de preços até a exigência de que as editoras ofereçam garantias de pagamento para novas impressões. Segundo o diretor do segmento editorial da Abigraf, João Scortecci, está havendo um efeito dominó, com as gráficas sendo a última peça da fileira, já que muitas editoras estão pedindo renegociação de suas dívidas com as gráficas porque não conseguem pagar, por não recebem das livrarias. Em sua seção de debates, a Folha chamou André Sturm, secretário municipal da cultura de São Paulo, e Carlo Carrenho, fundador do PN para darem suas opiniões e explicarem porque são a favor e contra a Lei do Preço Fixo. Enquanto André diz que a ação é uma “proteção ao capitalismo. Que é, antes de tudo, o sistema econômico da concorrência. Cabe ao Estado intervir quando forças muito grandes ameaçam o equilíbrio do mercado”, Carrenho defende que “Em uma economia de livre mercado, a intervenção do Estado na formação de preços de qualquer produto deve ser evitada ao máximo e aplicada apenas em áreas críticas para o bem-estar geral”. No Painel das Letras, o anúncio de uma nova editora. A escritora Beatriz Bracher, seu pai, Fernão Bracher, e Marta Garcia, ex-editora da Companhia das Letras e da Cosac Naify, preparam para abril o lançamento da nova casa editorial, a Chão. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra dessa nota.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

A Amazon divulgou a lista dos livros impressos e digitais mais vendidos de 2018. O ranking indica que leitores estão buscando meios de repensar seus hábitos, planejar o futuro financeiro e se relacionar com os outros, além de aproveitarem os grandes clássicos da literatura, como Machado de Assis e Fiódor Dostoiévski. O best-seller A Sutil Arte de Ligar o F*da-Se, de Mark Manson (na foto ao lado), lidera as duas listas, acompanhado por outros sucessos como O poder do hábito: Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios, de Charles Duhigg; Sapiens - Uma breve história da humanidade, de Yuval Noah; Mindset: A nova psicologia do sucesso, de Carol Dweck e O milagre da manhã, de Hal Elrod. Até o dia 20, os leitores poderão aproveitar descontos de até 60% em mais de 500 obras, impressas e digitais, que estão no ranking dos Mais Vendidos de 2018 da companhia. Todos os títulos em promoção você confere aqui

PublishNews, Redação, 17/12/2018

A Universidade Cândido Mendes abriu inscrições para a turma de 2019 da Pós-Graduação em Literatura Infantil e Juvenil. Com coordenação da professora Cintia Barreto, doutora em Literatura Brasileira pela UFRJ, o curso tem disciplinas-chave para o estudo da literatura infantil e juvenil clássica e contemporânea e conta com professores como o ilustrador Camilo Martins, o escritor Rogério Andrade Barbosa, o escritor e contador de histórias Celso Sisto, o ator e diretor teatral Alexandre Damascena e a pesquisadora Luciana Figueiredo. Ao todo são 13 disciplinas para a formação de Especialistas em Literatura Infantil e Juvenil. O curso dura 18 meses e as aulas começam em fevereiro de 2019, sempre aos sábados, das 8h às 17h. Para realizar a matrícula não é preciso pagar taxa, basta ir à Rua da Assembleia, 10, sala 824, no Centro do Rio de Janeiro, munido de cópia e original do diploma de graduação e cópias da identidade, do CPF e de um comprovante de residência. Para mais informações é só entrar em contato com a universidade pelo telefone (21) 3549-6446 ou pelo e-mail fmaurer@candidomendes.edu.br.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

O IV Prêmio Cepe Nacional de Literatura e o I Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantil e Juvenil anunciaram seus vencedores. Cada um dos prêmios teve dois ganhadores, assegurando premiações no valor de R$ 20 mil para as categorias Romance e Poesia e de R$ 10 mil para as categorias Infantil e Juvenil. O português naturalizado brasileiro Pedro Veludo (na foto ao lado) foi o vencedor na categoria Romance com o livro O filho das viúvas, enquanto a carioca Stephanie Caroline da Silveira Borges ficou com o primeiro lugar em Poesia com o seu livro de estreia Talvez precisemos de um nome para isso. O pernambucano Helder Herik Cavalcanti Soares, de Garanhuns, foi destaque no Infantil com a obra Criançaria e o paraibano Gael Rodrigues levou o Juvenil com o título A menina que engoliu o céu estrelado. A Cepe recebeu 1.116 inscrições efetivas de todo o país, além de brasileiros residentes no exterior e estrangeiros naturalizados brasileiros. Desse total, 623 foram destinadas ao IV Prêmio Cepe Nacional de Literatura; e 493 ao I Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantojuvenil.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

Em Diário de um banana 13 – Batalha neval (V&R, 224 pp, R$ 42,90 – Trad.: Alexandre Boide), série criada por Jeff Kinney, quando a neve fecha a escola, o bairro se transforma num verdadeiro campo de batalha. Grupos rivais lutam por território, constroem enormes fortes de gelo e se envolvem em épicas guerras de bola de neve. Na linha de tiro estão Greg Heffley e seu fiel amigo Howley Jefferson. Em luta pela sobrevivência, os dois soldados fazem e desfazem alianças e enredam-se em traições. Gangues em permanente estado de hostilidade vão derreter a vizinhança. E será que, quando a neve se liquefazer, Greg e Rowley surgirão como heróis? Ou não vão conseguir escapar dessa gelada?. Publicado em 2007, o primeiro volume da coleção foi um sucesso instantâneo e permanece na lista de best-sellers do New York Times desde então, contabilizando mais de 640 semanas.

“Cada editora e livraria que fechar suas portas fechará múltiplas outras em nossa vida intelectual e afetiva.”
Luiz Schwarcz
CEO do Grupo Companhia das Letras
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Me poupe!
4.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
5.
Seja foda!
6.
Aprendizados
7.
Poesia que transforma
8.
O poder da ação
9.
Minha história
10.
21 lições para o século 21
 
PublishNews, Redação, 17/12/2018

Karina sempre soube o quão difícil é a vida militar, desde a convivência com seu pai militar até mesmo a infância e a juventude dentro de uma base. Depois de tantos anos de rigidez, ela aprendeu que guerras nunca terminam, elas sempre deixam marcas inimagináveis e causam feridas naqueles que estão à espera de seus entes queridos. Com a intenção de se dedicar à sua carreira de massagista e finalmente ser livre, Karina compra uma casa fora da base militar. Porém, Kael, um cliente misterioso e de poucas palavras, surge em sua vida e desperta mais do que apenas a sua curiosidade, fazendo com que ela mude todos os seus planos. Aos poucos, Karina percebe que Kael carrega consigo muito mais do que dois períodos no Afeganistão. A carga de Kael e suas mentiras são muito maiores do que Karina é capaz de suportar, levando-a até mesmo a desconfiar de seus sentimentos e intuição. As estrelas entre nós (Astral Cultural, 304 pp, R$ 39,90) é o primeiro livro da trilogia Stars, escrita por Anna Todd.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

Sucesso entre crianças e adolescentes, o game Fortnite: Battle Royale é o mais recente fenômeno dos jogos on-line. Preso em Battle Royale (Galera Júnior, 128 pp, R$ 29,90 – Trad.: Rodrigo Abreu) acompanha o protagonista Grey, um garoto de 12 anos que não vê a hora das aulas terminarem para, finalmente, seus pais o liberarem para jogar Fortnite. O que o menino não esperava era ser sugado para uma versão de realidade virtual na primeira vez que jogasse... e ainda ter que competir com 100 pessoas para poder voltar para casa. Sua consciência ficará presa até ele se tornar um dos cinco melhores jogadores da temporada, caso contrário ficará preso em Fortnite por mais dois meses. Noob, mas esforçado, Grey corre atrás de ferramentas para ajudá-lo a sobreviver e aumentar suas skins, mas sem sucesso. Ele é logo eliminado na primeira luta e seu ranking não poderia ser pior. Contudo, uma ajuda inusitada surge antes da próxima luta. E Grey acaba percebendo que – mais importante do que skins – amizade, lealdade e companheirismo são as ferramentas certas para vencer.

PublishNews, Redação, 17/12/2018

Coordenado por Raphael Miguel, com a participação de Jadna Alana, Renata Maggessi e Jefferson Andrade o livro Os supremos (Coerência, 330 pp, R$ 40) conta a história de personagens que num primeiro momento seriam cidadãos quaisquer, mas que descobrem uma segunda identidade quando seus poderem emergem. Na obra, um pesquisador descobre o gene “supremo”, que torna alguns humanos especiais. A partir dos anos 2000, com o crescente número de relatos de atividades anormais em território nacional, o governo brasileiro deu início a um programa secreto para monitoramento e estudos de tais fenômenos. Em 2015 o projeto se tornou público e os tais “supremos” passaram a ser monitorados. O livro conta a história de cinco deles: Sonda, Krios e Vulcanos, A sombra da noite e Apolo.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.