Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 11/12/2018
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Redação, 11/12/2018

Finalistas e vencedores do Prêmio IPL - Retratos da Leitura | © DivulgaçãoEm cerimônia realizada na noite desta segunda-feira (10), em São Paulo, o Instituto Pró-Livro (IPL) anunciou os 12 vencedores do Prêmio IPL – Retratos da Leitura. Foram reconhecidos projetos de incentivo e fomento à leitura de seis estados diferentes: Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo. No seu discurso, Luís Antonio Torelli, presidente da entidade, comemorou o crescimento da Plataforma Pró-Livro, lançada em 2017 para reunir projetos do gênero e que serve de base para a seleção dos candidatos ao prêmio. “A Plataforma Pró-Livro hoje já tem mais de 600 projetos cadastrados e, o intercâmbio entre as entidades com suas iniciativas tem cada vez mais se fortalecido. Há muito o que fazer, mas precisamos celebrar as conquistas. Certamente os prêmios entregues hoje trarão muito mais prestígio aos vencedores e torcemos para que conquistem o leitor brasileiro”, disse em seu discurso. Clique no Leia Mais para conhecer os projetos vencedores da terceira edição do Prêmio IPL.

PublishNews, Redação, 11/12/2018

O Brazilian Publishers (BP), projeto setorial de fomento às exportações de conteúdos editoriais encabeçado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), perguntou aos 14 editores que participaram do estande coletivo do Brasil montado na última Feira Internacional do Livro de Guadalajara, no México, qual a perspectiva de negócios iniciados durante o evento. De acordo com o reporte desses editores, há a sinalização de fechamento de negócios na ordem US$ 450 mil nos próximos 12 meses. “Isto representa um aumento de U$ 52 mil em relação ao ano anterior, ampliando, assim, a presença da produção editorial brasileira no exterior”, comemorou Luís Antonio Torelli, presidente da CBL. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Paula Cajaty*, 11/12/2018

A editora Paula Cajaty, da Jaguatirica (ou Gato Bravo, como "traduziu" para o mercado português), está na China para acompanhar a International Press and Publishing Cooperation Conference. De lá, ela resolveu mandar um diário, contando as suas aventuras. No seu primeiro dia, ela conta das dificuldades - e dos choques culturais - encontrados desde que recebeu o convite para representar a Liga Brasileira de Editores (Libre) até a hora da sua primeira refeição no país. Clique no Leia Mais e confira esse primeiro relato de Paula na China. 

PublishNews, Redação, 11/12/2018

Depois de inaugurar o novo centro de distribuição na capital paulista, em setembro, o Grupo Livrarias Curitiba está com quatro vagas abertas para o cargo de auxiliar de logística. A rede pede que os candidatos tenham experiência na função e ensino médio completo. Os benefícios incluem plano de saúde, odontológico, vale-transporte e vale-refeição. O local de trabalho será no Centro Logístico Anhanguera (Rod. Anhanguera, km 15, Pirituba - São Paulo / SP) e os interessados devem enviar currículos para o e-mail secretaria@livrariascuritiba.com.br.

PublishNews, Redação, 11/12/2018

A Paco Editorial abriu quatro vagas e está à procura de um consultor de vendas, divulgador interno, assistente de edição e auxiliar de expedição. Para a vaga de consultor a empresa pede que os candidatos tenham experiência com departamento comercial e de vendas e tenham formação em vendas, publicidade e propaganda, ou marketing. Os interessados na vaga de divulgador interno serão responsáveis pela divulgação de produtos e serviços da editora, e por criar relacionamentos com universidades e outras instituições acadêmicas. É desejável experiência em atendimento. Para a vaga de assistente de edição, a editora pede que os candidatos tenham facilidade na escrita e comunicação e estejam cursando Letras. O contratado irá atuar nas etapas de edição do livro. Por fim, para a vaga de auxiliar de expedição, o contratado irá atuar nas rotinas de expedição com separação e embalagem de pedidos, envio por correio e transportadora, além de cuidar do atendimento ao cliente, armazenagem e conferência de notas fiscais. Os interessados devem enviar e-mail para vagas@editorialpaco.com.br.

PublishNews, Redação, 11/12/2018

A Feira de Livros da Cultura, realizada pela Prefeitura de São Paulo, divulgou as editoras selecionadas para a sua segunda edição que acontece de 13 a 15 de dezembro. Dentre as selecionadas estão nomes como Veneta, Editora 34, Todavia, Morro Branco, Autêntica, Record e seus selos, Arqueiro, Intrínseca, Sextante, Zahar, Planeta, Faro, LeYa, Nova Fronteira e muitas outras. A lista completa você confere aqui. A Feira acontece das 10h às 20h, no Centro Cultural Olido (Av. São João, 473), na Praça das Artes (Av. São João, 281) e na Biblioteca Monteiro Lobato (Rua General Jardim, 485).

PublishNews, Redação, 11/12/2018

Inaugurado em 2016, o Laboratório de Publicações Lima Barreto vem trabalhando ativamente na difusão das práticas editoriais no Instituto de Letras (ILE) da Uerj (Rua São Francisco Xavier, 524 – Rio de Janeiro / RJ). O Laboratório tem como objetivo fomentar, produzir e editar projetos acadêmicos e literários e oferecer capacitação teórica e prática aos estudantes de Letras e de áreas afins para a atuação no setor editorial. Depois de terem realizado no ano passado o ciclo de debates Mercado editorial: inserção, atuação e análise, este ano acontece ciclo Edição comentada: estudos sobre o livro, com diversas palestras com conhecedores do mercado. Hoje, às 14h, haverá uma Oficina de produção editorial, com Rayana Faria, e às 18h, outra sobre Gestão editorial, com Karla Melo e Roberto Jannarelli. Amanhã o dia começa, às 10h, com a palestra Formação de Catálogo, com Felipe Campanuci, Laura Erber e Mariana Warth. Às 14h30, o assunto será a criação e crítica na universidade e às 18h, o dia acaba com a palestra Editar poesia. O ciclo termina na sexta (14) e a programação completa você confere aqui. As inscrições podem ser feitas durante o evento.

PublishNews, Redação, 11/12/2018

Como parte da programação do Hora de Clarice 2018, organizado pelo Instituto Moreira Salles (IMS), para celebrar o aniversário de Clarice Lispector, o IMS Paulista (Av. Paulista, 2.424 – São Paulo / SP) realiza logo mais, às 19h, um encontro com os escritores Andréa Del Fuego e Pedro Karp Vasquez. Del Fuego lerá crônicas clariceanas e, após a leitura, haverá uma palestra com Vasquez, responsável pela obra de Lispector na editora Rocco e organizador do volume Todas as crônicas, lançado este ano. Clarice Lispector se notabilizou como uma cronista singular numa época em que os principais nomes do gênero estavam em atividade. Somente no Jornal do Brasil, por exemplo, além dela escreviam Carlos Drummond de Andrade e Carlinhos de Oliveira. Todavia, quando assumiu a coluna dos sábados no Caderno B, Clarice sentiu-se insegura, solicitando os conselhos do amigo Rubem Braga, por ela considerado “o inventor da crônica”. É a metamorfose de cronista reticente em mestre do gênero que Vasquez irá evocar, com exemplos extraídos dos próprios textos da autora, assim como de sua correspondência com Fernando Sabino. O evento é gratuito.

“A FNLIJ ajudou a transformar o que era livrinho infantil em literatura infantil e juvenil”
Luciana Savaget
Jornalista e escritora brasileira no I Panorama sobre livro, leitura, literatura e bibliotecas do brasil
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Me poupe!
4.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
5.
O poder da ação
6.
Seja foda!
7.
Pai rico, pai pobre - Edição de 20 anos
8.
Aprendizados
9.
21 lições para o século 21
10.
Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente
 
PublishNews, Redação, 10/12/2018

Pensando em facilitar a vida do aluno, a Saraiva Educação lançou o Campus Lab, uma plataforma on-line voltada para estudantes de Direito e que oferece um novo jeito de estudar conteúdo jurídico. Com mais de 100 horas de aulas on-line, mapas mentais animados, exercícios, textos de apoio e mais de 90 livros digitais, a plataforma tem como principal objetivo a democratização do ensino do Direito no Brasil. Por R$ 19,90 por mês, o aluno tem acesso a uma biblioteca jurídica atualizada com os livros de doutrina da editora Saraiva Jur, além de trilhas e planos de estudo sob medida para as necessidades do estudante. "Com o Campus Lab, qualquer aluno pode ter, por um preço competitivo, todos os elementos necessários para uma boa formação, independente da faculdade que esteja cursando”, explica Rafael Torres, gerente de soluções educacionais da Saraiva Educação.

PublishNews, Redação, 11/12/2018

Fruto de extensa pesquisa, o livro Explosão feminista (Companhia das Letras, 544 pp, R$ 69,90) procura apontar de onde vem a força avassaladora do feminismo na última década e as mudanças pelas quais passou ao longo dos anos. A professora e escritora Heloisa Buarque de Hollanda, um dos nomes mais importantes na área cultural e nos estudos de gênero no Brasil, convoca jovens que estão marcando presença no ativismo, na poesia e nas artes para mostrar pontos de convergência e divergência entre os muitos feminismos que compõem o cenário brasileiro atual. Como podemos definir esta quarta e explosiva onda? Quem são as mulheres que estão à frente dos movimentos hoje e o que elas reivindicam? Como a militância vem impactando a política, o comportamento e, sobretudo, a criação artística?

PublishNews, Redação, 11/12/2018

Quando se está inserido em um ambiente machista e misógino, onde aqueles que poderiam reverter a situação simplesmente observam convenientemente o comportamento pejorativo dos homens, é preciso ser resistência. E isso também vale para a ficção. Vivian está cansada dos comentários ofensivos dos seus colegas de classe. Legitimados pelo fato de um deles ser filho do diretor, os rapazes insistem em insinuar que lugar de mulher é na cozinha e utilizam camisas com mensagens sexuais. Vivian já não consegue mais ser indiferente ao ambiente tóxico do colégio. Então, ela decide protestar. Inspirada pelo movimento criado nos anos 90 pela da banda punk feminista da Riot Grrrl, Vivian cria um zine anônimo – Moxie (Verus, 288 pp, R$ 42,90) - para recrutar outras meninas que, assim como ela, também estejam insatisfeitas com a postura dos rapazes. As ações começam pequenas, mas à medida que mais mulheres se engajam na causa, o movimento se fortalece. Ao longo das páginas, Jennifer Mathieu explica, com uma linguagem jovem e acessível, o conceito do feminismo. Moxie é sobre garotas de um mesmo colégio, onde muitas delas nunca se falaram, mas acabam unidas pelo mesmo objetivo: lutar pela igualdade de direitos dentro do ambiente escolar.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.