Entidades LGBT+ pedem indenização a Crivella
PublishNews, Redação, 26/11/2019
O motivo é a censura feita pelo prefeito do Rio a quadrinho com beijo gay na Bienal. Ação pede R$ 1 milhão e criação de um fundo para implementar políticas públicas de combate à LGBTfobia

Em setembro passado, Marcelo Crivella, o prefeito do Rio de Janeiro, virou notícia depois de censurar o livro Vingadores - A cruzada das crianças (Salvat / Panini) durante a Bienal do Livro Rio. A atitude mobilizou editores, livreiros, leitores e demais envolvidos com o livro e fez da Bienal um sucesso maior ainda. Mas a história ainda continua. É que na última semana, entidades do movimento LGBT+ ingressaram com uma Ação Civil Pública na Justiça contra Crivella com a intenção de reparar danos morais coletivos sofridos após a tentativa de censura da HQ na Bienal. Segundo o Jornal O Globo, as entidades Antra (das travestis e transexuais), ABGLT (de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexos) e GADvS (Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual e de Gênero) assinam a ação que pede uma indenização de R$ 1 milhão em razão do "notório alcance nacional de sua censura administrativa". A ação ainda pede que o dinheiro seja investido na criação de um fundo para implementar políticas públicas de combate à LGBTfobia e que o prefeito faça uma retratação pública à comunidade num grande veículo de comunicação.

[26/11/2019 06:00:00]