Flip 2019 anuncia programação completa
PublishNews, Redação, 15/05/2019
Além dos 33 autores confirmados, festa literária orçada em R$ 5,4 milhões, terá um novo site mais abrangente e interativo

A Flip anunciou na manhã desta quarta-feira as novidades da sua 17ª edição que acontece de 10 a 14 de julho e que segue dando passos importantes na ativação dos espaços públicos e na integração com a comunidade.

Este ano, o Auditório da Matriz terá 512 lugares (na edição passada foram 500) e a programação contará com mais mesas que valorizam a experiência literária. Já o Auditório da praça, do lado da Igreja, espaço que foi batizado pela Dona Diva há dois anos, terá 754 cadeiras, será integrado ao programa educativo e continuará transmitindo todas as mesas da programação cultural, além disso, o espaço receberá mais mesas gratuitamente.

O projeto das Casas Parceiras ganhou maturidade e maior aderência na última edição com adesão de 21 casas. Este ano, por enquanto, o evento já conta novamente com 21 casas parceiras confirmadas. “Com as casas passamos a produzir um espaço urbano de diversidade e acreditamos que muitas outras vão acabar se integrando”, explicou Mauro Munhoz, diretor geral da Flip. Dentre as já confirmadas estão Barco holandês, Flipei, Laranja Original, Bibliosesc, Casa da Literatura, Casa das Mulheres Negras, Não Ficção, Europa, Folha, IMS, Libre e Santa Rita da Cássia, Casa PublishNews, Submarino e Edições Sesc.

Dentre as novidades, a Flip 2019 anunciou que terá um novo site mais abrangente e com um mapa interativo que irá comunicar de forma integrada toda a programação do evento, contando com a parte educativa e as casas parceiras. Aliás, as Casas terão autonomia para subir suas programações na plataforma e o visitante poderá criar sua própria agenda, juntando toda a programação disponível com o espaço público da cidade.

Orçamento

Ainda em fase de captação de recursos, a Flip 2019 foi orçada em R$ 5,4 milhões. Segundo Munhoz, a captação este ano foi tão difícil quanto na edição anterior e ainda estão em fase de captação o módulo de artes visuais, o show (que ainda é segredo), o tratamento acústico e o ar condicionado da tenda principal. Os ingressos mantiveram o mesmo valor do ano passado, R$ 55 com possibilidade de meia-entrada.

Programação

A programação foi pensada com o objetivo de valorizar a experiência artística. Assim como no ano passado, esse ano a programação oficial terá 33 autores, mas com a entrada de mais Casas Parceiras a programação pode crescer. “Alguns dos eventos produzidos pelas casas parceiras, nós podemos dar a chancela de Flip Mais por estar alinhado à programação principal”, explicou Munhoz. O mesmo acontece com o programa educativo.

Fernanda Diamant, curadora da festa literária, explicou que escolheu Euclides da Cunha como autor homenageado por sua forte relação com o autor e pelo jeito que ele escrevia. “Achei que pelo momento que estamos vivendo seria importante falar sobre tudo isso”, explicou se referindo à maneira como Euclides retratou Canudos e a história do Brasil.

Fernanda nomeou todas as mesas do evento com nomes de cidades, rios e pontos geográficos do sertão da Bahia. Na abertura teremos Walnice Nogueira Galvão, especialista na obra de Euclides e Guimarães Rosa. A ideia é que a mesa apelidada de Canudos, faça uma dupla homenagem: a Euclides, e a própria vida de Walnice dedicada ao estudo.

As outras mesas da programação abordam temas como as culturas indígenas; música, arte e arquitetura; poesia e mineração; a maternidade na ficção; fotografia; a imigração; questões de raça; feminismo negro; teatro; cinema; ciências e até as mudanças climáticas.

Os convidados confirmados você confere clicando aqui e a programação completa, aqui.

A Festa Literária também abriu espaço para o Slam, aumentou o número de mesas, diminuiu o tempo delas (agora serão 45 minutos), e continua apostando no Programa Educativo, conduzido por Belita Cermeli. Desde que o projeto começou, já foram entregues 38 mil livros em mais de 80 lugares de Paraty e região.

Tags: Flip 2019
[15/05/2019 12:00:00]