Sandra Espilotro e Guiomar de Grammont enveredam juntas no ramo da consultoria
PublishNews, Leonardo Neto, 19/07/2018
Veredas, empresa que acaba de ser lançada pela dupla de editoras, vai prestar consultoria para editoras, autores e organizadores de eventos literários

Guiomar de Grammont e Sandra Espilotro são sócias na Veredas - Consultoria Editorial
Guiomar de Grammont e Sandra Espilotro são sócias na Veredas - Consultoria Editorial

No dicionário Caldas Aulete que repousa sobre a mesa deste editor, lê-se no verbete “Vereda”: “caminho mais curto fora do trajeto usual”. Foi nisso que Guiomar de Grammont e Sandra Espilotro foram buscar inspiração para criar a sua mais nova empreitada, a Veredas – Consultoria Editorial que será lançada oficialmente durante a próxima edição da Festa Literária de Paraty (Flip – 25 a 29/07). A empresa chega ao mercado para diminuir as distâncias entre editoras e profissionais do mercado editorial e, segundo informam as editoras, “contribuir com o aprimoramento das atividades relacionadas à produção editorial, à realização de eventos literários e ao aperfeiçoamento de profissionais do mercado editorial”.

A motivação, segundo explica Guiomar, veio justamente da crise que atualmente afeta a indústria editorial brasileira. “[A empresa] nasceu de uma certa angústia de ver tantos bons profissionais descartados no mercado devido às dificuldades que a gente tem vivido nesse momento de crise. Pensamos, então, em uma estrutura que potencialize toda essa mão de obra competente que ficou disponível nesse cenário mais desafiador”, disse a editora e curadora ao PublishNews na manhã desta quinta-feira. A empresa quer ser uma espécie de hub em que editoras ou organizadoras de eventos possam encontrar toda sorte de profissionais do ramo editorial: produtores culturais, pedagogos, professores, bibliotecários, jornalistas etc. “É uma estrutura em coworking que se pretende virtual”, completa Guiomar.

“Queremos oferecer diagnósticos a editoras que estejam nascendo ou para aquelas que queiram se renovar, partir para outro gênero ou se redimensionar”, disse Sandra ao PublishNews. A partir desse diagnóstico, Sandra e Guiomar poderão acionar outros profissionais do mercado para agregar ao time e solucionar os problemas apontados no diagnóstico. “O que a gente quer na verdade é aquecer um pouco o mercado, na nossa medida, na medida que a gente conseguir. O Brasil precisa aprender a procurar apoio em momentos de crise e a hora em que as coisas melhorarem, aí é claro o mercado vai se ampliar; o horizonte será outro e a gente vai atuar em águas mais clamas”, disse Espilotro.

A Veredas vai atuar ainda dando suporte e orientações a autores. “O autor cobra muito do editor, mas hoje, mais do que nunca, o autor precisa ser mais do que participante nesse processo”, defendeu Sandra. E a empresa, segundo disse a editora ao PublishNews, vai dar a esses autores ferramentas para que possam ajudar de forma mais efetiva.

A expertise de Guiomar à frente do Fórum das Letras e de curadorias de momentos importantes na história recente da indústria editorial brasileira (ela foi uma das curadoras da participação brasileira quando o Brasil foi o país homenageado em Bogotá, em Paris e em Frankfurt) levará a Veredas a atuar ainda na formulação e realização de eventos literários. “Nos últimos anos pipocaram eventos literários pelo Brasil afora e queremos prestar uma consultoria a prefeituras de pequenas cidades que queiram criar uma festa literária, por exemplo, oferecendo um estudo que permita dimensionar a estrutura; ajudar na curadoria; na formulação de projetos e na captação de recursos”, defendeu Guiomar. 

Editores interessados em falar com a Veredas pode escrever para Sandra no e-mail sandraespilotro@gmail.com ou para Guiomar no e-mail letras.ouro@gmail.com.

[19/07/2018 11:45:00]