Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 16/08/2023
Seja você um autor em busca de polimento final para seu manuscrito, uma editora que deseja expandir sua presença global com traduções confiáveis ou quem procura roteiros cativantes na linguagem de quadrinhos, estamos aqui para ajudar
Estamos há 50 anos, distribuindo as melhores editoras, do mercado para as livrarias de todo o Brasil
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Redação, 16/08/2023

Desde 2015, o PublishNews, em parceria com a Feira do Livro de Frankfurt, busca reconhecer os jovens profissionais da indústria do livro que inovam, se destacam e trazem novos projetos e ideias que contribuam de maneira notável em diferentes setores. Toda indústria precisa se renovar, e premiar quem luta por isso todos os anos é a essência do Prêmio Jovens Talentos. Nesta sétima edição, o PN recebeu mais de 25 inscrições – um júri formado pela equipe do PublishNews e da Feira do Livro de Frankfurt escolheu os cinco finalistas de 2023, anunciados agora: Anna Clara Gobatto (Planeta); Jorge José de Souza Pereira (Revista Philos); Leopoldo Cavalcante (Aboio); Rafaela Fernandes Lamas (Autêntica); Raissa Boniolo (Companhia das Letras). Os cinco vencedores já têm ingressos garantidos para a Feira de Frankfurt (18 a 22/10). No dia 22 de agosto, eles vão participar de um pitching para apresentarem seus trabalhos e cases para um júri composto por: Marifé Boix-Garcia, Dante Cid (presidente do SNEL), Sevani Matos (presidente da CBL), Fernanda Garcia (diretora executiva da CBL) e Ricardo Costa (CEO da MVB Brasil). No dia 6 de setembro, dentro da programação da Bienal do Livro Rio, será conhecido o grande vencedor do Prêmio Especial que viajará para Frankfurt com as despesas de passagem e hospedagem custeadas pela organização do prêmio. Clique no Leia mais para conhecer em detalhes os ganhadores.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

O governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Educação, decidiu pela dispensa de licitação para a compra de livros literários digitais para serem usados nas escolas como material de apoio pedagógico. Os livros digitais seriam utilizados por uma nova plataforma ainda a ser criada, o LeiaSP. O novo contrato não diz respeito a livros didáticos. A decisão chega, porém, apenas duas semanas depois do anúncio de que o Estado não receberia os livros didáticos do PNLD 2024 a partir do ano que vem, para alunos do ensino fundamental II – decisão que já gerou inquérito do Ministério Público, abaixo-assinado pedindo a saída do secretário Renato Feder e uma mobilização de professores e estudantes marcada para esta quarta-feira (16), na Praça da República, na capital paulista. O deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) afirmou que acionou Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado para investigar a dispensa de licitação. Outros deputados de oposição usaram as redes sociais para criticar a decisão. A informação sobre a dispensa da licitação consta no Diário Oficial da segunda-feira (14), em que a Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE-SP) declara "inexegível a licitação" para um contrato que seria assinado com a Bookwire. Segundo a empresa, o que está em negociação é o acesso aos materiais pelo prazo de um ano, e não sua posse permanente, como algumas das matérias recentes sobre o assunto deram a entender. A Bookwire informa ainda, em nota, que não houve prospecção ativa da empresa para a negociação. Clique no Leia Mais para ler a matéria na íntegra.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

Schneider Carpeggiani é o novo editor da Nós. Ele chega à casa editorial para reforçar a equipe num momento em que a editora passa por uma fase de expansão – com a criação do selo infantil pequeNÓS, do selo Nós Psi, voltado à psicanálise, e ao início da publicação de uma linha de literatura latino-americana e de língua espanhola. “Há anos que eu tenho uma admiração imensa pelo perfil do Schneider, que fez um trabalho notável como editor da Cepe e do Suplemento Pernambuco. Creio que o olhar descentralizado dele tem um frescor que nos interessa muito”, explica Simone Paulino, editora e fundadora da Nós. O primeiro livro em que ele deve atuar como editor é o da poeta Adelaide Ivánova, que acaba de fechar com a Nós a publicação de seu novo volume, previsto para o início de 2024. Schneider Carpeggiani é jornalista, doutor em teoria literária, e foi curador de eventos como o Festival de Literatura do Recife e a Bienal do Livro de Pernambuco. Foi editor do Suplemento Pernambuco e coordenadou o Selo Suplemento Pernambuco (Cepe Editora). Clique no Leia Mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação*, 16/08/2023

O PublishNews publica regularmente a Área Indie, espaço publieditorial que reúne informações sobre livros lançados de forma independente ou autopublicados. Nesta semana, são duas novas obras. A professora e pesquisadora Claudia Roesler, conhecida por suas contribuições acadêmicas na área do Direito, faz sua estreia no mundo da ficção com o lançamento de seu romance intrigante O dia em que o minotauro chorou (Editora Metamorfose), em versão impressa e digital. Com uma releitura do famoso mito do labirinto, o livro explora uma trama envolvente repleta de segredos e traições ambientada na Grécia Antiga. Em sua primeira incursão pela ficção, Claudia Roesler apresenta uma perspectiva única ao abordar as ações de um rei cruel e egocêntrico que tiveram um impacto duradouro em todos ao seu redor, dando origem a um dos maiores mitos da história. Já a autora Luanda Martins, mestra em Gestão de Ensino, pedagoga, professora da rede municipal de educação de São Luís/MA e contadora de histórias pretas, lança o livro Na casa da Vó Bá (Uiclap), que trabalha o afeto no repasse de ensinamentos ancestrais valiosos para crianças negras. Luanda atua também na formação inicial e continuada de profissionais da educação básica sobre a Educação das Relações Étnico-Raciais e ensino de história e cultura africana e afro-brasileira para crianças.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

A Bienal Internacional do Livro de Pernambuco chega à sua 14ª edição e confirma suas datas: o evento será realizado de 6 a 15 de outubro de 2023, numa área de mais de 9 mil m² no Pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco (Av. Prof. Andrade Bezerra, s/n, Complexo de Salgadinho, Olinda / PE). A feira é reconhecida como o terceiro maior evento literário do Brasil e o maior do Nordeste. Com o tema "Fome de quê? Você é o que você lê!”, o evento vai trazer à tona discussões sobre a fome em suas diversas facetas. Essa temática proporcionará aos leitores um encontro com obras que abordam questões sociais, existenciais e culturais. Este ano, a Bienal presta homenagem a dois pernambucanos de destaque em suas áreas: Josué de Castro (in memoriam) e Lia de Itamaracá. Entre as presenças já confirmadas para esta edição estão nomes que passam pela literatura, sociologia, jornalismo, design gráfico e conteúdo para internet. Xico Sá, Clara Alves, Eliane Brum, Lira Neto e Micheliny Verunschk são alguns deles. Mais atrações nacionais e internacionais serão anunciadas em breve. Entre os expositores já confirmados, entidades e editoras como ABEU, Aleph, Boitempo, Ciranda Cultural, Cortez, CPAD, Edusp, Global, Vozes e muitos outros. A curadoria é assinada pelo jornalista e editor Schneider Carpeggiani. Clique no Leia Mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 15/08/2023

A escolha do PNLD 2024 – Objeto 1 – Obras didáticas destinadas aos estudantes e professores dos anos finais do ensino fundamental está aberta para registro no sistema PNLD Digital até o dia 23 de agosto, de acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, órgão do Ministério da Educação que gerencia o Programa. A data acende um alerta em São Paulo. Com o fim do prazo, fica mais distante a possibilidade de a Secretaria de Educação do estado voltar atrás na decisão de se retirar do PNLD. Os professores devem analisar o Guia PNLD 2024 – Objeto 1 e escolher as obras que mais se adequem ao projeto pedagógico da escola. Em seguida, devem registrar no sistema PNLD suas escolhas e anexar a ata assinada pelos professores. Os diretores de cada instituição são os responsáveis por registrar a escolha no sistema de acordo com a decisão de seu corpo docente. Para a presidente do FNDE, Fernanda Pacobahyba, esse é um momento que a participação dos educadores é de grande importância. “Os professores devem participar desse processo de escolha ativamente, pois eles são os que estão a frente da educação dos nossos estudantes. Agora é a hora de selecionarem o material que melhor se adequa ao processo didático e pedagógico da instituição". Clique no Leia Mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

A empresa de comunicação com.tato anuncia o Tato Literário – 1º Prêmio com.tato de Literatura Independente. A premiação é dividida em duas categorias: Conto e Poesia. Para participar, basta fazer a inscrição até o dia 29 de setembro neste link. O edital completo da premiação está disponível aqui. A taxa de inscrição é de R$ 100. O resultado será divulgado no dia 5 de dezembro. Cada autor poderá inscrever quantas obras desejar, desde que sigam os critérios descritos no edital: os livros precisam ser inéditos e não podem estar disponíveis em plataformas digitais. Além disso, as obras deverão ter entre 100 e 140 laudas. Os textos dos arquivos deverão ser digitados em fonte Times New Roman, tamanho 12, estilo normal, na cor preta, parágrafo de alinhamento justificado e espaço entre linhas duplo. Clique no Leia mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

O Ministério da Cultura (MinC) lança nesta quinta-feira (17), às 9h, o Edital Prêmio Pontos de Leitura 2023, que vai distribuir R$ 9 milhões, em 300 prêmios de R$ 30 mil, para ações de promoção da leitura e da literatura em bibliotecas comunitárias. As inscrições ficam abertas de 18 de agosto a 18 de setembro, na página Mapas da Cultura. O evento, com a presença da ministra da Cultura, Margareth Menezes, será no Auditório Ipê Amarelo, no Bloco B, da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, Jéferson Assumção, explica que o objetivo do Prêmio é reconhecer iniciativas como mediação de leitura, criação literária e ampliação do acesso ao livro nas bibliotecas comunitárias. “Os Pontos de Leitura são iniciativas culturais de base comunitária, ou seja, sem interferência do Estado em suas atividades e formas de atuação, focadas na promoção do livro e da leitura. Elas são fundamentais, porque estão, em geral, nas periferias, seja nas grandes cidades, seja nas regiões mais distantes dos centros urbanos. São equipamentos que ajudam a combater a desigualdade, ao mesmo tempo que promovem a diversidade”, diz, em nota. Clique no Leia mais para ler a nota na íntegra.

“Não é a beleza mas sim a humanidade o objetivo da literatura.”
Salamah Mussa
Jornalista egípcio (1887-1958)
1.
A arte de falar e fazer
2.
7+1 passos para conquistar o que mais sonhou
3.
Café com Deus pai
4.
Nunca foi segredo
5.
A biblioteca da meia-noite
6.
Mais esperto que o diabo
7.
O poder da autorresponsabilidade
8.
Desperte a mulher brilhante que existe em você
9.
É assim que começa
10.
Tudo é rio
 
PublishNews, Redação, 16/08/2023

Marielle Franco @DivulgaçãoNesta quarta-feira (16), às 18h, ocorre em São Paulo o lançamento do livro Marielle Franco – Fotobiografia, uma parceria entre o Instituto Marielle Franco, a vereadora Mônica Benício e a Azougue Editorial. O lançamento será no Museu Judaico de São Paulo (Rua Martinho Prado, 128 – São Paulo / SP) e, no contexto da exposição Marcelo Brodsky: Exílios, Escombros, Resistências, contará com uma roda de conversa sobre o processo de edição do livro com participações de Mayara Donaria, do Instituto Marielle Franco, o fotógrafo Marcelo Brodsky, e Marinete Franco, mãe da vereadora. Marielle Franco – Fotobiografia retrata, na própria voz de Marielle, sua trajetória política e suas lutas por justiça social. O livro traz textos organizados por Sergio Cohn e Melina de Lima, além do registro de 70 fotos, com curadoria dos fotógrafos Mayara Donaria, Bernardo Guerreiro, Thaís Rocha, Wilson da Costa e Marcelo Brodsky. Clique no Leia mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

Recorte da capa do álbum 'Dor de cotovelo' @ ReproduçãoO músico e jornalista Arthur de Faria celebra em São Paulo o lançamento de Lupicínio: uma biografia musical (Arquipélago). A sessão de autógrafos ocorre nesta quarta-feira (16), às 18h30, na Livraria da Vila da Alameda Lorena (Alameda Lorena, 1501– São Paulo / SP). No volume, resultado da pesquisa de doutorado do autor, ele mergulha na trajetória de um dos maiores compositores da música popular brasileira: a infância no bairro da Ilhota, em Porto Alegre, a rotina boêmia e doméstica de Lupi, encontros memoráveis com Elis Regina, Elza Soares, João Gilberto e Caetano Veloso, e os bastidores de composições como Se acaso você chegasse, Nervos de aço, Vingança e Cadeira vazia. No livro, o terceiro da série de biografias musicais escritas por Arthur de Faria, a história de Lupicínio Rodrigues, um compositor negro de classe média-baixa no sul do Brasil, é contada no contexto da censura na Era Vargas, do nascimento do samba e da música regional. Clique no Leia mais para ler a nota na íntegra.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

Ryan Holiday é um dos mais influentes divulgadores do estoicismo no mundo. Seus livros foram traduzidos para mais de trinta idiomas, e no Brasil milhares de pessoas já leram seus best-sellers, como O Ego é seu inimigo. Em seu novo livro, O pai estoico (Intrínseca, 432 pp, R$ 64,90 – Trad.: Cássia Zanon, Paula Diniz e Renato Marques), o autor norte-americano une sua jornada pessoal com a paternidade a ensinamentos de grandes filósofos e personalidades históricas. Baseada em aplicação prática, ao longo dos séculos, a filosofia estoica conquistou adeptos célebres, como Eugène Delacroix e Adam Smith, e hoje se consolida como um guia para a arte de viver bem e alcançar a realização pessoal. A partir dessa maneira pragmática de entender a vida, Ryan Holiday expõe reflexões sobre a criação dos filhos em forma de diário. Temas como “Ensine pelo exemplo” (o único método que funciona) ou “Crie um leitor” (lições para o aprendizado e a curiosidade) são apresentados em lições diárias, espalhadas por capítulos que remetem aos meses do ano.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

A pedagoga e educadora parental Maya Eigenmann, conhecida como um dos maiores fenômenos e expoentes da “Educação Positiva” no Brasil, está de volta. Após o sucesso de A raiva não educa. A calma educa, Eigenmann lança o seu segundo e aguardado livro Pais feridos, filhos sobreviventes e como quebrar este ciclo (Astral Cultural, 192 pp, R$ 49). Nele, ela convida os leitores a refletirem sobre a própria criação, feridas e crenças, propondo uma verdadeira revolução amorosa nos vínculos maternos e paternos. Maya destaca como o alicerce no afeto, respeito e acolhimento pode beneficiar a saúde física e emocional das crianças. A publicação ainda tem o objetivo de ajudar a quebrar o ciclo de violência que vem de outras gerações. Pós-graduada em Neurociências e em Educação Positiva, a autora, que é mãe de Luca e Nina, defende que não se prospera por meio da dor, mas sim pelo amor.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

Em mim basta! (Citadel, 256 pp, R$ 49,90) será o novo livro de cabeceira de todo aquele que quer dar um novo rumo à sua vida. O livro traz uma abordagem sutil e intensa sobre crenças limitantes e padrões. Aborda, de maneira prática, as situações, crenças e atitudes que amarram as pessoas no mesmo lugar, antes de dar um novo passo. Tudo é apenas possibilidade até que se torne consciente. O livro busca ensinar a ser o fósforo que teve a coragem de se retirar.

PublishNews, Redação, 16/08/2023

Em Toda ansiedade merece um abraço (Paidós, 192 pp, R$ 54,90), o psicólogo e escritor Alexandre Coimbra Amaral propõe uma conversa franca, empática e muito acolhedora sobre um dos maiores sofrimentos que afligem a sociedade atual: a ansiedade. Somos um mundo de ansiosos, mas não precisamos ter vergonha disso ou mesmo passar por situações como as que este mal deflagra sozinhos. No olhar sensível para o outro e na escuta, mora a possibilidade de retirarmos a história da nossa ansiedade da caverna da solidão e, juntos, aliviarmos um pedaço da nossa dor. Alexandre expõe a realidade sobre o transtorno e as dificuldades que as pessoas que o enfrentam precisam lidar, mas também busca acolher de forma sensível e vulnerável quem vive diariamente com o impacto que a ansiedade gera no cotidiano.

 
©2001-2024 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.