Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 18/11/2021
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
PublishNews, Redação, 18/11/2021

O PublishNews anuncia a contratação de Ricardo Arcon como seu diretor-executivo. Fundado em 2001, o portal de notícias se tornou, ao longo de duas décadas, uma referência quando o assunto é o mercado editorial e livreiro no Brasil. Arcon é jornalista e produtor de conteúdo com quase 20 anos de experiência. Trabalhou em algumas das mais importantes empresas de comunicação do país. Na Editora Abril, foi editor das revistas Men's Health e Playboy. No Grupo Bandeirantes, ajudou a criar e dirigiu o telejornal Café́ Com Jornal. Em duas passagens pelo Grupo Jovem Pan, cobriu – como redator, repórter e editor – política, economia, cidades e cultura, e assinou a produção e direção do Morning Show. Tem, ainda, formação em criação publicitária e experiência em brand journalism e redes sociais. O profissional será responsável pela orquestração dos diversos departamentos do veículo (redação, projetos especiais e comercial) e pela definição de estratégias que determinarão o futuro do PublishNews. “O mercado dos livros é a mais bem pavimentada estrada para o conhecimento. Há 20 anos o PublishNews atua como elo entre editoras, livrarias, empresários, autores e leitores, fomentando o setor e dando inestimável contribuição para a sociedade brasileira. Levar adiante um projeto dessa natureza, na companhia de gente apaixonada pelo universo da escrita, me é motivo de orgulho e uma tremenda responsabilidade”, declarou Ricardo. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 18/11/2021

O Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa, anunciou nesta quinta (18) os finalistas da sua edição de 2021. Na primeira etapa do prêmio, 1.835 livros foram lidos e avaliados por um júri de 95 profissionais que selecionou 54 semifinalistas. Na segunda, sete jurados eleitos pelo primeiro júri elegeram os 10 finalistas apresentados agora. Integram a lista oito romances, um livro de contos e um livro de poemas, escritos por autores do Brasil, Moçambique, Portugal e Timor-Leste. Entre os finalistas estão Maria Altamira (Instante), oitavo romance de Maria José Silveira e que trata da luta dos povos indígenas pela sobrevivência; O avesso da pele (Companhia das Letras), de Jeferson Tenório, que aborda as violências sofridas por homens negros no país; e Fé no inferno (Companhia das Letras), 12º romance de Santiago Nazarian e que aborda o genocídio armênio. Os três romances também são finalistas outros prêmios literários como o Jabuti e o São Paulo de Literatura. O mapeador de ausências (Companhia das Letras), de Mia Couto, obra que conta em dois tempos a história do poeta Diogo Santiago e do seu pai Adriano numa Moçambique pré e pós independência e O osso do meio (Relógio D’Água), de Gonçalo M. Tavares, que se passa num pós guerra e fala sobre medo e violência também estão na lista. Os outros romances brasileiros selecionados foram A tensão superficial do tempo (Todavia), de Cristovão Tezza; e O ausente (Relicário), romance de estreia de Edmilson de Almeida Pereira. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews+, Redação, 18/11/2021

O PublishNews+, área exclusiva para assinantes do PN, tem adiantado, semanalmente, os livros que só chegarão às livrarias daí a 45 dias. O serviço, chamado de Próximo Capítulo, é realizado graças a uma parceria com a MVB / Metabooks e tem por objetivo municiar livreiros de informações do que está no prelo das editoras. Nessa semana, o Próximo Capítulo traz as novidades que chegarão às livrarias entre os dias 02 e 08 de janeiro de 2022. Entre elas, estão Design de livro (InterSaberes), de Mariana Ferreira de Freitas; Filho de ladrão (Veneta), de Manuel Rojas, Christian Morales, Luíz Martínez e Marco Herrera, e Lidere como os grandes (Benvirá), organizado por Marcelo Ortega. Clique aqui para conferir todas elas. Por enquanto, o Próximo Capítulo está aberto para todos os que se cadastrarem na plataforma, mas em breve, o serviço ficará exclusivo para os assinantes do PN+. A nova seção se soma a outros serviços oferecidos aos assinantes do PN+, como o Radar de Licitações e o Apanhadão Diário. Clique aqui para saber como ser um assinante do PN+.

PublishNews, Redação, 17/11/2021

A assembleia geral de credores da Saraiva marcada para acontecer nesta quarta-feira (17) foi suspensa. Não houve quórum para a instalação da reunião em que se decidiria pela aprovação ou não do plano de recuperação judicial da empresa. Uma nova assembleia foi convocada para o próximo dia 23, às 14h. Na segunda convocação, a assembleia acontece com o quórum presente. Credores que se credenciaram para a primeira chamada da assembleia estão automaticamente credenciados para a próxima reunião. Já aqueles que não se credenciaram podem fazê-lo pelo e-mail rv3consultores@gmail.com informando endereço eletrônico e telefone para os quais serão enviadas informações para acessar a assembleia virtual.

PublishNews, Redação, 18/11/2021

Logo mais, às 19h, o Goethe-Institut São Paulo realiza a terceira edição do Burburinho Literário, feira de livros e tradução. Neste ano, com curadoria de Marcelo Lotufo, o evento acontece em parceria com o Goethe-Institut Porto Alegre. O objetivo é celebrar a tradução e os tradutores. Em formato on-line, a programação segue até o dia 21 e apresentará ao público autores alemães, além de performances, palestras, conversas e workshops sobre tradução, entre outras atividades. A programação inicia com a performance Foi aqui. Aqui esteve ela, com Luiza Romão. Às 19h30, uma nova edição do Passaporte literatura contará com a participação de Tarso de Melo, Marcelo Lotufo, Daniel Martineschen e Raquel Meneguzzo. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 18/11/2021

A editora e livraria Paulus está com duas vagas abertas para vendedores externos, uma para os estados do Espírito Santo e parte de Minas Gerais e outra para o Maranhão e parte dos estados do Piauí e Tocantins. Os requisitos incluem curso superior, experiência com vendas externas no mercado livreiro, capacidade de negociação e argumentação de venda, uso de novas tecnologias, e conhecimento básico do nicho de atuação da Editora, especialmente no campo religioso. Além disso, o contratado do Espírito Santo, preferencialmente, precisa residir em Vitória ou proximidades e o do Maranhão em São Luís ou proximidades. Entre os benefícios estão prêmio por metas alcançadas, plano de saúde, seguro de vida, plano odontológico, carro e combustível para trabalho, cartão corporativo para despesas de hospedagem e vale refeição. Os interessados devem encaminhar currículos para o e-mail assessoria.difusao@paulus.com.br.

PublishNews, Redação, 18/11/2021

Num dos textos de Contos morais (Companhia das Letras, 144 pp, R$ 54,90 - Trad.: José Rubens Siqueira), uma mulher se sente diariamente ameaçada por um cão. Em outro, uma escritora só encontra conforto ao cuidar de gatos abandonados. Também há passagens envolvendo bodes, galinhas, insetos. O título, nesse sentido, poderia remeter a um diálogo com uma convenção da fábula clássica: o uso de bichos em histórias que enfatizam aspectos virtuosos da conduta humana. Como se trata do prêmio Nobel J. M. Coetzee, no entanto, nada é tão previsível. Para quem conhece a obra deste autor, a um só tempo fácil e difícil, moderna e pós-moderna, não é surpresa que a ideia de moralidade seja subvertida por uma ironia constante, feita de contradições presentes inclusive no estilo da escrita. Assim, se a linguagem é transparente e direta, a complexidade das ideias que expressa gera um curto-circuito nas certezas de quem lê. Os contos aqui não oferecem nenhuma lição. Das contradições entre natureza e cultura, Coetzee faz brotar uma obra loquaz sobre todos nós.

PublishNews, Redação, 18/11/2021

O Manual prático de levitação (Gryphus, 170 pp, R$ 44,90) traz 20 contos que levam o leitor a levitar no mundo mágico de José Eduardo Agualusa, onde ficção e realidade se confundem. Histórias que o autor separa em três partes: Angola, Brasil e Outros lugares de errância. Com a perspicácia e a sutileza que caracterizam a obra do escritor angolano, os contos descrevem situações inusitadas ou absurdas. A matéria-prima é tanto a guerra em Angola, quanto as influências portuguesas e africanas no Brasil, além da paixão por livros e escritores. A coletânea, selecionada pelo próprio Agualusa para esta edição brasileira, reúne contos originalmente publicados em diversas revistas e jornais portugueses e angolanos, além de incluir três inéditos em livro. Esta nova edição ganhou ainda um prefácio de Eucanaã Ferraz.

“O prazer de um escritor acaba quando ele entrega o texto ao editor”
José Roberto Torero
Escritor brasileiro em artigo para o Rascunho
1.
Sucesso é o resultado de times apaixonados
2.
Mindset milionário
3.
Mais esperto que o diabo
4.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
5.
Amor & gelato
6.
DNA da cocriação
7.
Do mil ao milhão
8.
Vermelho, branco e sangue azul
9.
O poder da autorresponsabilidade
10.
Demon Slayer: Kimetsu No Yaiba - 1
 
PublishNews, Redação, 18/11/2021

Idealizada e organizada pelo escritor e jornalista carioca Marcelo Moutinho, a coletânea Contos de Axé – 18 histórias inspiradas nos arquétipos dos orixás (Malê, 224 pp, R$ 49,90) reúne textos inéditos de 18 escritores brasileiros oriundos de diferentes regiões do país. Em comum, os textos têm como base a mitologia das religiões de matriz africana. “A ideia é tentar iluminar uma cultura de admirável força alegórica que costuma ser ignorada no Brasil, embora seja tão definidora de nossa gênese”, afirma Moutinho. Sobre a seleção dos autores, vale destacar, além da amplitude geográfica, a diversidade de raça, gênero, idade, estilo. O elenco é composto por novos talentos, como Itamar Vieira Junior e Geovani Martins, e escritores consagrados como o compositor Nei Lopes, que soma mais de 40 títulos publicados. A escolha dos orixás coube aos próprios autores. O projeto ainda ganha relevância em um contexto de recrudescimento da intolerância religiosa no Brasil. No texto de apresentação, o organizador do livro traz dados do aumento do número de denúncias de violações que consolidam o chamado racismo religioso.

PublishNews, Redação, 18/11/2021

Em O som do tapa (Patuá, 112 pp, R$ 40), Carla Guerson coloca a faca na ferida. O conto que dá título à coletânea deixa claro o estilo da autora: sua escrita é direta, envolvente e contempla medos e segredos comuns às mulheres. Estupro, violência doméstica, perdas, maternidade, relacionamentos abusivos, sobrecarga feminina, conflitos familiares, sexualidade, autoimagem, dentre outros assuntos, são abordados com intimidade. Suas personagens femininas abrangem diferentes faixas etárias e classes sociais, apresentando uma seleção rica de tipos femininos, sem nenhuma romantização, ao longo dos 28 contos. “É um livro sobre mulheres e que traz a violência como tema recorrente (embora não único). Mais do que isso, eu quis retratar como a violência, mesmo que não sentida na pele, nos afeta”, explica a autora. Com apresentação assinada por Aline Bei, O som do tapa é um apanhado sobre o que é ser mulher na nossa sociedade.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.