Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 25/10/2021
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
PublishNews, Redação, 25/10/2021

O episódio 184 do Podcast do PublishNews, que foi ao ar em 27 de agosto, recebeu Michelle Henriques, do Leia Mulheres, e Nathan Magalhães, editor da Moinhos, para explorar a relação entre clubes de leitura e as editoras. O episódio repercutiu e entendemos que ainda faltava muita coisa a ser dita a respeito como, por exemplo, como incluir as livrarias independentes nesse processo. Para falar sobre isso, o episódio dessa semana recebe a livreira Mônica Carvalho, proprietária da Livraria da Tarde, e Cibelle Goldfarb, do clube Mulheres do Livro e um dos parceiros da Tarde nessa luta pela expansão da “leitura coletiva”. Nessa conversa, cada uma contou suas experiências com os clubes de leitura, as estratégias que usam para engajar o público, o papel do mediador e como pensar num cenário em que todos saiam ganhando: editoras, clubes, livrarias e leitores. Mônica contou que estar próxima dos clubes de leitura é uma ideia presente desde o seu plano de negócios. Hoje, a Livraria da Tarde mantém parcerias com alguns clubes e procura sempre estar próxima das editoras. “Tenho sempre um contato direto com as editoras, todas as vezes que se elege um livro para aquele clube. Eu faço contato com as editoras e 100% delas são abertas a uma negociação especial para que a gente possa trazer um desconto especial para os participantes do clube de leitura”, contou. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Talita Facchini, 25/10/2021

Depois de realizar uma edição on-line no ano passado por conta das restrições impostas pela pandemia, a Feira do Livro de Frankfurt chegou a sua 73ª edição com a missão de mostrar que um evento presencial poderia acontecer novamente de maneira segura. Mesmo sem a participação de importantes editoras ao redor do mundo e seguindo todos os protocolos de segurança, a edição de 2021 recebeu 73,5 mil visitantes: 36 mil profissionais da área vindos de 105 países e outros 37,5 mil leitores de 85 diferentes países. No total, 2.013 empresas de 80 países estiveram presentes nos pavilhões de exposições, no LitAg ou como expositores on-line. Além disso, 2,5 mil jornalistas de 39 países foram credenciados para a feira deste ano. “Após 18 meses, a Feira de Frankfurt representou um novo começo e, considerando as restrições de viagens em vigor ao redor do mundo, superou em muito as nossas expectativas. Isso apenas mostra como nossa indústria é resiliente e criativa”, destacou Juergen Boos, presidente do evento. Durante essa edição do evento, temas como anti-racismo, anti-discriminação, questões de gênero e liberdade de expressão foram amplamente discutidos. No início dessa edição, uma autora decidiu boicotar a feira por conta da presença de uma editora de extrema direita. O assunto dividiu opiniões e a feira se pronunciou desde o primeiro dia frisando a importância da liberdade de expressão. “Junto com nossos parceiros criamos um programa diversificado a fim de apresentar perspectivas diversas [...] Como organizadores da maior feira internacional do livro, nos opomos fortemente à instrumentalização de nossos eventos. Para nós, a liberdade de expressão não é negociável”, declarou. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 25/10/2021

A coluna Painel das Letras, da Folha, adiantou os primeiros destaques internacionais da Bienal do Livro Rio 2021 (03 a 12/12). De acordo com a coluna, o português Valter Hugo Mãe, que lançou há pouco o autobiográfico Contra mim, pela Biblioteca Azul, e o romance As doenças do Brasil em seu país, deve estar no evento carioca presencialmente. A argentina Mariana Enríquez, autora do romance fantástico Nossa parte de noite, também está fechando o modelo de sua participação. No lado da literatura mais pop, o evento terá a americana Julia Quinn, do megasucesso Os Bridgertons, adaptado ano passado pela Netflix; e Matt Ruff, de Lovecraft Country, que também virou série, mas na HBO. O japonês Junji Ito, considerado uma das principais referências dos mangás, em especial no campo do terror, também participará do evento. Caio Fernando Abreu também foi destaque na Painel das Letras. A coluna avalia que o autor brasileiro segue ampliando sua influência internacional, mesmo 25 anos depois da sua morte. Dois de seus livros – Morangos mofados e Os Dragões não conhecem o paraíso – vão sair pela primeira vez nos EUA, pela Archipelago Books, e a Éditions de la Belle Étoile publica uma seleção de contos inéditos na França. Aliás, a Paris Review, uma das mais prestigiosas revistas literárias do mundo, dedicou há pouco uma edição virtual a Caio F., publicando a tradução dos textos que compõem as Cartas para além dos muros. Clique no Leia Mais e confira outros destaques nos jornais e revistas do fim de semana.

PublishNews, Tatiana Zaccaro*, 25/10/2021

A Bienal do Livro Rio, o maior evento literário do país, celebra sua 20ª edição em 2021. Com toda certeza, gostaríamos de comemorar essa data em um cenário diferente: com a pandemia debelada, longe do sucateamento enfrentado pela classe cultural de eventos, que já soma um prejuízo de mais de R$ 270 bilhões, depois de quase dois anos sem encontros e trocas, e distante das polarizações políticas. Após consultar editores, livreiros, secretarias de educação e cultura e órgãos competentes da prefeitura, e diante de respostas contundentes e otimistas sobre a retomada, conseguimos enxergar um ambiente de otimismo para retornarmos, em versão híbrida, no universo repleto de imaginação, informação, inclusão e arte do mundo literário. Estamos trabalhando para que o evento aconteça de 03 a 12 de dezembro, com 50% da capacidade de público, no Riocentro, na Barra da Tijuca, em dois turnos - ocupando 100 mil m², sendo que 48 mil m² correspondem à área externa ou aberta. O Festival é uma realização da GL events e do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL). O que nos motivou a seguir em frente com a realização desta edição da Bienal, evento tão importante na cena cultural nacional e internacional, foi o avanço da vacinação e a queda de internações por Covid-19 no Rio de Janeiro. A data foi remanejada justamente para quando praticamente toda a população carioca estará imunizada, de acordo com o planejamento da Prefeitura do Rio. Clique no Leia Mais para ler o artigo na íntegra.

PublishNews, Redação, 25/10/2021

Na última sexta-feira (22), a Livraria Leitura inaugurou mais uma unidade no estado de São Paulo. A loja ocupa mais de 400m² do piso L2 do Shopping São Bernardo Plaza (Av. Rotary, 624 - Centro, São Bernardo do Campo – SP). Essa é a 19ª unidade da Leitura em São Paulo e a 89ª no Brasil. De acordo com a empresa, o plano é inaugurar mais cinco lojas até o fim de 2021: três delas no Nordeste e duas no Sudeste. A rede mineira já está presente em 21 unidades da Federação.

PublishNews, Redação, 25/10/2021

Começa logo mais, às 17h, o Catavento Summit. Realizado pela Distribuidora Catavento, o evento on-line vai reunir nomes do mercado editorial para compartilhar experiências e tendências. Os convidados vão abordar diversos assuntos relacionados ao mundo do livro: carreira, marketing digital, livecommerce, negócios locais, algoritmo, dropshipping, gestão e muito mais. Um evento gratuito para inspirar e informar profissionais do livro. Abrindo a programação, Rackel Accetti, gerente geral da Editora Luz da Serra fala sobre Estratégias de marketing digital para o livro. Às 18h, Cláudia Machado, do time da própria Catavento, apresenta a segunda mesa, Conectando o mercado editorial, às 19h. Ainda no primeiro dia, acontecem as mesas Como usar o algoritmo a seu favor, com Cinthya Muller, coordenadora comercial da Editora Planeta, a partir das 19h, e Dropshipping no mercado livreiro, com Rogério Mancini, coordenador do núcleo Catavento Digital, a partir das 20h. Clique no Leia Mais e confira outros destaques da programação.

PublishNews, Redação, 25/10/2021

O fim do verão chegou a Eulogy, Mississippi, momento em que todos os turistas se despedem da cidade e voltam para a vida normal. Inclusive Grace, a garota por quem Ramona se apaixonou. Agora, além de lidar com as responsabilidades familiares, que já eram muitas e aumentaram ainda mais depois que sua irmã descobriu que está grávida, ela precisará aprender a lidar com os desafios de um relacionamento a distância. O retorno de Freddie, um amigo de infância, à cidade traz a distração de que Ramona precisava, e logo o rapaz a desperta para uma de suas antigas paixões, a natação. Entre idas ao clube pelas manhãs e encontros com os amigos, os dois se reaproximam cada vez mais, levando Ramona a questionar a atração que sente por Freddie e a própria sexualidade. Enquanto luta para entender o que se passa dentro de seu coração, Ramona terá a oportunidade de mudar de vida e perseguir seus sonhos. Escrito por Julie Murphy, Ramona Blue (Melhoramentos, 320 pp, R$ 49,90 – Trad.: Débora Isidoro) é um romance que aborda temas prioritários para qualquer ser humano: amor, sexualidade, preconceito racial, homofobia, relações familiares, famílias plurais e a pressão para decidir o futuro quando se é adolescente.

PublishNews, Redação, 25/10/2021

Quando Chiamaka e Devon, alunos da Academia Particular Niveus, são selecionados como parte da alta hierarquia escolar e passam a ser chefes de turma, parece um excelente começo de ano para os dois. Afinal, isso representa muito em seus currículos para entrar em boas universidades. Pouco tempo depois da importante nomeação, no entanto, alguém chamado “Ases” começa a enviar mensagens para todos os alunos da escola, revelando segredos dos dois jovens. São detalhes íntimos de suas vidas, ameaçando seus futuros planejados com tanto esforço. E o que parecia apenas uma brincadeira de mau gosto rapidamente transforma-se em um jogo perigoso e assustador. Com todas as cartas contra eles, Chiamaka e Devon serão capazes de parar Ases? Ás de espadas (Plataforma 21 / VR, 448 pp, R$ 64,90 – Trad.: Jim Anotsu), obra de Faridah Àbíké-Íyímídé, é uma contundente crítica social que escancara o racismo, a homofobia e o preconceito de classe ainda presentes na nossa sociedade.

“Após 18 meses, a Feira de Frankfurt representou um novo começo e, considerando as restrições de viagens em vigor ao redor do mundo, superou em muito as nossas expectativas. Isso apenas mostra como nossa indústria é resiliente e criativa”
Juergen Boos
Presidente da Feira de Frankfurt
1.
Vendas à prova de crises
2.
Desobedeça
3.
Mindset milionário
4.
DNA revelado das emoções
5.
Rebeldes têm asas
6.
Destrave sua vida
7.
Amor & gelato
8.
Mais esperto que o diabo
9.
A garota do lago
10.
Mentirosos
 
PublishNews, Redação, 25/10/2021

Em Sex Education: Pé na estrada (Galera, 224 pp, R$ 39,90 - Trad.: Vitor Martins) – primeira adaptação literária da série que fez sucesso na Netflix – traz uma trama inédita da autora YA Katy Birchall, protagonizada pela personagem mais popular do programa. O irmão de Maeve se meteu em mais uma encrenca. Mas dessa vez a coisa parece estar bem séria. Um grupo de playboys o acusa de roubo e as provas parecem irrefutáveis. Se ele não conseguir limpar seu nome, a prisão será seu novo endereço. Disposto a provar a inocência, ele aciona Maeve que, mesmo sem estar segura sobre a inocência do irmão, é a única com quem Sean pode contar. Mas Maeve não estará sozinha nessa missão. Com Otis, o improvável guru adolescente de sexo, ao seu lado, a amiga Aimee no volante e Eric, o melhor amigo de Otis, os quatro colocarão todas as suas habilidades de detetive à prova para descobrir o que realmente aconteceu e tentar livrar Sean da confusão.

PublishNews, Redação, 25/10/2021

No best-seller Dumplin, a autora Julie Murphy conta a história de uma garota que desafiou os padrões de toda uma cidade ao se inscrever - e vencer - um concurso de beleza. O sucesso levou a trama do livro para as telas da Netflix. Agora, alguns dos personagens do livro anterior – incluindo Willowdean, protagonista de Dumplin – reaparecem em Pudim (Valentina, 368 pp, R$ 49,90 - Trad.: Heloísa Leal). No novo livro, os holofotes estão voltados para Millie Michalchuk, e Callie Reyes, duas garotas completamente diferentes. Ao menos aparentemente. Desde a infância, Millie costumava passar as férias de verão em um spa para perder peso. Mas não este ano. Porque agora ela planeja realizar seu sonho secreto - e finalmente beijar o crush; já Callie é a beldade que está sendo cotada para se tornar a próxima capitã da equipe de dança - seu sonho nem um pouco secreto -, além de ter um namorado superpopular. Quando as circunstâncias forçam as duas a conviverem ao longo de um semestre, elas surpreendem a todos (mas principalmente a si mesmas) ao perceberem que talvez tenham bem mais em comum do que jamais poderiam imaginar. Pudim é uma história sobre amizades inesperadas, paixões improváveis, empoderamento feminino plus size e a redefinição da palavra "gorda". Um romance que trata de temas como preconceitos e autoaceitação com sinceridade, delicadeza e bom humor.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.