Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 13/10/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Redação, 13/10/2021

Croqui digital da fachada da nova loja da Escariz que será inaugurada em novembro | ReproduçãoA rede sergipana de livrarias Escariz anunciou que prepara, pra novembro, a abertura de mais uma unidade. A nova loja terá 1.240 m² divididos em dois pisos e será instalada em um imóvel na Avenida Hermes Fontes, uma das mais movimentadas de Aracaju. Paulo Escariz informa que, além de livros e papelaria, a nova loja venderá uniformes das principais escolas da capital. No fim do ano passado, a rede chegou a Salvador, ocupando um espaço deixado pela Saraiva no Shopping Barra. Quando inaugurar a loja da Hermes Fontes, a rede contará com sete unidades.

PublishNews, Redação, 13/10/02021

A Livraria Leitura inaugurou no último sábado (09) uma nova unidade em Recife (PE), no Shopping RioMar. O novo ponto, localizado no piso L2 do shopping, tem aproximadamente 800 m² e apresenta um amplo mix de produtos contendo livraria, papelaria, presentes, área geek e HQs. Essa é a quarta unidade da Livraria Leitura no estado do Pernambuco, que já conta com duas lojas em Recife, sendo uma no Shopping Tacaruna e uma no Shopping Recife, e uma loja no Caruaru Shopping. Atualmente, a Leitura conta com 88 lojas distribuídas em 21 unidades da Federação. A rede pretende ainda manter a sua política de expansão em 2021 e tem previsão para inauguração de mais seis unidades até dezembro, sendo três no Nordeste e três no Sudeste.

PublishNews, Talita Facchini, 13/10/2021

Em novembro acontece a 40ª edição da Feira do Livro de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, já considerada a terceira maior feira da indústria editorial do mundo. Para se ter uma ideia, no ano passado, por exemplo, quando as restrições por conta da pandemia eram muito maiores, o evento recebeu 1.024 editoras de 73 países. Com investimentos significativos nos últimos anos para se tornar um polo cultural, Sharjah tem dado máxima importância aos livros e à cultura árabe, algo que tem se tornado cada vez mais interessante também para as editoras brasileiras. Todos os anos, uma comitiva liderada pelo Brazilian Publishers parte para o emirado buscando comprar e vender direitos e realizar esse intercâmbio cultural. E esse ano, claro, não será diferente. Neste episódio conversamos com dois editores que estarão por lá no próximo mês, a veterana Laura di Pietro, da Editora Tabla – que participou da feira pela primeira vez em 2011 – e Leonardo Garzaro, da Editora Rua do Sabão, que marcará presença em Sharjah pela primeira vez. No bate-papo, eles contaram quais são suas expectativas para a Feira deste ano, como estão se preparando para o evento e discorreram sobre os imensos investimentos feitos pelo emirado e que têm ajudado editoras em todo mundo. O Podcast do PublishNews é um oferecimento da MVB, a empresa que torna os seus livros visíveis com serviços como Metabooks e Pubnet, e da UmLivro, novo modelo de negócios para o mercado editorial: mais livros e mais vendas. Você também pode ouvir o programa pelo Spotify, iTunes, Google Podcasts, Overcast e YouTube. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota e ouvir o episódio.

PublishNews+, Redação, 13/10/2021

O Radar de Licitações, seção fixa do PublishNews+, traz essa semana um edital para eventual aquisição de livros para compor um acervo bibliográfico. Serão 400 exemplares de diferentes editoras com valor estimado de R$ 29.651,60. O pregão acontece no dia 21 de outubro. Já o segundo, tem como objeto a aquisição de 5.574 livros também para acervo bibliográfico. O valor estimado é de R$ 644.125,75 e a disputa está marcada para o dia 20 de outubro. A seção, exclusiva para os assinantes do PN+, é alimentada pelo Radar de Licitações, consultoria de Natália Vieira que, além de buscar novas licitações, presta um serviço de apoio aos editores e distribuidores interessados em vender para governos, nas mais diversas esferas de poder. Para acessar o Radar dessa semana, clique aqui.

PublishNews, Redação, 13/10/2021

O colunista Elio Gaspari, da Folha observou que renasceu das cinzas uma ideia que pareceu enterrada durante o governo Temer. É o tabelamento dos livros à francesa. Se vingar, nenhuma livraria, física ou eletrônica, poderá dar descontos superiores a 10% do preço de capa durante o primeiro ano de circulação de um livro. Lei parecida existe na França há 40 anos. O tema será discutido, até sexta (15), no simpósio internacional Por uma lei da bibliodiverdiade, organizado pelo Instituto de Estudos Avançados da USP. Participam do evento nomes como Larisa Mundim (Nega Lilu), Adalberto Ribeiro (Livraria Simples), João Varella (Banca Tatuí e Lote 42), Nanni Rios (Baleia), Bernardo Gurbanov, (ANL), Haroldo Ceravolo (Alameda Editorial e Libre), Jean Paul Prates (Senador), Marcus Teles (Livraria Leitura), Marcos da Veiga Pereira (SNEL), Vitor Tavares (CBL), Alexandre Martins Fontes (WMF Martins Fontes) e Rui Campos (Livraria da Travessa). A volta dos eventos literários na reta final do ano foi tema de uma matéria n’O Globo. Bienal, Flip, Flup... presenciais virtuais ou híbridas, as festas e feiras literárias vislumbram uma possível volta à normalidade. Nesta quinta (14), começa a segunda edição da Feira Literária de Tiradentes (Fliti). O evento na cidade histórica mineira, que vai até o dia 17, homenageará a escritora Paula Pimenta e o ilustrador Roger Mello, que participarão do evento junto com outros 50 convidados. Em 2020, a Fliti foi o único evento literário a arriscar um formato presencial. O Estadão informou a morte aos 70 anos do cartunista Nani, da tirinha Vereda Tropical. Além de ter colaborado com a imprensa como cartunista, ele foi roteirista de programas humorísticos da Globo. A partida de Nani também foi notícia no Globo. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 13/10/2021

A Platos Educação, que faz parte da holding Cogna Educação, abriu duas vagas para o seu time de PNLD, para atuar com as editoras Ática, Saraiva e Scipione. A primeira é para o cargo de analista de marketing para redes sociais. O contratado será responsável pela criação de calendário e estratégia para postagem em redes sociais; criação de briefings e acompanhamento de produção de criativos com agência; acompanhamento do SAC; e análise, mensuração e acompanhamento de métricas/KPIs e criação de relatório mensal. É preciso ter formação completa nos cursos de Publicidade, jornalismo, Marketing ou áreas correlatas; experiência em mídias sociais e imprescindível domínio da norma culta da língua portuguesa. Já a segunda vaga é para analista de marketing inbound. As funções do cargo incluem a criação de conteúdo para blog, materiais ricos e newsletters; revisão otimização de SEO e agendamento dos blogs posts seguindo estratégia de alavancagem de audiência; desenhar a estratégia de inbound marketing, considerando todas as etapas do funil e planos de ação para topo, meio e fundo; e desenvolver lead scoring e criação das réguas de nutrição de leads. São requisitos ter formação completa nos cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda ou Marketing; conhecimentos introdutórios sobre Marketing de Conteúdo, inbound marketing e experiência com Marketing de Conteúdo e SEO. Mais informações e envio dos currículos, clique nos links correspondentes.

PublishNews, Redação, 13/10/2021

Quando e como as crianças negras aprendem a amar sua imagem no espelho, e admirar seu cabelo, pele e nariz do jeito que são? Será que as personalidades que elas veem nos jornais, nos desenhos animados, nas revistas e nos filmes refletem quem elas são - e quem ainda poderão ser? Escrito e organizado pelo ilustrador britânico-nigeriano Dapo Adeola, o livro Ei, você!: Um livro sobre crescer com orgulho de ser negro (Companhia das Letrinhas, 56 pp, R$ 44,90 - Trad.: Stefano Volp) oferece um retrato diverso de negritudes potentes, apresentando pessoas em quem as crianças podem se espelhar para enfrentar o racismo estrutural. O livro acompanha toda a jornada de formação identitária, desde a chegada de um bebê ao mundo até o seu crescimento e socialização. Na história escrita, mensagens acolhedoras vão formando uma espécie de capa protetora contra as dificuldades sistêmicas de uma sociedade ainda desigual, mostrando a importância da família e das redes de apoio no enfrentamento às questões de raça. Na obra, os leitores conhecem uma série de artistas e pensadores que realizaram feitos memoráveis, como Barack Obama, Fela Kuti e Maya Angelou, entre muitos outros. Nessa edição brasileira, são homenageadas 13 personalidades de diversas áreas, da literatura à música, passando pela política e pelas ciências sociais. São eles: Gilberto Gil, Elza Soares, Machado de Assis, Dandara, Zumbi dos Palmares, Conceição Evaristo, Milton Santos, Lélia Gonzalez, Marielle Franco, Benedita da Silva, Sueli Carneiro, Maria Firmina dos Reis, Lima Barreto, e Taís Araujo, que assina a quarta capa.

PublishNews, Redação, 13/10/2021

A sereiazinha e outras histórias (Editora 34, 112 pp, R$ 54 – Ilustração: Fidel Sclavo) reúne cinco fábulas clássicas de Hans Christian Andersen (1805-1875), o autor que, ao lado dos irmãos Grimm, é um dos nomes centrais da tradição do conto infantil e popular na Europa do século XIX. A versatilidade da pluma de Andersen está bem representada neste segundo volume de suas Obras escolhidas, em novas traduções realizadas por Heloisa Jahn diretamente do original dinamarquês. Nesta edição está, para começar, A princesa da ervilha, uma anedota concisa e de fina ironia humana e social. E, claro, A sereiazinha, conto mais extenso que, na pele de uma jovem sereia e um príncipe desavisado, explora as alturas e os abismos do amor. Em O companheiro de viagem e Os cisnes selvagens, menos conhecidos no Brasil, o leitor trava contato com um Andersen que, mestre das fórmulas do folclore, sabe renová-las e levá-las às vizinhanças do romance. Fechando o volume em tom feérico mas sempre arguto, O rouxinol não deixa de intrigar por suas muitas antevisões do destino da vida humana e da beleza à sombra da maquinaria a nosso redor.

“Sempre vejo que um escritor é uma grande antena: ele vai captar coisas e transmiti-las.”
Luci Collin
Poeta brasileira em entrevista ao Jornal Cândido
1.
DNA revelado das emoções
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Vermelho, branco e sangue azul
4.
Mentirosos
5.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
6.
Amor & gelato
7.
Viva a sua real identidade
8.
Torto arado
9.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
10.
Se a casa 8 falasse
 
PublishNews, Redação, 13/10/2021

Qual criança não gosta de ver um bom livro antes de dormir? Com Psiu (Bamboozinho, 28 pp, R$ 62,80), o leitor desejará “boa noite” aos filhotes aos mais diversos da nossa fauna e de diferentes formas. Escrito por Aloma e ilustrado por Mathias Townsend, Psiu é um livro especialmente pensado para as crianças pequenas, mas também para o mediador que quer compartilhar essa leitura de um jeito especial. Todo o texto do livro está na quarta capa, redefinindo o conceito de leitura em voz alta e posicionamento do adulto, que pode mostrar o livro aberto para criança e enquanto lê a narrativa na capa. As frases presentes em cada dupla de páginas, ainda que aparentemente simples, ampliam o vocabulário dos leitores, que aprenderão como desejar “boa noite” a partir de várias expressões. Já as ilustrações mostram como cada animal prefere dormir, seja sozinho ou aninhado aos pais; na árvore ou no chão; de barriga para cima e até com um olho aberto.

PublishNews, Redação, 13/10/2021

O livro perdido (MilkShakespeare / Faro Editorial, 36 pp, R$ 34,90 – Trad.: Carla Sacrato), de Margarita Surnaite, conta a história de Lucas, um garoto coelho que vive numa cidade onde todos amam livros, menos ele. Lucas não entende, afinal, o que os livros têm de tão especial. Até encontrar um livro perdido num buraco, e decidir encontrar seu dono. Assim, Lucas entra numa viagem, que vai despertar nele uma paixão sem limites pela leitura. O livro perdido é uma história sobre amizade e amor pelos livros e mostra como o despertar pela leitura pode acontecer de formas que menos esperamos.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.