Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 16/08/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Redação, 16/08/2021

Fernanda Melchionna | © Sidinei MohrLogo mais, às 18h, acontece a terceira edição do Sabatina PublishNews. No centro da conversa deste mês estará a deputada federal e presidente na Câmara dos Deputados da Frente Parlamentar Mista do Livro e da Leitura, Fernanda Melchionna (PSOL /RS). Com tantos assuntos que tiram o sono de editores e livreiros, é importante ter alguém no governo que lute pelos interesses do setor. Na conversa de hoje, Melchionna falará, por exemplo, sobre o PL 2604/2020 que quer facilitar o acesso de livrarias e editoras a linhas especiais de crédito durante a pandemia; a Lei Castilho, que institui a Política Nacional de Leitura e Escrita; a Lei do preço comum, uma referência ao projeto de lei 49/2015, que tramita no Congresso Nacional; e outros projetos que tentam ajudar livrarias, editoras, bibliotecas e o livro em geral. O trabalho por trás da Frente Parlamentar do Livro e da Leitura, os desafios enfrentados por Melchionna em seu mandato e ainda as dúvidas e preocupações do mercado editorial também serão abordados. Para formar a bancada desta edição do Sabatina, foram escalados José Castilho Marques Neto, doutor em Filosofia, consultor do Cerlalc e ex-diretor geral da Biblioteca Mário de Andrade (SP) e ex-Secretário Executivo do PNLL (MinC e MEC); Fernanda Gomes Garcia, advogada e diretora executiva da Câmara Brasileira do Livro (CBL); Maria das Graças Monteiro Castro, bibliotecária, editora e coordenadora do Laboratório do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (Libris/UFG), e Ruan Gabriel, repórter de cultura do jornal O Globo, especializado na cobertura de livros e mercado editorial. O programa será transmitido ao vivo pelo canal do PublishNews no YouTube.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

Em editoras maiores, há um esforço muito grande para que suas apostas saiam também no formato de audiolivro. Há quem diga, inclusive, que o ideal é que o livro físico saia simultaneamente no digital e em áudio. Com isso, os editores querem dizer que quem deve escolher como quer acompanhar a história é o próprio leitor. Mas, o mais comum é que o livro (em papel ou digital) nasça antes do audiolivro, afinal, os custos de produção da versão para ouvir costumam ser altos e o formato ainda não conquistou a popularidade entre os brasileiros, embora isso esteja mudando. No entanto, no Brasil, já se vê o movimento inverso, subvertendo essa dinâmica “natural”. Livros que nascem antes em voz e só depois ganham vida em letras. Um caso é Mulher Maravilha, de Chico Felitti, que nasceu em áudio pela Storytel e vai aparecer em livrarias também em novembro. O PN noticiou isso em primeiríssima mão. O Podcast do PublishNews quis explorar essa possibilidade e convidou o podcaster (e agora autor) Guga Mafra e as editoras Mariana Rolier, da Storytel, e Fernanda Saboya, da Melhoramentos, para falar sobre Como ser um rockstar. Nesse caso, há ainda um elemento anterior. Tudo começou com um podcast de sucesso. Depois veio a ideia de um audiolivro (ou podbook, como eles preferem chamar). Com o áudio pronto, entrou nesse combo o livro físico e digital. Então, é o podcast que virou audiobook e que depois virou livro. E no fim das contas, o público ganhou diversas maneiras de interagir com a história. O Podcast do PublishNews é um oferecimento da MVB, a empresa que torna os seus livros visíveis com serviços como Metabooks e Pubnet, e da UmLivro, novo modelo de negócios para o mercado editorial: mais livros e mais vendas. Você também pode ouvir o programa pelo Spotify, iTunes, Google Podcasts, Overcast e YouTube. Clique no Leia Mais para ouvir o programa.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

A Disal abre, nesta segunda-feira (16), a sua sétima loja na cidade de São Paulo. Localizada em Santana, na Zona Norte de capital, a nova unidade tem 45m² e é vizinha da Cultura Inglesa do bairro. A estratégia é a mesma de outras lojas da capital, como a de Pinheiros, Saúde, Morumbi e Tatuapé. O mix de produtos é focado em métodos de ensino de idiomas, o carro-chefe da Disal, mas tem também livros científicos, técnicos e profissionais, além de ciências humanas e sociais, literatura e autoajuda. Além das lojas da capital, a Disal mantém operações em Campinas, Santo André, Guarulhos e Ribeirão Preto, todas em São Paulo, e ainda em Minas Gerais, Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro e Bahia. A nova loja fica na Rua Duarte de Azevedo, 596.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

A Rocco abriu uma vaga para editor de aquisição. A editora procura um profissional com experiência na prospecção e avaliação de títulos estrangeiros e nacionais, que tenha excelente comunicação com agentes literários e autores, conhecimento de todo o processo editorial, fluência em inglês, nível superior, disponibilidade para trabalhar no Rio de Janeiro e participar de feiras literárias nacionais e no exterior. Os interessados devem enviar currículo com pretensão salarial para departamentopessoal@rocco.com.br.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

Fachada do Museu Histórico da cidade, que serviu de modelo para a construção da casa onde Teolinda e Joel se Desde o dia 26 de julho, os autores portugueses Teolinda Gersão e Joel Neto participam da primeira Residência Literária Virtual Flipoços, que é acompanhada de perto pelo DNA PublishNews, o nosso laboratório de mídia. Na manhã da última sexta-feira (13), aconteceu o quinto e último webinar. Desta vez com o advogado e escritor Luiz Roberto Judice, que apresentou aos autores o tema “A morte silenciosa – A gripe Espanhola em Poços de Caldas, 1918”, tema de seu livro homônimo. Antes desse encontro, aconteceram outros quatro nos quais historiadores, jornalistas e escritores apresentaram a cidade, algumas de suas personalidades ilustres e aspectos da história literária de Poços de Caldas aos participantes. Todos estão página que o DNA PublishNews construiu para o projeto. Lá também estão entrevistas muito pessoais que a nossa equipe realizou com os participantes. Com o fim dos webinares, o projeto entra em nova fase e Teolinda e Joel terão até o dia 30 de setembro para entregar textos inéditos baseados nessa experiência. Os textos farão parte de um e-book que será distribuído gratuitamente e sairão também nas revistas Quatro Cinco Um, no Brasil, e Pessoa, em Portugal. A experiência dos dois autores também ficará registrada em um documentário que mostrará os bastidores da Residência. Para saber mais sobre o DNA PublishNews, escreva para Maju no e-mail maju@publishnews.com.br.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

A União Brasileira de Escritores (UBE) anunciou os indicados à 58ª edição do prêmio Juca Pato, conhecido por eleger o intelectual brasileiro do ano. Segundo noticiou a Folha, entre os nomes indicados nesta edição, estão o escritor Carlos Nejar, a cartunista Laerte, a historiadora Lilia Moritz Schwarcz, a escritora Nélida Piñon e a repórter Patrícia Campos Mello. Os sócios da entidade votarão em um dos indicados entre os dias 16 de agosto e 17 de setembro. O resultado será divulgado em 23 de setembro, no site do grupo. A coluna Painel das Letras explicou por que a privatização dos Correios alarma editoras de livros. O mercado teme que empresas não mantenham taxas favoráveis e deixem de atender leitores de cidades afastadas. Um grupo de livrarias e sebos já havia divulgado um manifesto se opondo à medida. Editoras, principalmente as independentes, também têm mostrado preocupação. Alexandre Martins Fontes, que toca a livraria que leva seu sobrenome e a editora WMF Martins Fontes, argumenta. "Com o aumento das vendas on-line, o custo com o transporte de livros passou a representar uma despesa 'de muitos tostões' para livrarias e editoras. O que garante que livros receberão tratamento especial por parte das empresas que vierem a substituir os Correios?". A revista Veja São Paulo noticiou que as novas livrarias aquecem o setor na capital com catálogo enxuto, obras raras e decoração caseira. As novas lojas são a Ponta de Lança, na Santa Cecília; Pé de Livro, na Pompeia e a infantil PanaPaná, na Vila Clementino, que está sob nova direção desde o fim do ano e passou a operar nas mãos da engenheira mecânica Fernanda Martins Simonsen. Os novos endereços foram inaugurados com acervo e espaço menores. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

Nesta quarta-feira (18), o Instituto Estação das Letras inicia o curso Formação em rodas de leitura, ministrado por Suzana Vargas. O curso desenvolve uma nova metodologia voltada à prática de Rodas de Leitura em salas de aulas, bibliotecas e espaços diversos. Da escolha dos textos à sua abordagem inicial passando pelo perfil dos mediadores e sua comunicação com os diversos tipos de público, as aulas mesclam leitura, teoria e prática. O curso tem como público-alvo professores, bibliotecários, agentes de leitura e todos que tiverem interesse em desenvolver projetos de leitura com comunidades ou grupos com demandas específicas. Os conceitos de literatura, leitura e gêneros literários também fazem parte do curso. As aulas acontecerão sempre às quartas, das 19h às 21h, até o dia 1º de dezembro. Para inscrições e mais informações, é só mandar e-mail para iel@estacaodasletras.com.br.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

Julie Dorrico ganha destaque no site do Itaú Cultural | © DivulgaçãoNa última quinta-feira (12), o Itaú Cultural atualizou a sua coluna Encontros com a nova literatura brasileira contemporânea, veiculada em seu site. O objetivo da seção é apresentar ao público novos autores da cena literária do país. Dessa vez, quem está no centro das atenções é Julie Dorrico, indígena, pertencente ao povo Macuxi. Ela é doutora em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e autora de Eu sou macuxi e outras histórias, publicado em 2019. Ela é também uma das administradoras do perfil no Instagram Leia Mulheres Indígenas e coordenadora do Grupo de Estudo em Memória e Teoria Indígena (Gemti). Para conhecer mais do trabalho de Julie, clique aqui.

“O meu talento é ler e me comunicar.”
Monica Carvalho
Dona da Livraria da Tarde
1.
Batman/Fortnite Vol. 03
2.
As aventuras de Mike - O livro interativo
3.
Mentirosos
4.
Escravidão -Vol 2
5.
Mais esperto que o diabo
6.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
7.
Vermelho, branco e sangue azul
8.
Torto arado
9.
O poder da autorresponsabilidade
10.
Do mil ao milhão
 
PublishNews, Redação, 16/08/2021

Monsieur Dupin: um honrado cidadão de Paris que, usando apenas a observação aguçada e a lógica, desvenda casos considerados insolúveis pelas autoridades. Em Os assassinatos na rua Morgue (Antofágica, 256 pp, R$ 69,90), mãe e filha são assassinadas em um apartamento fechado, sem qualquer sinal de arrombamento. Depois de ouvir gritos estridentes, vizinhos entram e saem da cena do crime, cada um com uma especulação diferente sobre quem teria sido o assassino. A fama de Dupin se espalha pela cidade e ele é convidado pelo comissário de polícia para investigar o desaparecimento de uma jovem vendedora de perfumes. Para solucionar O mistério de Marie Rogêt, ele sequer precisa sair de casa: recortes de jornal bastam. Em A carta roubada, um documento desaparece, e qualquer denúncia às autoridades levaria à revelação de seu conteúdo comprometedor. Mas, Dupin é desafiado a roubar a carta de volta. Essa edição, traduzida por Isadora Prospero, traz ilustrações de Fernanda Azou e apresentação de Adriana Cecchi, criadora do canal Redatora de M*%$. Nos posfácios, Daise Lilian, professora da UFCG, contextualiza a obra de Poe, e Bruno Paes Manso, jornalista e pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência (USP), analisa a influência da obra de Poe em nosso imaginário sobre o crime, a lei e a ordem. Alberto Mussa, premiado autor policial brasileiro, escreve sobre a influência intelectual e afetiva de Edgar Allan Poe em sua trajetória.

PublishNews, Redação, 16/08/2021

Um clássico que influenciou a literatura de diversas formas, o Livro das mil e uma noites apresentou ao ocidente histórias que se tornaram parte do imaginário popular como Aladim e Ali Babá. Neste quinto volume, o público tem a chance de ler aventuras que reverberam em histórias posteriores da literatura universal, como o Decamerão, Dom Quixote, Gulliver e muito do que há no romance moderno. As histórias do Livro das mil e uma noites - Volume 5 (Biblioteca Azul, 664 pp, R$ 79,90 – Trad.: Mamede Mustafa Jarouche) contam a saga do sultão Umar Annuman, que pode ser lida do início ao fim como uma história completa. As histórias das noites desconhecem as classificações familiares às letras ocidentais, e resultam em uma narrativa que surpreende as expectativas o tempo todo. Partindo do cotejo dos manuscritos mais antigos em que constam essas histórias, Mamede Jarouche recria uma fabulação literária, dando voz em português a um clássico da literatura universal. A obra traz ainda notas do tradutor sobre o cotejo de diferentes edições, questões linguísticas e informações que contextualizam a cultura árabe.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.