Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 24/11/2020
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Um agregador digital como a Bookwire, com tecnologia de ponta, informações ágeis e um painel de controle completo é fundamental para o sucesso de sua editora e de seus e-books. E agora toda esta tecnologia está disponível no Brasil.
PublishNews, Redação, 24/11/2020

Quando a Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou os finalistas do Prêmio Jabuti 2020, muito se falou da quantidade de editoras independentes no páreo. Mas mais do que isso, a lista de finalistas revelou um número relativamente expressivo de editoras apartadas do eixo concentrador da produção editorial brasileira: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. O PublishNews quis conhecer um pouco cada uma dessas casas editoriais. Começando pelo Nordeste, tem a Zarte, de Feira de Santana (BA); o Cepe, de Recife (PE), e a Tempo d´Imagem, de Fortaleza (CE). No Centro Oeste, a Carlini & Caniato, de Cuiabá (MT) e na região Sul, a Cruz e Sousa, de Florianópolis (SC) e a Appris, de Curitiba (PR). Clique no Leia Mais para conferir um breve perfil de cada uma delas.

Publishnews, Leonardo Neto, 24/11/2020

Não há quem viveu no Brasil dos anos 1980 e não conheça o Jaspion. Personagem-título da série japonesa que conquistou milhares de fãs por aqui parece ainda fazer sucesso. O mangá O regresso de Jaspion (JBC), roteirizado pelo santista Fabio Yabu e ilustrado por Michel Borges, estreou ocupando a terceira posição da Lista Nielsen PublishNews referente ao período de 05 de outubro a 1º de novembro. A lista apura os livros de autores nacionais mais vendidos em livrarias, supermercados e lojas de autoatendimento monitoradas pela Nielsen. Depois de derrotar Santan Goss e MacGaren, Jaspion deixou a Terra e seguiu na sua missão de derrotar o mal em outros planetas do universo. Mas uma concentração de energias negativas trouxe à vida novamente a bruxa galáctica Kilmaza que planeja ressuscitar os dois principais vilões da série. No livro, Jaspion então, volta à Terra para combater esses males. O regresso de Jaspion ocupa a terceira posição da Lista de Ficção. No topo da categoria, importante dizer, está As aventuras de Mike (Outro Planeta / Planeta), do casal Gabriel Dearo e Manu Digilio. É deles também o segundo título da franquia – As aventuras de Mike 2 – O bebê chegou! (Outro Planeta / Planeta) – que estreou na Lista Nielsen PublishNews ocupando a posição de número seis. Não Ficção é liderada por Do mil ao milhão (HarperCollins), de Thiago Nigro. O poder da ação (Gente), de Paulo Vieira, ocupa a segunda posição e Batismo de fogo (Planeta), do padre Marcelo Rossi, ficou em terceiro. A categoria não trouxe nenhuma novidade nesse mês. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Gustavo Martins de Almeida, 24/11/2020

No último artigo tratei do movimento de estímulo à compra de livros na “livraria do bairro”, que impulsionado pela necessidade dos leitores, floresceu em vários países. Relembrei de episódio que vivi em 2011, quando me deparei com um simpático imóvel, uma lojinha fechada, na Rue Bonaparte, 19, de propriedade da Prefeitura de Paris, e que estava sendo alugado através de uma imobiliária com a finalidade exclusiva de funcionamento de uma livraria no local, com a expressa determinação do Município de preservar o comércio cultural do Quartier Latin. Fotografei o imóvel e o cartaz e usei esse exemplo durante anos em aulas e palestras, sempre lembrando o papel da Poder Municipal que, de certa forma, interfere na economia e no zoneamento urbano, no caso para preservar características culturais, de determinado bairro. Quantas farmácias e igrejas – nada contra a saúde do corpo e da alma – poderiam ser evitadas se aqui funcionasse a obrigatoriedade de ao menos existir uma livraria em cada bairro? Ou mesmo uma biblioteca pública. Relembrando o tema, fui pesquisar na semana passada se a oferta de locação de 2011 se transformara em contrato e ocupação desejada. Passeando pelo Google Maps fui até o nº 19 da Rue Bonaparte e me deparei (touché!) com a charmosa livraria da Editora de livros de arte Diane de Selliers. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta coluna.

PublishNews, Redação, 24/11/2020

Após 73 anos habitando o centro de São Paulo, a Livraria Francesa, especializada em difundir a língua, a cultura e o pensamento francês no Brasil, está de casa nova. Desde o início do mês, a livraria se mudou para a Av. Indianópolis, 1697, em Moema. O novo espaço, segundo a própria livraria, é mais aconchegante, moderno e com um espaço que facilita o deslocamento pelas seções de livros de maneira dinâmica. A livraria Francesa funciona de segunda a sexta, das 9h30 às 17h30, aos sábados, das 10h às 14h e também atende pelo WhatsApp – (11) 3231-4555.

PublishNews, Redação, 24/11/2020

A Flipinha, braço da Flip ligado ao público infantil, inicia sua programação nesta terça (24). A ideia para este ano foi criar uma comissão de educadores da região para desenvolver um novo formato para a programação. Assim, nasceu um percurso participativo que começou com a mobilização da rede de ensino de Paraty em torno da vida e obra de cada um dos autores, por meio de livros, vídeos e áudios, feitos por cada um dos convidados. De hoje até sexta (27), a Flipinha receberá 14 autores em encontros on-line. As mesas serão apresentadas pela atriz Bianca Martins, em dois horários, às 9h30 e às 14h30, e com dois autores em cada encontro, com transmissão pelo site da Flip. Para definir os convidados, oito membros da Comissão Curatorial levantaram livros, autores e temas relacionados ao universo infantil. Ainda hoje, às 14h30, acontece a mesa Mistérios e descobertas, com a participação de Nian Freire e Roger Mello. Amanhã, às 9h30, será a vez de Adriana Carranca e Roseli Mendonça participarem da mesa Pouco importa azul ou rosa, minha infância é mais preciosa. A segunda mesa do dia, As múltiplas poéticas, contará com Nathalia Leal e Ni Brisant. A programação completa você encontra clicando aqui.

PublishNews, Redação, 24/11/2020

O ano de 2020 marcou o 90º aniversário da escritora Hilda Hilst (1930-2004) e a data, claro, não passou batida. Desde abril, o Instituto que leva o nome da poeta realiza uma série de atividades para celebrar a efeméride e, nessa semana, começa uma nova fase das comemorações. Está no ar o Diários da Casa do Sol, uma programação on-line que antecede a Flip 2020 (03 a 06/12). Logo mais, às 20h30, Cláudia Costin, cofundadora do Todos pela Educação, fala sobre a importância das artes e da cultura na escola do futuro. Nesta quarta-feira (25), Daniel Fuentes e Renato Musa comandam um bate-papo sobre o mundo do livro, da pandemia à recuperação, que reunirá Bernardo Gurbanov, presidente da Associação Nacional de Livrarias (ANL); Haroldo Ceravolo, da Alameda Casa Editorial, e Sophia Castellano, participante de coletivos realizadores de festas literárias em São Paulo. A programação segue na quinta (26), com Carmen Silva falando sobre a “Cultura em movimento e os movimentos na cidade” e na sexta (27), Daniel Fuentes recebe Mia Couto para um papo sobre Hilda Hilst, pandemia e os medos dos nossos dias. A programação será sempre transmitida pelo YouTube do Instituto Hilda Hilst, sempre às 20h30, exceto para o papo com Mia Couto, que acontece às 18h. A programação contará também com peças de teatro e exibição de filmes. Para mais informações e ingressos, clique aqui.

PublishNews, Redação, 24/11/2020

Quando a avó de Lena Johnson morre e toda a proporção da dívida da família é revelada, ela deixa a faculdade e arruma um emprego para sustentar sua família na misteriosa e remota cidade de Lakewood, em Michigan. Na teoria, seu novo trabalho é bom demais para ser verdade: salário alto, sem despesas médicas e com um lugar para morar. Tudo que Lena precisa fazer é participar de um programa secreto – e mentir para seus amigos e familiares sobre a pesquisa que está sendo feita ali. As descobertas feitas em Lakewood, mudarão o mundo – mas as consequências para os sujeitos envolvidos podem ser devastadoras. Conforme as verdades do programa se revelam, Lena compreende o quão forte é quando o assunto é sua família. Projeto Lakewood (Primavera Editorial, 336 pp, R$ 44,90 – Trad.: Mabi Costa), da autora Megan Giddings, é um romance provocativo, com um olhar especial aos dilemas morais que muitas famílias da classe trabalhadora enfrentam e o horror que foi imposto aos corpos – em sua maioria, corpos negros – em nome da ciência. A capa conta com ilustração de Isabelle Mesquita e a arte foi feita por Morena Castro Lhaiza.

PublishNews, Redação, 24/11/2020

Em Periféricos (Aleph, 556 pp, R$ 69,90 – Trad.: Ludimila Hashimoto), William Gibson retoma o ambiente futurista e tecnológico de Neuromancer, deixando claro porque o autor é um dos mais talentosos e proféticos escritores de nosso tempo. Na trama, Flynne Fisher vive com o irmão, Burton, em uma área rural e desolada dos EUA, onde os empregos são escassos e muitos sobrevivem na clandestinidade, fazendo impressões ilegais em 3D e jogando videogame por dinheiro. Veterano de guerra, Burton é contratado para atuar como segurança em um jogo virtual, mas um contratempo leva Flynne a assumir o posto do irmão em um dos turnos. Durante sua ronda, acidentalmente, ela testemunha um homicídio que lhe parece bem real, e logo desconfia que o jogo pode ser, na verdade, uma janela para o futuro. O projeto gráfico e a capa foram criados por Pedro Inoue.


“Leve as crianças para as bibliotecas públicas e livrarias. Leia com elas e acompanhe-as em seu processo de crescimento como leitores.”
Yolanda Reyes
Escritora colombiana
1.
Pequeno manual antirracista
2.
Decida vencer
3.
A sutil arte de ligar o foda-se
4.
Mais esperto que o diabo
5.
Box Harry Potter
6.
Do mil ao milhão
7.
O poder da autorresponsabilidade
8.
As muralhas vão cair
9.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
10.
O poder da ação ( edição de luxo)
 
PublishNews, Redação, 24/11/2020

Kate Reese está fugindo. Determinada a buscar uma vida melhor para ela e para o filho Christopher, ela abandona um relacionamento abusivo e escapa no meio da noite junto com seu garotinho. Eles acabam se sentindo atraídos pela agradável comunidade de Mill Grove, na Pensilvânia, uma cidadezinha distante de tudo e de todos, com apenas uma estrada de acesso. A princípio, Mill Grove parece o lugar perfeito para eles se estabelecerem. Porém, Christopher desaparece por seis longos dias sem deixar nenhum rastro. O desespero toma conta de Kate, e a polícia da cidade faz buscas incansáveis para descobrir o paradeiro do menino. Até que ele surge no meio da noite saindo de um bosque nos limites da cidade. Ileso, mas mudado. Christopher volta com uma voz na cabeça que apenas ele pode ouvir e com uma missão que apenas ele pode cumprir: construir uma casa na árvore no bosque da Mission Street antes do Natal; caso contrário, sua mãe e todos na cidade sofrerão as consequências. Vinte anos depois de As vantagens de ser invisível, Stephen Chbosky está de volta com Amigo imaginário (Record, 770 pp, R$ 69,90 – Trad.: José Roberto O’Shea), uma obra de horror, cujas escala e emoções que carrega redefinem o gênero.

PublishNews, Redação, 24/11/2020

A história do novo livro de Sérgio P. Rossoni, Birman Flint – A maldição do Czar (Avec Editora, 368 pp, R$ 59,90 - Ilustr.: Karl Felippe) se passa em Françoria, no ano de 1920. Quando Flint, repórter do Diário do Felino, se vê às voltas com o misterioso assassinato de um agente imperial da Rudânia, não poderia imaginar o destino nebuloso que o aguardava. Transformado em uma peça de um jogo diabólico orquestrado por seguidores de uma seita arcana, Flint se vê numa corrida contra o tempo em busca de respostas, de um assassino e, principalmente, de um antigo artefato conhecido como Ra’s ah Amnui, uma relíquia capaz de trazer à tona um passado sombrio e também a chave para a conspiração em torno do czar Gatus Ronromanovich. Assim, Flint é conduzido por caminhos obscuros, muito além da sua própria compreensão.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.